Robótica

18/07/2012 09h30 - Atualizado em 18/07/2012 09h30

Franceses criam robô para limpar os oceanos

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A preocupação com a poluição dos oceanos levou um grupo de designers franceses da Escola Internacional de Design da França a pensar em um tipo de robô para limpar as águas. Chamado de Marine Drone, o equipamento funcionaria como uma rede de pescador guiada via satélite. Ao se mover na água, ela coletaria apenas o lixo.

De concepção simples, uma vez construído, o Marine Drone poderia ser uma ferramenta interessante para controle ambiental dos oceanos (Foto: Reprodução)De concepção simples, uma vez construído, o Marine Drone poderia ser uma ferramenta interessante para controle ambiental dos oceanos (Foto: Reprodução)

O robô navegaria com orientações via satélite e sua energia seria captada de pequenas baterias com vedação contra a água do mar. A água com sujeira entra pela abertura maior conforme o pequeno motor elétrico empurra o robô e escoa até a “boca” posterior do Marine Drone. Ali, uma rede retém os detritos.

Para evitar que peixes e demais animais marítimos acabem presos no bojo do dispositivo, os inventores do robô pensaram em um emissor de ondas sonoras em frequências que afastam os animais. Como a água propaga o som com mais eficiência do que o ar, mesmo animais mais afastados acabariam sendo repelidos pelo Drone.

A inspiração é de Elie Ahovi, membro da Escola, que pensou no Marine Drone como uma solução para os grandes bolsões de lixo encontrados no Pacífico. Como são muitos oceanos e muita sujeira neles, os criadores do conceito imaginam a criação de milhares deles. Soltos no mar, eles seguiriam uma rota para um ponto de encontro quando estivessem totalmente cheios de lixo. Lá, reunidos, seriam capturados por um navio onde seriam limpos e passariam por reparos para uma próxima missão.

Via Dvice

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares