19/11/2012 07h50 - Atualizado em 19/11/2012 07h50

Ingress usará realidade aumentada para trama de espionagem do Google

Felipe Vinha
por
Para o TechTudo

Após espalhar sites e teaser virais pela rede, o Google finalmente revelou o Ingress, seu game de realidade aumentada que promete misturar pessoas do mundo real em uma história de espionagem, traições e investigações, em um ambiente virtual. Jogado por meio de smartphones e tablets - Androids e, em breve, iPhones e iPads -, o primeiro trailer mostra, com diversos efeitos especiais, a ideia geral de como o título funcionará.

Ingress promete misturar mundo real com virtual (Foto: Divulgação)Ingress promete misturar mundo real com virtual (Foto: Divulgação)

Segundo o vídeo, Ingress vai dividir as pessoas em dois grupos: aqueles que lutam contra um poder dominador e aqueles que abraçam esta causa – chamados respectivamente de The Resistance (a Resistência) e The Enlightened (os Esclarecidos). Por meio de um aplicativo instalado no celular ou tablet, o jogador poderá explorar o mundo real em busca de uma energia conhecida como “Exotic Matter”, ou “XM”, capaz de controlar mentes. Ela estará em lugares reais, e poderá ser visualizada com o aparelho, por meio da câmera ou de um scanner.

A XM pode ser obtida de diversas formas: coletando, roubando de outros jogadores próximos ou hackeando portais posicionados em locais públicos. O vídeo também demonstra que o trabalho em equipe será essencial, já que nem sempre será possível obter essa energia sozinho.

Tem alguma dúvida de tecnologia? Entre no Fórum do TechTudo!

Assim, trabalhando com outros jogadores você poderá criar uma área dominada pela sua facção e atacar outras áreas dominadas por outras equipes. Em algum momento, apenas um time vai sobrará, coletando uma grande quantidade de XM de uma só vez.

A produtora Niantic Labs Games promete uma experiência revolucionária com Ingress. John Hanke, um dos designer dos jogo, diz que a principal inspiração veio do cineasta J.J. Abrams (responsável pelo recente Star Trek e o seriado Lost).

O Ingress já está disponível para Android e deve chegar em breve ao iOS. As inscrições, no entanto, ainda são limitadas.


Via Engadget.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Robson Gonçalves
    2012-11-19T16:07:18  

    Eu solicitei o convite hoje. Vamos agora esperar a boa vontade da google pra v como funciona esse treco aí. Daqui uns dias tem nego correndo atras do outro no meio da rua com cel na mão querendo matar pra ganhar exp e subir de lvl

    recentes

    populares

    • Robson Gonçalves
      2012-11-19T16:07:18  

      Como se solicita o convite?

  • Marcio Konzen
    2012-11-19T09:52:10  

    Realmente o jogo parece muito interessante, com uma história cativante. Sou usuário de iPhone e confesso que fiquei bastante curioso, mas ainda vou ter que esperar... No entanto, a dúvida que permanece é a seguinte: como este é um jogo de realidade aumentada (AR) -- e para que a AR funcione adequadamente precisamos de "coisas" reais e previamente definidas -- será que ele irá ser 'jogável' em qualquer cidade ou estará apenas disponível para grandes centros?

    recentes

    populares

    • Marcio Konzen
      2012-11-19T09:52:10  

      Acho que, se sua cidade tem cobertura do street view será 'jogável' porque são tudo farinha do mesmo saco(google) já as cidades que não tem esse sistema fica dificil. Eu fiz meu cadastro faz 4 dias, e até agora nada.

    recentes

    populares

    • Marcio Konzen
      2012-11-19T09:52:10  

      Alex Vitola -- Pois é. Aqui na cidade tem, sim, street view, mas o princípio do funcionamento da realidade aumentada "é um ambiente que envolve tanto realidade virtual como elementos do mundo real, criando um ambiente misto em tempo real." (AZUMA, Ronald) Estes 'elementos do mundo real' precisam, anteriormente, fazer parte de um banco de dados para então serem reconhecidos pelo algoritmo da realidade aumentada. Acho que o jogo estará restrito a grandes centros, infelizmente. A não ser que surjam algumas surpresas pelo caminho. =)