Internet

29/10/2012 16h21 - Atualizado em 29/10/2012 16h32

Família de Nissim Ourfali ganha liminar contra o Google

Ricardo Fraga
por
Para o TechTudo

O Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo (TJSP) determinou, em caráter liminar, que o Google remova todos os vídeos relacionados ao jovem Nissim Ourfali do YouTube. A decisão atende a um pedido da família do garoto que, no final de setembro, entrou com uma ação solicitando que a gigante das buscas removesse os vídeos relacionados, pois, de acordo com a família, a sua viralização teria causado “sérios transtornos à vida do autor”.

Já seguiu o TechTudo no Instagram? Procure nosso perfil: @techtudo_oficial

Nissim Ourfali virou um caso polêmico em vídeo do YouTube (Foto: Reprodução) (Foto: Reprodução)Nissim Ourfali virou um caso polêmico em vídeo do YouTube (Foto: Reprodução)

Segundo a determinação do TJSP, o Google Brasil deverá excluir todas as referências relacionadas ao vídeo de Nissim Ourfali do YouTube sob pena de multa diária de R$ 20 mil. Segundo Luiz Kignel, advogado da família Ourfali, a retirada deverá ocorrer a partir do recebimento da decisão judicial pela empresa, o que já teria ocorrido. Em entrevista ao site G1, Kignel afirmou que, mesmo que a empresa decida recorrer da liminar, terá que cumpri-la primeiro. “O Google pode recorrer, mas, enquanto não tiver um julgamento a seu favor, não pode deixar de cumprir a decisão”, afirmou o advogado.

No início da tarde desta segunda-feira (29), o TechTudo fez uma rápida pesquisa pelo nome do jovem no YouTube e obteve quase 700 resultados para o termo. Ainda de acordo com as informações dadas pelo advogado ao G1, foi feito um contato com “os advogados do Google para que eles acelerem o cumprimento da liminar”.

De acordo com Kignel, em nenhum momento a família pensou em obter vantagens financeiras sobre o Google Brasil. Segundo ele, a única intenção da família era remover o conteúdo do ar o mais rapidamente possível para evitar mais constrangimentos ao jovem. “O objetivo da ação era proteger a figura do menor. A família não quer ter nenhuma vantagem financeira”, afirmou o advogado que disse, ainda, que os R$ 30 mil solicitados na ação era apenas para cobrir os custos processuais.

Em resposta ao TechTudo, a assessoria de imprensa da empresa afirmou que o Google não comenta casos específicos. Ainda de acordo com a assessoria, “o YouTube possui políticas claras sobre remoção de conteúdo”.

Tem alguma dúvida de tecnologia? Entre no Fórum do TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Carlos Frizzo
    2012-11-10T03:26:10

    Ele postou o video, por que quis, quem é burro é ele

  • Allan Duarte
    2012-10-30T09:39:56

    Com advogado desses, esse ano ele não vai pra baleia

  • Frederico Vasconcellos
    2012-10-30T09:15:22

    Que advogado caro, hein! 30 mil para custos...