Jogos de RPG

30/01/2013 19h44 - Atualizado em 26/06/2014 17h22

Confira a lista de jogos para PC lançados no segundo semestre de 2012

Rafael Monteiro
por
Para o TechTudo

Continuamos com nossa lista de jogos lançados para PC em 2012. O segundo semestre trouxe alguns dos grandes títulos do ano, sucessos absolutos de vendas e crítica. Confira aqui os games que chegaram a partir de julho e fecharam 2012 com chave de ouro:

Confira os melhores Jogos leves para PC

O vilão de Far Cry 3 (Foto: Divulgação) (Foto: O vilão de Far Cry 3 (Foto: Divulgação))Far Cry 3 só chegou em dezembro, mas, para muitos, foi o melhor jogo de 2012 (Foto: Divulgação)

JULHO

- The Secret World

The Secret World é um MMORPG desenvolvido pela Funcom. A história do jogo aborda as sociedades secretas do mundo, em meio a ambientes sombrios e enigmáticos. Zumbis, vampiros, lobisomens, demônios e outras criaturas místicas compõem este mundo secreto.

The-Secret-World (Foto: The-Secret-World)The Secret World (Foto: Divulgação)

A inovação neste MMORPG vem por parte de o jogador não ter a opção de escolher classes ou níveis, já iniciando o jogo em seu maior nível. Existe, contudo, a escolha por uma das facções (sociedades secretas): Os Templários, os Iluminati, e os Dragões, com referências britânicas, norte-americanas e orientais, respectivamente.

- DayZ

Day Z é um game popular online que se passa em um ambiente isolado por uma catástrofe zumbi. O objetivo do jogo é simples: sobreviver. O jogador inicia a história na zona costeira de Chernarus, uma região pós-soviética fictícia, com nada mais do que sua mochila cheia de ar e vento, as roupas do corpo e uma lanterna. Mapas, relógios, compassos, armas e mantimentos terão que ser adquiridos pelo jogador durante o teste de sobrevivência.

DayZ (Foto: Divulgação) (Foto: DayZ (Foto: Divulgação))DayZ (Foto: Divulgação)

Perder todas as unidades de sangue significa morrer, perder tudo e começar da estaca zero. A mistura de um ambiente cheio de suspense e realista faz sucesso no jogo e leva o jogador a pensar detalhadamente em cada ação para se manter vivo.

- Prototype 2

A continuação da série Prototype, mostra um futuro promissor que bate de frente com seu rival: Infamous. A história se passa novamente em Nova York, que foi devastada por um vírus mortal. A missão principal e os objetivos paralelos fazem parte da trama do personagem: o soldado James Heller. Depois de voltar do Iraque, o herói encontra sua família assassinada por Alex Mercer, protagonista do primeiro game, e cabe a ele buscar vingança.

Prototype 2 (Foto: Divulgação) (Foto: Prototype 2 (Foto: Divulgação))Prototype 2 (Foto: Divulgação)

Os gráficos de Prototype 2 tiveram um verdadeiro salto em comparação com a versão anterior. Dessa vez, nos deparamos com cenários mais coloridos, personagens mais caracterizados e menos serrilhados nos ambientes do jogo. Sinal de que a demora para lançar o jogo surtiu efeito.

- Inversion

O jogo da Namco Bandai conta com um sistema de inversão de gravidade muito convincente. Mesmo assim, não evitou que fosse comparado com Gears of War (clássico da Epic). O título tem como história principal uma trama confusa que fala sobre uma invasão alienígena com objetivos de escravizar a raça humana.

Inversion (Foto: Divulgação) (Foto: Inversion (Foto: Divulgação))Inversion (Foto: Divulgação)

Os invasores alienígenas trouxeram uma espécie de mecanismo que controla a gravidade, só que ele acabou caindo nas mãos do protagonista Davis Russel, que usa o feitiço contra o feiticeiro para ir em busca de seu filho desaparecido em meio ao caos.

AGOSTO

- Hero Academy

Hero Academy é um jogo de estratégia que mistura elementos do gênero “em tempo real” com “em turnos”, levando o jogador a pensar sempre antes de agir. Originalmente lançado em dispositivos portáteis, o game ganho uma versão PC bem completa.

Hero Academy (Foto: Divulgação) (Foto: Hero Academy (Foto: Divulgação))Hero Academy (Foto: Divulgação)

Além dos gráficos superiores, a versão PC conta com uma série de benefícios, como jogabilidade mais apurada com o uso do teclado e mouse e também a participação especial dos personagens da série Team Fortress como bônus.

- Babel Rising

Babel Rising é outro jogo que teve uma versão portátil lançada primeiro e depois ganhou outras plataformas. O mote do game chega a ser polêmico: você é Deus e precisa destruir a construção da Torre de Babel, conhecida pela famosa história bíblica.

Babel Rising (Foto: Divulgação) (Foto: Babel Rising (Foto: Divulgação))Babel Rising (Foto: Divulgação)

No game, os seres humanos constroem a infame torre, mas ela deve ser derrubada a qualquer custo a partir de uma série de possíveis “ataques” desferidos pelo jogador, graças ao poder divino em suas mãos, que lhe garante raios, trovões, fogo, água e outros elementos.

- Darksiders 2

O título foi um game de primeira qualidade lançado pela editora THQ em 2012. O jogo chegou aos consoles e também no PC, onde recebeu uma atenção toda especial devido aos seus gráficos e outras melhorias que foram implementadas.

Darksiders 2 (Foto: Divulgação) (Foto: Darksiders 2 (Foto: Divulgação))Darksiders 2 (Foto: Divulgação)

Nele controlamos Morte, o segundo Cavaleiro do Apocalipse que tem a missão de resgatar seu irmão, Guerra, de um mau iminente. O game é cheio de aventura e o mais importante, pancadaria, o que por si só já garante diversão sem limites em um game de aventura e ação como este.

- Sleeping Dogs

Conhecido como True Crime Hong Kong, a Activision desistiu de publicar o jogo depois de diversos adiamentos e problemas com o orçamento do título. Após seis meses, a Square Enix comprou os direitos do jogo e o lançou oficialmente no mercado.

Sleeping Dogs (Foto: Divulgação) (Foto: Sleeping Dogs (Foto: Divulgação))Sleeping Dogs (Foto: Divulgação)

O título funciona da mesma forma que jogos como GTA, em que o jogador explora um mundo aberto e cumpre missões para avançar na história. Shen tem a possibilidade de realizar objetivos tanto como policial quanto membro da máfia local. Além disso, há diversos tipos de missões extras como corridas pelas ruas, atender favores para os habitantes da cidade, realizar apreensão de pontos de tráfico, entre outras.

- Tom Clancy’s Ghost Recon Online

Esta é uma versão exclusivamente online do famoso jogo de tiro estratégico da Ubisoft. Além de ser divertido, o game também é gratuito, o que permite acesso facilitado para qualquer tipo de jogador.

Tom Clancy's Ghost Recon Online (Foto: Divulgação) (Foto: Tom Clancy's Ghost Recon Online (Foto: Divulgação))Tom Clancy's Ghost Recon Online (Foto: Divulgação)

Diversos modos de jogo e sem ter a obrigação de pagar nada para jogar – ainda que seja possível comprar benefícios – fazem deste título uma boa opção para quem é fã da série.

- The Expendables 2

A testosterona dos cinemas chegou também aos videogames com o lançamento do jogo oficial dos Mercenários. No game, uma história original é contada, mas paralela ao novo filme. Os mesmos personagens estão presentes, até mesmo o herói vivido por Sylvester Stallone.

The Expendables 2 Videogame (Foto: Divulgação) (Foto: The Expendables 2 Videogame (Foto: Divulgação))The Expendables 2 Videogame (Foto: Divulgação)

O jogo é de tiro com visão superior, quase isométrica. Não há muito o que se fazer a não ser atirar por todos os lados em todos os inimigos que pintarem pela tela. O jogador, claro, deve esquivar dos tiros que vêm em sua direção para sobreviver. O game conta também com um multiplayer divertido.

- Dark Souls: Prepare to Die Edition

O aclamado Dark Souls finalmente chegou ao PC, mesmo após tanto tempo lançado nos consoles. Ao menos os fãs de PC contaram com uma edição bem recheada com diversos extras, incluindo o capítulo Artorias of the Abyss.

Dark Souls: Prepare to Die Edition (Foto: Divulgação) (Foto: Dark Souls: Prepare to Die Edition (Foto: Divulgação))Dark Souls: Prepare to Die Edition (Foto: Divulgação)

No geral, o game manteve sua dificuldade alta, o que o torna interessante entre os fãs, mas a parte gráfica não recebeu muitos elogios. A taxa de quadro de jogos foi prejudicada e as resoluções não agradaram. Mesmo assim, fãs conseguiram modificar o game após seu lançamento.

- Counter Strike: Global Offensive

Cunter-Strike retornou com tudo em 2012, graças ao novo capítulo Counter-Strike: Global Offensive, para consoles e também PC, plataforma onde a série mais teve capítulos lançados e também onde fez sua fama.

Counter-Strike: Global Offensive (Foto: Divulgação) (Foto: Counter-Strike: Global Offensive (Foto: Divulgação))Counter-Strike: Global Offensive (Foto: Divulgação)

A nova versão apresenta gráficos totalmente renovados, jogabilidade ainda mais refinada e suporte para diversos modos multiplayer, que é o verdadeiro segredo do sucesso da série. Os fãs não se decepcionaram com este CS, que não deixa a desejar em nada em relação ao original.

- Transformers Fall of Cybertron

Os “robôs disfarçados” chegaram para mais um capítulo nos games, desta vez lançado também no PC. A nova aventura continua de onde a anterior parou, em War for Cybertron, quando Optimus tem como principal missão novamente liderar seus Autobots contra os Decepticons.

Transformers: Fall of Cybertron (Foto: Divulgação) (Foto: Transformers: Fall of Cybertron (Foto: Divulgação))Transformers: Fall of Cybertron (Foto: Divulgação)

O novo game não teve muitas melhorias gráficas, mas consegue ser tão divertido quanto o anterior. O multiplayer continua com um estilo “Call of Duty de ser”, com modos bem parecidos com o famoso jogo de tiro. A história não decepciona, felizmente, e pode ser aproveitada durante boas horas.

- Guild Wars 2

Guild Wars 2 é um jogo online que não precisa de pagamento de assinatura, da mesma forma que o primeiro. Basta que o jogador compre uma edição do jogo e registre sua cópia online. Feito isso, é possível jogar sem ter que gastar com mais nada, ao contrário de outros games online.

Guild Wars 2 (Foto: Divulgação)Guild Wars 2 (Foto: Divulgação)

O jogo trouxe diversos elementos diferentes ao gênero MMORPG e foi uma dos lançamentos mais aguardados do ano. Ao criar seu personagem, você dispõe de inúmeras opções de personalização de aparência e personalidade, o que influencia no desenrolar da aventura de cada jogador. GW2 também conta com o sistema de missões dinâmicas, que surgem em locais espalhados pelo mapa e podem ser completadas colaborativamente pelos jogadores sem a necessidade de formar grupos.

SETEMBRO

- The Sims 3 Supernatural

Os adorados Sims receberam uma atualização que promete transformar o game por completo. The Sims 3 Supernatural é um pacote de expansão onde os jogadores podem abordar o mundo em que vivem de forma mágica. Com bons recursos e variadas opções de personalização, o game aumenta de forma considerável o universo do jogo com soluções criativas e divertidas.

The-sims-3-supernatural (Foto: The-sims-3-supernatural)The sims 3 Supernatural (Foto: Divulgação)

Com o pacote instalado, os jogadores poderão interagir com lobisomens, bruxas, fantasmas e vampiros, entre outros seres mitológicos conhecidos por tirar o sono de muita gente. Apesar destes fantásticos recursos, a expansão melhora o game como um todo, influenciando diretamente na jogabilidade com as melhorias no desenvolvimento.

- F1 2012

O principal simulador de uma das franquias mais adoradas pelos brasileiros chegou com uma versão atualizada, repleta de novos modos e melhorias na jogabilidade. Buscando alcançar um público cada vez maior, a Codemasters desenvolveu um game onde ficou mais fácil para o jogador sem experiência controlar o carro, embora o nível de dificuldade continue elevado em certos modos para jogadores que buscam uma simulação mais apurada.

F1-2012-game (Foto: F1-2012-game)F1 2012 (Foto: Divulgação)

Como já eram esperados, os gráficos são ainda mais espetaculares que na edição anterior, oferecendo um nível de ambientação extremamente realista. A trilha sonora também recebeu retoques especiais e conta agora com o ronco do motor ainda mais fiel ao executado nas pistas. Apesar das inúmeras qualidades o resultado final do título fica comprometido com a retirada do modo Gran Prix, permitindo agora que o jogador dispute uma temporada completa apenas no modo carreira.

- Borderlands 2

Se tem um jogo que impacta pelo aspecto visual ambicioso, este é Boderlands 2. Ótimo game de tiro em primeira pessoa, o título retrata um ambiente único, repleto de referências aos jogos de ação e RPG. Com personagens peculiares e dezenas de modelos de armas impressionantes, a segunda edição da franquia surpreende pela grandiosidade e pelo acabamento mais apurado.

Borderlands 2 (Foto: Divulgação) (Foto: Borderlands 2 (Foto: Divulgação))Borderlands 2 (Foto: Divulgação)

As estratégias de combate continuam ocupando o posto de principal característica do game. As variadas formas de se atacar o inimigo oferecem uma sensação de liberdade essencial. Apesar do grande salto no desenvolvimento, alguns pequenos bugs da versão anterior retornam de maneira irritante, mas não retiram o brilho deste título inovador que representa uma experiência singular.

- Fifa 13

O simulador de futebol Fifa 13 traz novos modos e poucas melhorias notáveis na aclamada jogabilidade. Com narração em português de Tiago Leifert e comentários de Caio Ribeiro o título se esforça para conquistar o público divido com o concorrente em território nacional. Apesar do avanço o motor do Fifa funciona mesmo com força total nos jogos entre times europeus.

FIFA 13 (Foto: Divulgação) (Foto: FIFA 13 (Foto: Divulgação))FIFA 13 (Foto: Divulgação)

Inúmeras melhorias foram feitas no sistema de jogo, porém algumas falhas do título anterior retornaram com a mesma força. O sistema de colisões continua apresentando alguns bugs e a falta de atenção ao defeito incomoda. Apesar de algumas falhas de desenvolvimento Fifa 13 continua ocupando o posto de jogo de futebol mais realista do mercado.

- PES 2013

A série PES encontrou em Pro Evolution Soccer 2013 a sua melhor forma. Com inúmeras mudanças significativas o jogo ficou mais fluído e aos poucos começa a reconquistar os fãs que abandonaram a franquia ao longo dos anos. As alterações mais significativas estão relacionadas ao mercado nacional. A série acrescentou o Campeonato Brasileiro de forma integral além de inserir a extremamente solicitada Libertadores no modo Master League.

Cortar em velocidade-Pes2013 (Foto: Cortar em velocidade-Pes2013)PES 2013 separa jogadores online pelo nível de cortesia (Foto: Divulgação)

O visual continua sendo o ponto forte do game, com poucas mudanças significativas, mas mantendo o alto nível das edições anteriores. Apesar dos excelentes gráficos algumas animações ainda escorregam com um visual mecânico e pouco natural. As atualizações dos elencos continuam de forma lenta, transmitindo ao jogador a sensação de possui um produto desatualizado.

- The Testament of Sherlock Holmes

Se você procura uma aventura leve esqueça The Testament of Sherlock Holmes. Extremamente sombrio, o título eleva a franquia para outro patamar, onde os mistérios são mais intensos e o suspense tem certas doses de terror. Protagonizado pelo detetive mais famoso do mundo, o jogo conta ainda com o incansável Dr. Watson e a participação mais que especial de um cão farejador.

Testament of Sherlock Holmes (Foto: Destructoid)Testament of Sherlock Holmes (Foto: Destructoid)

Completamente voltado para a investigação, o título oferece recursos extremamente satisfatórios, mas exige bastante da perícia do jogador. Os puzzles são desafiadores, porém com o andamento da campanha podem se tornar cansativos. Com bons gráficos e uma ambientação convincente, The Testament of Sherlock Holmes é o ponto alto da franquia que explora as aventuras do conceituado investigador.

- Closure

A proposta inovadora de Closure é extremamente interessante para gamers que gostam de fugir dos jogos convencionais. Com um alto apelo para os contrastes estabelecidos pela luz e a escuridão, o título explora de maneira singular a percepção dos jogadores para determinadas áreas, podendo oferecer armadilhas perigosas, abismos, monstros desconhecidos ou apenas um caminho vazio para a saída.

Closure (Foto: Closure)Closure (Foto: Divulgação)

O aspecto humanoide do protagonista transmite angústia suficiente para o jogador entender que prosseguir é a única saída. Objetos que possuem luminosidade são os recursos essenciais para auxiliar na complexa campanha repleta de puzzles. O nível de dificuldade aumenta de forma gradual, permitindo uma adaptação mais intensa para os desafios que surgem durante o percurso.

- Torchlight 2

Torchlight 2 é mais que um jogo do gênero imortalizado pela franquia Diablo. Com ótimas propostas, recursos particulares e um enredo sólido, o título alcança o lugar de referência entre as diversas possibilidades oferecidas no mercado. Com quatro classes distintas e habilidades impressionantes, o game oferece uma ótima experiência para fãs do estilo de jogo.

Torchlight 2  (Foto: Divulgação)Torchlight 2 (Foto: Divulgação)

O título organiza de forma melhor as nuances de dificuldade. No primeiro jogo da franquia a campanha normal oferecia uma facilidade considerável, já Torchlight II mescla de forma mais interessante este fator, fazendo o jogador possuir grandes poderes, mas evitando que ele seja imbatível. Já no aspecto visual o poderoso trabalho gráfico, que na maioria das vezes é satisfatório, pode pesar quando o número de inimigos na tela é grande. A câmera em determinadas ocasiões também pode falhar, deixando inúmeros elementos cobertos por estruturas.

OUTUBRO

- XCOM Enemy Unknown

Jogo de estratégia para PC da conceituada produtora de Civilization V, onde o jogador controla uma agência especial que combate invasões alienígenas. Ambientado em um cenário futurístico, o título aborda a guerra de uma maneira dinâmica, com velocidade táctica nos combates e um arsenal de grosso calibre.

XCOM: Enemy Unknown (Foto: Divulgação) (Foto: XCOM: Enemy Unknown (Foto: Divulgação))XCOM: Enemy Unknown (Foto: Divulgação)

O jogo não decepciona os fãs do gênero e o fato de o título também possuir versões para cosoles não influenciou negativamente na jogabilidade. Apesar de ser considerada uma produção de grande porte, XCOM Enemy Unknown peca em aspectos básicos de desenvolvimento gráfico e acabamento visual. Embora possua algumas falhas neste quesito o game é obrigatório para amantes do estilo e introduz com maestria marinheiros de primeira viagem na complexa jogabilidade e nos incríveis conceitos de estratégia e gerenciamento de equipe.

- Lucius

A trama de Lucius é extremamente controversa e apresenta um conceito de protagonista questionável. O emburrado personagem pode ser considerado um pequeno assassino em série, pois deseja executar todos os membros de sua família da forma mais cruel possível. O título possui gráficos satisfatórios para uma produção de custo médio e oferece uma experiência aterrorizante.

Lucius (Foto: Lucius)Lucius (Foto: Divulgação)

A jogabilidade em terceira pessoa é convencional e pouco acrescenta ao gênero, exibindo o estilo de forma completamente linear. Os puzzles são explorados de maneira magistral, com um elevado nível de dificuldade e desafios consistentes para um público mais maduro. Apesar do objetivo de Lucius completamente voltado para o terror, o jogo carece de momentos mais leves, tornando a aventura extremamente carregada e sombria durante toda a campanha.

- Football Manager 2013

Uma das franquias mais conhecidas do gênero, Football Manager 2013 é a atual versão de um dos principais jogos de gerenciamento de times de futebol para PC e Mac. O título oferece uma evolução visível, sendo em aspectos visuais ou de jogabilidade. A principal atração da série é o banco de dados que explora informações reais de mais de 500 mil jogadores ao redor do mundo.

Football Manager 2013 (Foto: Divulgação)Football Manager 2013 (Foto: Divulgação)

Com uma interface extremamente intuitiva e modos de jogo diferenciados, o título oferece opções para diversos tipos de jogadores. O motor de três dimensões do jogo está na melhor forma, exibindo as partidas de maneira convincente. Além do convencional single player o jogo também explora muito bem uma jogabilidade para múltiplos jogadores, permitindo uma extensão ainda maior da vida útil do game.

- Dishonored

Uma das principais surpresas de 2012, Dishonored se consolidou pelo seu estilo único e a abordagem marcante em um gênero lotado de opções superficiais. Apesar do protagonista extremamente questionável, o titulo inovou tanto em aspectos gráficos como na forma como uma campanha é apresentada. Em resumo, é um título altamente recomendável para fãs de FPS.

Dishonored (Foto: Divulgação) (Foto: Dishonored (Foto: Divulgação))Dishonored (Foto: Divulgação)

Corvo utiliza vários tipos de arma para estabelecer sua identidade na campanha. Entre uma besta e uma pistola de estilo único, o protagonista consegue explorar magias e outros recursos com apelo fantasioso. Apesar do tempo questionável de jogabilidade quando se corre freneticamente em busca do final, a campanha oferece horas valiosas de entretenimento quando o principal objetivo do jogador é a exploração.

- The Walking Dead: Episode 4 – Around Every Corner

The Walking Dead encontrou de forma marcante sua essência no quarto episódio da sua série para vídeo games. Em The Walking Dead: Episode 4 – Around Every Corner o título explora de maneira magistral a relação entre os humanos e como a sua jogabilidade pode ser aplicada com excelência. Podendo tomar a decisão sobre vários aspectos da aventura, o jogador deixa de lado os aterrorizantes zumbis e parte para os perigosos relacionamentos entre os vivos.

The-Walking-Dead-Episode-4 (Foto: The-Walking-Dead-Episode-4)The Walking Dead Episode 4 (Foto: Divulgação)

Com ótimos novos personagens e uma ambientação excelente, Around Every Corner continua a saga de Lee e Clementine até Savannah. Com um pouco menos de momentos de ação do que nos episódios anteriores, o título foca na tomada de decisões e na exploração ideológica dos sobreviventes. Para os fãs da série ou da HQ o quarto episódio é obrigatório.

- Medal of Honor Warfighter

Série consagrada por abordar guerras do passado, Medal of Honor: Warfighter demonstra como um título pode construir uma nova identidade apesar de mudar por completo sua abordagem. Com combates maduros nos dias atuais, o jogo passa distante dos concorrentes diretos, mas apresenta uma clara evolução da franquia.

Medal-of-honor-warfighter (Foto: Medal-of-honor-warfighter)Medal of Honor Warfighter (Foto: Divulgação)

O jogo traz novamente a equipe Tier 1 no comando da ação, viajando por diversas partes do mundo no combate aos terroristas. O enredo do título é baseado em fatos reais, mesclados com ficção sempre que a vida pessoal do protagonista é abordada. Buscando se distanciar dos outros jogos do gênero, Warfighter tenta explorar a identidade dos personagens ao máximo, oferecendo informações consistentes para aproximar o jogador da história.

- World of Warcraft: Mists of Pandaria

A expansão voltada para o grandioso mundo de World of Warcraft merece o destaque de um jogo. Apresentando um novo continente e inúmeros aspectos que influenciam no universo do game, Mists of Pandaria é inspirado em ótimos filmes de artes marciais com referências à cultura chinesa.

World of Warcraft: Mists of Pandaria (Foto: Divulgação) (Foto: World of Warcraft: Mists of Pandaria (Foto: Divulgação))World of Warcraft: Mists of Pandaria (Foto: Divulgação)

Com conteúdo extremamente consistente a expansão revela novas classes e eleva o nível máximo para 90, além de oferecer novamente o contato com os Pandaren. Apesar de toda a genialidade que cerca o universo do título, alguns aspectos gráficos e de movimentação começam a apresentar sinas de cansaço.

NOVEMBRO

- Towns

Towns é mais um dos jogos que segue o estilo “Minecraft de ser” e coloca o jogador para trabalhar de verdade – e se divertir ao mesmo tempo. Apesar dos gráficos simples, o game possui uma enorme variedade de modos de construção para que você crie cidades e civilizações, e por isso mesmo é bastante interessante.

Towns (Foto: Divulgação) (Foto: Towns (Foto: Divulgação))Towns (Foto: Divulgação)

Quem não ligar para gráficos e der uma chance ao game vai ver sua qualidade no modo de criação, bem como as inúmeras opções que ele oferece para que o jogador perca seu tempo, no bom sentido, fuçando tudo que o jogo tem a oferecer.

- AirMech

Este é um game gratuito para PC que permite ao jogador controlar naves que se transformam em robôs. Ou seriam robôs que se transformam em naves? De qualquer forma, o que conta aqui é a experiência de controlar máquinas com alto calibre de destruição em um campo de batalha repleto de desafios e inimigos.

AirMech (Foto: Divulgação) (Foto: AirMech (Foto: Divulgação))AirMech (Foto: Divulgação)

As missões dentro do game são variadas e vão desde proteger armamentos e instalações militares a atacar o inimigo com toda a munição que você tiver disponível. Com o tempo, o jogador angaria experiência, o que possibilita melhorar seus robôs e ataques, tudo para ser o melhor no campo de batalha. O game possui multiplayer entre times de até quatro jogadores, além de suporte a teclado e controle tradicional de videogame ligado no PC.

- Mass Effect Trilogy

Se você é um dos jogadores que ainda não conhece a saga Mass Effect, o pacote Mass Effect Trilogy é aquele ideal para isso, já que acompanha os três games da série em uma única caixa. O bom é que, assim, será possível jogar os três de uma vez só, pagando o preço de apenas um game.

Mass Effect Trilogy (Foto: Divulgação) (Foto: Mass Effect Trilogy (Foto: Divulgação))Mass Effect Trilogy (Foto: Divulgação)

Mesmo quem já jogou e não tem mais o game pode aproveitar, já que alguns capítulos, como Mass Effect 1 e 2, incluem todos os extras lançados por download dentro do pacote. Só mesmo Mass Effect 3 fica sem os extras, mas ainda é possível comprá-los separadamente, claro.

- Sine Mora

Do mesmo criador de jogos “loucos”, como No More Heroes e Killer 7, aqui a coisa passa longe da loucura destes games e oferece uma aventura mais séria e desafiadora. Sine Mora é um daqueles jogos de nave que te lembram os games mais antigos do gênero, mas com belos gráficos e jogabilidade apurada.

Sine Mora (Foto: Divulgação) (Foto: Sine Mora (Foto: Divulgação))Sine Mora (Foto: Divulgação)

O objetivo aqui é misturar todo aquele jeito de jogos antigos de nave com as novidades que um game de nova geração pode trazer ao jogador. Sine Mora oferece um modo de história bem completo que vai deixar o participante entretido por horas. O título apresenta mais de 50 combinações de armas, o que não deixa a experiência repetitiva em nenhum momento. Não gostou da atual combinação? Basta trocar e configurar qualquer outra opção disponível para experimentar abater inimigos com mais eficiência.

- Angry Birds Star Wars

Os Angry Birds voltaram e ainda vieram com um novo tema: Star Wars! Os famosos pássaros resolveram atacar uma galáxia muito, muito distante e foram lançados com temáticas da série de George Lucas. O divertido jogo saiu em várias plataformas, inclusive PC, e agradou a todos os fãs das duas séries.

Angry Birds Star Wars recebe expansão Hoth Episode com Princesa Leia (Foto: Divulgação) (Foto: Angry Birds Star Wars recebe expansão Hoth Episode com Princesa Leia (Foto: Divulgação))Angry Birds Star Wars recebe expansão Hoth Episode com Princesa Leia (Foto: Divulgação)

A jogabilidade se manteve praticamente a mesma, mas com boas novidades inseridas a partir do capítulo Angry Birds Space, como a gravidade. Agora os personagens também possuem poderes vistos em Star Wars, como o uso da Força, sabres de luz e tiros de Blaster. O game manteve seu visual simpático e divertida trilha sonora.

- Call of Duty: Black Ops 2

Call of Duty é o rei dos jogos de tiro em primeira pessoa e Black Ops 2 retornou com este reinado, graças a uma refinada experiência de jogo de tiro e gráficos ainda mais animais para esta nova versão. O jogo agora deixou de lado sua vertente de “guerra antiga” e se focou em um futuro próximo.

Call of Duty: Black Ops 2 é o maior lançamento de entretenimento do ano (Foto: Divulgação) (Foto: Call of Duty: Black Ops 2 é o maior lançamento de entretenimento do ano (Foto: Divulgação))Call of Duty: Black Ops 2 é o maior lançamento de entretenimento do ano (Foto: Divulgação)

Os armamentos de Black Ops 2 são futuristas, como quadrodones voadores e armados, o que vai deixar os fãs felizes por se tratar de coisas bem inéditas. O multiplayer, claro, continua sendo o ponto alto da experiência. Infelizmente, a versão PC no Brasil não contou com a mesma dublagem em português vista nos consoles.

- LEGO: The Lord of the Rings

A versão LEGO de O Senhor dos Anéis também chegou ao PC e trouxe toda a diversão vista nas outras plataformas, com direito a diversos personagens jogáveis, história emocionante e, claro, uma aventura que vai durar boas horas nas mãos dos maiores fãs da saga.

LEGO Lord of the Rings (Foto: Divulgação) (Foto: LEGO Lord of the Rings (Foto: Divulgação))LEGO Lord of the Rings (Foto: Divulgação)

Apesar de não ter surpresas em relação às outras versões, LEGO Senhor dos Anéis no PC continua tão divertido e também bonito quanto nos consoles e portáteis. A alegria de rever a saga de Frodo e a Sociedade do Anel vai te fazer grudar neste game e não largar mais por um bom tempo.

- The Sims 3 Seasons

Como é costume, uma nova expansão de The Sims 3 veio para ficar, com novidades no conteúdo, nos personagens e também no sistema de jogo. Nesta nova expansão a principal novidade é o sistema de estações do ano e as variações que isso pode acarretar nos seus Sims.

The Sims 3 Seasons (Foto: Divulgação) (Foto: The Sims 3 Seasons (Foto: Divulgação))The Sims 3 Seasons (Foto: Divulgação)

Não há muitas novidades gráficas, mas temos bastante conteúdo para aqueles que já estavam cansados de jogar sempre nos mesmos cenários do The Sims 3 original ou de suas expansões já lançadas.

- PlanetSide 2

PlanetSide 2 é uma interessante proposta de jogo online de tiro em formato de massivo multiplayer. Aqui diversos jogadores se juntam em uma enorme arena para viver uma aventura sem igual. Com gráficos de babar, o game oferece uma boa oportunidade para quem estava em busca de algo diferente nos MMOs.

PlanetSide 2 (Foto: Divulgação) (Foto: PlanetSide 2 (Foto: Divulgação))PlanetSide 2 (Foto: Divulgação)

Vale avisar que PlanetSide 2 é totalmente gratuito e oferece algumas opções de pagamento para quem deseja comprar benefícios e outros elementos. Apesar disso, cabe avisar também que dá para jogar e aproveitar sem gastar nem um centavo, então a palavra de ordem é jogar e trocar bons tiros online com a galera.

- Assassin's Creed 3

A série Assassin’s Creed da Ubisoft já é um sucesso, prova disso é que mais uma versão chegou aos PCs, ainda que com certo atraso em relação aos consoles. Mesmo assim, vale a pena jogar Assassin’s Creed 3 nos computadores.

Assassin's Creed 3 (Foto: Divulgação) (Foto: Assassin's Creed 3 (Foto: Divulgação))Assassin's Creed 3 (Foto: Divulgação)

Como era de se esperar, os gráficos estão melhores no PC, além da jogabilidade ter se mantido basicamente a mesma, graças ao suporte para controles e mais alguns benefícios. A história é aquele que você já conhece, com um novo assassino no pedaço e uma aventura de tirar o fôlego.

- Scribblenauts Unlimited

Scribblenauts é uma série bem interessante, onde o jogador deve escrever o nome de algum objeto para que ele seja criado na tela. O jogo era exclusivamente de portáteis, mas em 2012 ganhou sua primeira versão para PC, expandindo os horizontes da série.

Scribblenauts Unlimited (Foto: Divulgação) (Foto: Scribblenauts Unlimited (Foto: Divulgação))Scribblenauts Unlimited (Foto: Divulgação)

O jogo no PC mantém a mesma jogabilidade básica, mas com boas surpresas nesta nova versão. O modo de criação está ainda mais complexo e é possível inserir até comandos de programação básicos nos objetos. O jogo se beneficia no PC com o uso do teclado para escrever as palavras.

- Baldur’s Gate: Enhanced Edition

Um clássico absoluto em termos de RPG para PC, o título retorna com uma versão melhorada na mesma plataforma onde foi sucesso. O game é o mesmo que você conheceu quando foi lançado originalmente, mas com novidades que incluem personagens, missões e mapas inéditos.

Clássico de RPG retorna agora em 2012 (Imagem: Divulgação) (Foto: Clássico de RPG retorna agora em 2012 (Imagem: Divulgação))Clássico de RPG retorna agora em 2012 (Foto: Divulgação)

Uma das personagens, Neera, é uma poderosa maga que vai fazer toda a diferença em seu grupo. Uma bela surpresa para aqueles que jogaram o original e querem reviver a aventura com novidades. Não espere, porém, por gráficos novos, já que a ideia é fazer uma repaginada, e não um remake do original.

DEZEMBRO

- Far Cry 3

Este pode ser considerado um dos melhores jogos do ano e isso não é pouco. O jogo de tiro em primeira pessoa roubou a atenção de todos quando foi lançado, no início de dezembro, graças a gráficos de primeira e uma aventura surpreendente, que te leva aos limites do ser humano como nunca antes visto.

Far Cry 3 (Foto: Divulgação) (Foto: Far Cry 3 (Foto: Divulgação))Far Cry 3 (Foto: Divulgação)

No PC o jogo também não fez feio e graças ao poder das máquinas com placas de vídeo de última geração o game ficou ainda mais belo do que nos consoles, com uma série de efeitos na maravilhosa ilha paradisíaca onde se passa a aventura. Uma excelente pedida para aqueles que curtem o gênero.

- Forge

Com boas doses de violência, a história envolve a revolta de um deus milenar que despertou com sede de vingança e, obviamente, o jogador que controla um herói capaz de deter este “fim do mundo” iminente.

Forge (Foto: Divulgação) (Foto: Forge (Foto: Divulgação))Forge (Foto: Divulgação)

O game tem ambientação medieval e o jogador pode utilizar uma variedade de armas, incluindo espadas e escudos, além de um arco e flecha poderoso. O título é um dos poucos exclusivos de PC lançados no final do ano e não fez feio na plataforma.

- Dead Pixels

Dead Pixels é um game com estilo gráfico retrô que agrada por um simples motivo: zumbis. Como sabemos, os zumbis estão na moda e dar tiro em alguns está ainda mais na moda, e com Dead Pixels isso é possível de forma divertida e descompromissada.

Dead Pixels (Foto: Divulgação) (Foto: Dead Pixels (Foto: Divulgação))Dead Pixels (Foto: Divulgação)

O game foi lançado em formato digital, o que facilita sua aquisição, e talvez por isso tenha angariado algum sucesso entre os fãs do gênero. A ordem principal é sair atirando em todos os zumbis que aparecerem pela frente – e acredite, serão muitos.

- Karateka

O clássico jogo de PC, criado pelo mesmo autor de Prince of Persia, voltou com tudo em 2012, com direito a gráficos renovados e ainda mais: um controle totalmente revisto, com uma forma de jogar que lembra o título clássico, mesmo que seja um título inédito.

O novo visual do clássico Karateka (Foto: Divulgação) (Foto: O novo visual do clássico Karateka (Foto: Divulgação))O novo visual do clássico Karateka (Foto: Divulgação)

O novo Karateka agradou aos fãs do clássico, principalmente por ter sido recriado por seu autor original. O game não fez feio no quesito gráficos e seu desafio lembra muito o mesmo alto desafio encontrado nos games de antigamente.

- Street Fighter X Mega Man

Quase no final do ano a Capcom resolveu surpreender ao anunciar Street Fighter X Mega Man, uma bela homenagem para duas de suas séries que completaram 25 anos no ano de 2012. Nesta nova aventura, Mega Man encara robôs maléficos que têm aparências idênticas aos lutadores de Street Fighter.

Street Fighter X Mega Man (Foto: Divulgação) (Foto: Street Fighter X Mega Man (Foto: Divulgação))Street Fighter X Mega Man (Foto: Divulgação)

Os gráficos são todos em 8-bit, lembrando os primeiros jogos da série Mega Man. Os lutadores de Street Fighter, entre eles Ryu, Chun-Li e Dhalsim, também aparecem neste formato pela primeira vez em um jogo, tornando a homenagem ainda mais justa.

Confira a lista de jogos para PC lançados no primeiro semestre de 2012.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares