01/08/2012 08h50 - Atualizado em 01/08/2012 08h50

Conceito de avião supersônico gerencia melhor o combustível gasto

Flavio Croffi
por
Para o TechTudo

Engenheiros da Universidade de Tohoku, no Japão, e do Instituto de Tecnologia de Massachusets trabalham juntos para aprimorar um conceito de avião supersônico que pode gerenciar melhor os gastos com combustíveis.

supersonic-biplaneConceito de avião supersônico (Foto: Divulgação)

O design original do modelo começou a ser pensado em 1951, por Adolf Busemann. Na época, ele sugeriu a construção de um biplano que oferecesse mais resistência no ar do que aviões de uma asa (como o Concorde), além de economizar combustível e criar ondas sônicas menores.

O projeto, contuso, não foi desenvolvido. Agora, cerca de 60 anos depois, esta parceria do Instituto de Tecnologia de Massachusets e da Universidade de Tohoku fez com que o conceito sofresse algumas mudanças, possibilitando que o projeto fosse criado.

supersonic-biplane2Avião supersônico gerencia melhor combustível (Foto: Divulgação)

Ambos os institutos contribuíram com o design, tornando o projeto uma junção de ideias entre engenheiros dos Estados Unidos e Japão. Os japoneses sugerem asas capazes de se ajustarem para criar velocidades supersônicas, enquanto os Estados Unidos contribuem com o conceito de aumentar a distância entre as asas, o que dá mais sustentação.

Tanto no design japonês quanto no norte-americano, os aviões contam com duas asas triangulares, que apontam uma para a outra e servem para cancelar a onda de choque causada por cada uma das asas – fator que influi diretamente no consumo menor de combustível, já que a resistência do ar é menor.

Por enquanto, o conceito foi criado apenas em um supercomputador. O próximo passo é desenvolver um avião, para que sejam realizados testes a fim de verificar se o consumo de combustível realmente será mais baixo.

Via ExtremeTech

 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares