Filmadoras

15/08/2012 19h49 - Atualizado em 15/08/2012 19h49

Panasonic anuncia AG-AC90, filmadora com três sensores CMOS

Raquel Freire
por
Para o TechTudo

A Panasonic acaba de anunciar a nova filmadora portátil AG-AC90, equipada com três sensores CMOS 1/4,7 polegadas de alta sensibilidade para captura de imagens em Full HD. As novas configurações garantem fidelidade ainda maior das imagens ao mundo real, tornando a câmera ideal para consumidores profissionais.

Câmera chega ao mercado americano em setembro (Foto: Divulgação)Câmera chega ao mercado americano em setembro (Foto: Divulgação)

Sua lente de zoom de 12x com três anéis independentes ajustáveis oferece um amplo ângulo de visão, que vai de 29,8 mm a 357,6 mm, e o revestimento Nano exclusivo da Panasonic reduz os efeitos de fantasma e reflexos. Entre as principais características do modelo, destacam-se os dois slots de cartão de memória SD para gravação simultânea; o estabilizador de imagem de cinco eixos que melhora a firmeza para a gravação de mão; e zoom digital de até 25x que ajusta automaticamente borda, gradação e detalhe.

A AG-AC90 estreia o modo de gravação profissional AVCCAM HD, e acumula ainda os modos PS (28 Mbps, 60p apenas), PH (média de 21 Mbps e máxima de 24Mbps), HA (aproximadamente 17 Mbps) e o modo de gravação prolongada HE (aproximadamente 6 Mbps). A máquina é compatível com o cartão de memória de ultra velocidade UHS-1 da Panasonic (além de proporcionar suporte para as séries SDXC e SDHC), com taxas de transferência de 90MBs, quatro vezes e meio mais rápido que a geração anterior de mídias SDHC.

O lançamento, nos Estados Unidos, está previsto para o fim do outono, ou seja, em setembro. O preço deve girar em torno de US$ 2.250, o equivalente a cerca de R$ 4.500 em conversão direta. A Panasonic adiantou ainda que a máquina terá garantia de três anos.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares