Internet

11/07/2012 15h49 - Atualizado em 21/10/2013 11h24

Facebook aumenta segurança com checkpoints contra malwares

Paulo Higa
por
Do Tecnoblog

O Facebook liberou na última terça-feira (10) um recurso que faz recomendações de segurança e indica antivírus gratuitos aos usuários infectados. O Malware Checkpoint, como foi chamado, é uma expansão do que a rede social já vinha fazendo pelo menos desde abril, quando lançou o Facebook Anti-Virus Marketplace, uma loja com links para downloads de soluções de segurança.

Como bloquear um celular roubado? Proteja seus dados pessoais com as dicas do Techtudo

Privacidade no Facebook é sempre um assunto polêmico (Foto: Reprodução) (Foto: Privacidade no Facebook é sempre um assunto polêmico (Foto: Reprodução))Maior segurança no Facebook (Foto: Reprodução)

Quando o Facebook encontrar indícios de que o computador do usuário possui algum aplicativo malicioso instalado, o visitante poderá utilizar o Malware Checkpoint para bloquear sua conta e instalar um dos dois antivírus sugeridos pelo serviço: McAfee Scan and Repair ou Microsoft Security Essentials. Quando a verificação por malware for concluída, a conta será liberada novamente.

Enquanto o usuário estiver executando o scan do antivírus, o Facebook exibirá uma mensagem de alerta com uma recomendação básica de segurança na web. "Geralmente, os usuários que estão infectados com malware são induzidos a executar um programa malicioso, que infecta suas máquinas com malware. Lembre-se, você nunca deve abrir programas de fontes que você não confia", diz o aviso.

Com a novidade, a rede social pretende manter os usuários livres de pragas da web. "Tornando nossa tecnologia disponível para mais usuários, esperamos ajudar as pessoas que usam o nosso serviço a manter seus dados e dispositivos seguros", disse o comunicado do time de segurança do Facebook.

Via Facebook Security

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares