Internet

13/08/2012 17h08 - Atualizado em 13/08/2012 17h14

Para reformular Motorola, Google corta 4 mil empregados da empresa

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

A Motorola Mobility vai perder 20% dos seus empregados. Adquirida pelo Google no ano passado por US$ 12,5 bilhões (cerca de R$ 25 bilhões), a empresa vai ter cerca de 30% dos seus escritórios de todo o mundo fechados como parte de uma reformulação que a Gigante das Buscas pretende implantar. No total, 4 mil pessoas devem ser mandadas embora, e quem mais deve sofrer com os cortes são os norte-americanos.

Google começa a dar primeiros passos após aquisição da Motorola (Foto: Divulgação) (Foto: Google começa a dar primeiros passos após aquisição da Motorola (Foto: Divulgação))Depois da compra, Google começa a reformular
Motorola (Foto: Divulgação)

O Google não vinha dando muitas pistas sobre o futuro da Motorola desde que acertou a compra da empresa. No entanto, o jornal The New York Times revelou que os planos da companhia de Mountain View são de centralizar as operações nas sedes de Chicago, Sunnyvale, Califórnia e Pequim, reduzindo o investimento em outras praças. Os primeiros passos para isso seriam justamente os cortes no pessoal.

“A Motorola está comprometida em ajudar os funcionários nesta difícil transição e vai oferecer planos de desligamento generosos, bem como serviços de recolocação para ajudar as pessoas a encontrarem novos empregos”, disse um porta-voz do Google.

E não são apenas os funcionários que perderão seus empregos. De acordo com o jornal norte-americano, 40% dos vice-presidentes também foram destituídos de seus cargos, e vão dar lugar a novos diretores-executivos, recém contratados. O Google prevê que vai gastar cerca de US$ 275 milhões (aproxidamente R$ 550 milhões) em indenizações apenas no terceiro trimestre deste ano.

“O objetivo desses cortes é fazer a unidade de aparelhos móveis da Motorola voltar a dar lucro, após ter perdido dinheiro em 14 dos últimos 16 trimestres”, teria afirmado o Google em comunicado oficial à Securities and Exchange Commission, reguladora do mercado mobiliário dos Estados Unidos.

O plano do Google é reformular a Motorola Mobility mantendo somente o que a empresa tem de melhor. Inclusive, a companhia afirmou que vai repensar a estratégia da Motorola com seus celulares de baixo custo. A proposta da gigante das buscas é se concetrar em "alguns poucos celulares, em vez de em dúzias deles".

Via The Verge

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares