Fabricantes

18/09/2012 18h40 - Atualizado em 18/09/2012 18h46

Western Digital lança HDs preenchidos com gás hélio

Filipe Garrett
por
Para o TechTudonot

A Western Digital venderá discos rígidos com hélio armazenado no interior do dispositivo no ano que vem. A iniciativa promete acelerar a capacidade de giro dos discos e, de quebra, permitir que eles armazenem muito mais dados do que os modelos convencionais. Ao longo de 30 anos, engenheiros vinham tentando conciliar as ótimas propriedades do gás nobre com a manufatura dos discos. A Western Digital afirma ter conseguido resolver os problemas.

Uso do gás poderá elevar a densidade dos discos rígidos no futuro (Foto: Reprodução)Uso do gás poderá elevar a densidade dos discos
rígidos no futuro (Foto: Reprodução)

Discos rígidos são altamente sensíveis a variações ambientais. Por exemplo, se você causar um impacto no HD de seu computador, mesmo de leve, há boas chances de que ele pare de funcionar. Isso acontece porque a superfície do disco é magnetizada para que ele possa armazenar dados. Da mesma forma, se você abrir o HD com a chave de fenda e expor o disco ao ambiente, ele deixará de funcionar por conta da contaminação da superfície por partículas que impedem a correta leitura dos bits de informação.

Sendo inerte, o hélio não causaria dano no disco. Não tendo densidade suficiente para gerar turbulência, o disco rígido poderia acelerar a muito mais do que 7200 RPM – atual limite prático de rotações para os HDs que usamos no cotidiano.

O uso do hélio permite que a Western Digital monte discos com trilhas mais próximas – o que leva a superfícies com muito mais espaço para informação. Além disso, podendo girar mais rápido, os discos terão desempenho muito melhor para escrita e leitura do que os modelos atuais. Estima-se que a velocidade cresça bastante: estima-se ser possível fabricar um HD capaz de rodar a 20.000 RPMs com a mesma carga de turbulência sentida por um modelo convencional girando a 15 mil RPM.

Pesquisada desde a década de 1980, a utilização do hélio em HDs sempre foi inviável por conta das dificuldades de se fabricar um dispositivo que é montado em diversos estágios, mantê-lo sempre selado nesses diversos procedimentos, todos com variações de temperatura e pressão.

Via Extreme Tech

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares