27/08/2012 12h41 - Atualizado em 27/08/2012 14h15

Camuflagem de alta tecnologia protege soldados de altas temperaturas

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A pesquisa do professor Robert Lochhead, da Universidade do Sul do Mississipi, resultou numa tinta que pode ser usada como camuflagem por soldados e tem o poder de proteger a pele dos combatentes dos efeitos do calor de 1000 graus Fahrenheit, o que corresponde a cerca de 537 graus Celsius.

Soldados camuflados (Foto: Reprodução)Soldados camuflados (Foto: Reprodução)

Para conseguir isso, os cientistas precisaram desenvolver uma tinta que tivesse a capacidade de refletir calor, e não absorvê-lo. A grande questão envolvida nesse desafio é o fato de que, em princípio, toda tinta de camuflagem faz exatamente o oposto: elas absorvem luz e, assim, geram calor.

A grande sacada dos cientistas foi substituir os óleos minerais e hidrocarbonetos, comuns nas tintas usadas atualmente, por silicone. Usando esse composto como base da tinta, a equipe alcançou o resultado desejado depois de inúmeros testes de tentativa e erro.

Além da necessidade de refletir calor, a tinta precisava se enquadrar em alguns regulamentos para uso militar: teria de ser fácil de remover, não poderia provocar irritação na pele, precisaria ser flexível e teria de contar com um repelente de insetos embutido.

Depois de muitos testes, a tinta finalmente se enquadrou nas delimitações militares e apresentou a marca impressionante de resistir ao calor de 1000 graus Fahrenheit. Embora seja desenvolvida com vistas ao uso militar num primeiro instante, o composto, no futuro, poderia ser adaptado para usos civis.

Via Geek

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares