Segurança

17/08/2012 19h24 - Atualizado em 17/08/2012 19h25

Novo Trojan 'Shamoon' rouba seus dados e formata seu PC

Rafael Jandre
por
Para o TechTudo

Pesquisadores de segurança estão investigando um malware destrutivo, chamado “Shamoon” que é capaz de substituir o registro mestre de inicialização de um computador, além de roubar informações e apagar todos os seus dados. A Symantec suspeita que este Cavalo de Troia está sendo usado para ataques direcionados, contra empresas específicas.

Recursos do Shamoon (Foto: Reprodução)Recursos do Shamoon (Foto: Reprodução)

As primeiras informações sobre este malware, começaram a surgir nesta quinta-feira (16), a partir das empresas de antivirus. O Shamoon, que também é conhecido como Disttrack, está sendo usado em ataques direcionados contra pelo menos uma organização, no setor da energia, de acordo com a Symantec.

O malware é composto por uma pasta de 900 KB que contém um número de “recursos criptografados”, de acordo com a Kaspersky Labs. Uma delas é um driver de disco assinado pela EldoS Corp., um fornecedor de componentes para segurança corporativa, que é usado para o acesso ao disco pelos componentes do malware.

Numa análise mais aprofundada, a empresa Seculert concluiu que Shamoon ataca em dois estágios. Primeiro, ele infecta um computador conectado à internet e o transforma em um proxy para se comunicar com o servidor de controle do malware. Depois disso, ele se espalha para outros computadores da rede corporativa, rouba as informações, as transmite ao seu servidor e em seguida, executa a sua carga destrutiva, apagando arquivos e o registro de mestre de boot da máquina.

As empresas Securlet, Kaspersky e Symantec estão no rastro do malware para descobrir quem está por trás do ataque. A única até o momento que atualizou seu antivírus com a proteção contra o Shamoon, foi a Symantec.

Via SlashGear

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares