Fabricantes

29/09/2012 14h00 - Atualizado em 29/09/2012 14h00

Tesla cria a primeira atualização 'over the air' para automóveis

Paulo Gallian
por
Para o TechTudo

Até o início de outubro, a fabricante americana de automóveis elétricos Tesla Motors lançará uma atualização de firmware para proprietários da linha “Model S”, através das conexões sem fio presentes na infraestrutura do veículo. A montadora alemã Mercedes-Benz já havia anunciado planos para oferecer o serviço a seus consumidores no próximo ano, mas a Tesla Motors largou na frente com o primeiro update OTA (over the air, ou “pelo ar”) da indústria automobilística.

Interior do automóvel Tesla Model S (Foto: Divulgação)Interior do automóvel Tesla Model S (Foto: Divulgação)

A atualização do firmware para a versão 1.9.11 é obrigatória e traz algumas mudanças importantes, como a substituição do valor máximo de autonomia do carro com a bateria de 85 kW-h, que antes era apontado como 482 km pelo sistema e agora será corrigido para 426 km, seguindo os resultados obtidos na pesquisa da Associação de Proteção Ambiental dos EUA.

Além disso, houve melhoria no protocolo de entrada e saída do automóvel, que executará automaticamente as seguintes rotinas: quando o usuário entrar no carro, por qualquer uma das portas, o painel touchscreen de 17 polegadas será acionado e o sistema de som tocará a última música ouvida pelo motorista – do ponto que havia parado –, partindo de um volume baixo e subindo-o gradualmente, até alcançar o último nível registrado no uso anterior do veículo; quando o usuário sair do Tesla Model S, o volume do sistema de som diminuirá e os painéis continuarão acesos até o fechamento completo de todas portas.

Antes de confirmar o update, o proprietário será instruído pelo sistema a estacionar e receberá uma notificação no painel, avisando-o da impossibilidade de condução do automóvel e do cancelamento da atualização após iniciada a operação que, segundo a empresa, levará cerca de duas horas.

No mercado de tecnologia, frequentemente observamos lançamentos prematuros de programas causando transtornos a usuários, que são obrigados a esperar correções de inúmeros bugs, antes de aproveitarem satisfatoriamente a versão mais nova de seus produtos. Assim como nossos celulares e computadores, possivelmente veremos uma competição entre os fabricantes de automóveis para levar constantemente ao consumidor os aplicativos mais novos do mercado. Frente a isso, será importante exigir um compromisso das empresas com o refinamento dos updates, para que a segurança dos passageiros não seja comprometida por uma falha no sistema que opera o veículo.

Via Wired

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares