Lançadores e buscadores

31/01/2013 07h00 - Atualizado em 01/09/2016 15h15

Fundador da Atari fala do futuro dos games e revela: 'Steve Jobs cheirava mal'

Nick Ellis
por
Da Campus Party

O fundador da Atari, Nolan Bushnell subiu ao palco principal da Campus Party para contar sua história, que se confunde com a dos videogames, além de sua relação com Steve Jobs, de quem foi o primeiro e único patrão, além de sua expectativa para o futuro dos games. Bushnell começou a conversa lembrando do primeiro videogame que desenvolveu, o Computer Space, criado em 1970 e considerado o primeiro jogo arcade com moedas da história. Em 1972, Bushnell fundou a Atari e lançou o Pong, um arcade que fez muito sucesso no mundo inteiro.

Confira a galeria de fotos da Campus Party 2013 no TechTudo

O fundador da Atari fez uma palestra muito interessante na Campus Party (Foto: Nick Ellis/TechTudo)O fundador da Atari fez uma palestra muito interessante na Campus Party (Foto: Nick Ellis/TechTudo)

Em 1977, a Atari lançou o seu primeiro console portátil, o Atari VCS 2600, que só tinha 128 bytes de memória. “Quando começamos a desenvolver o hardware, pensamos que o número total de games que nós conseguiríamos programar para ele era de 16 jogos. Decidimos chamá-lo de 2600 na esperança de, talvez chegar a 26 jogos. Quatro anos depois, haviam mais de 350 jogos disponíveis, e acho que no final foram bem mais de 500”, conta Bushnell.

Steve Jobs

“Eu tive um bom amigo e empregado chamado Steve Jobs. Uma vez ele me ofereceu um terço da Apple Computer por 50 mil dólares, e eu recusei. Achei que abrir uma rede de pizzarias com videogames era uma idéia melhor”, conta, se referindo a Chuck E. Cheese.

“Muitas pessoas me perguntam sobre Jobs e Wozniak. Em primeiro lugar é preciso dizer que os dois tinham um tremendo senso de diversão, um grande entusiasmo. Os dois sabiam que a criatividade e diversão são muito importantes. Uma coisa fundamental na sua vida é lembrar de uma coisa: você não deve crescer nunca. Quando você cresce, você perde a criatividade.”

Nolan Bushnell fala sobre a dupla Steve Jobs e Steve Wozniak (Foto: Nick Ellis/TechTudo)Nolan Bushnell fala sobre a dupla Steve Jobs e Steve Wozniak (Foto: Nick Ellis/TechTudo)

Uma das características que fizeram Steve Jobs obter tanto sucesso é que ele era muito trabalhador. Não existem muitos empregados que você vai encontrar embaixo da mesa dormindo em uma segunda-feira pela manhã depois de passar o fim de semana trabalhando. Ele cheirava mal? Sim, mas só porque o escritório não tinha chuveiros, e isto é o que acontece depois de três dias sem tomar banho”, conta Nolan. Steve Wozniak nunca foi empregado da Atari, mas era grande amigo de Steve Jobs. “Eu ficava feliz, pois tinha dois funcionários pelo preço de um”.

“Uma vez eu disse a Steve, se você tiver uma idéia e 99% das pessoas acharem que esta idéia é maluca, e só 1% disser que é uma boa idéia, e este 1% for você, siga adiante. As coisas que parecem malucas, são as coisas que devem ser feitas”, disse Bushnell. Quanto mais revolucionária for uma idéia, menos pessoas vão entendê-la”.

“Entusiasmo, criatividade e otimismo vão moldar o futuro, e se você encarar as coisas desta forma, irá prosperar. Você pode ser perguntar, como ficar entusiasmado com um emprego ruim, fazendo coisas chatas, para voltar para casa para uma mulher chata... Tudo pode ser mudado”, conta Bushnell. “Se você se enganar e se convencer de que é feliz, você acaba convencendo a si mesmo.

Bushnell vai lançar em breve um livro inspirado em Steve Jobs, “Finding The Next Steve Jobs”, onde dá conselhos para empreendedores saberem reconhecer talentos na hora de contratar seus funcionários. “Eu nunca liguei se algum dos meus empregados se formaram ou não. Eu os contratava pelos seus hobbys, sua intensidade. Steve Jobs nunca se formou, assim como Bill Gates.”

Nolan conta que o eventual fracasso faz parte do negócio, o segredo é aprender com ele. “O importante para mim é agir. As pessoas que fazem algo são consideradas criativas. Também não é importante tentar criar algo perfeito na primeira tentativa, e sim ir aperfeiçoando aos poucos”, ensina. 

Games e consoles

Depois de lembrar de Steve Jobs, Bushnell voltou a falar do futuro, citando os novos óculos 3D que permitem que você jogue em realidade virtual sem ficar enjoado, além do projeto Google Glass. Ele também citou o projeto Virsix, onde o jogador entra em 7 quartos conectados, cada um com uma parte da história.

Nolan Bushnell falando sobre o projeto Virsix (Foto: André Fogaça)Nolan Bushnell falando sobre o projeto Virsix (Foto: André Fogaça)

Ele não acredita que o mercado de consoles vá morrer, mas aponta um declínio. “O Xbox e o PS3 deverão continuar por muito tempo ainda, mas não acho que os consoles façam mais tanto sentido hoje em dia. É mais fácil ter um computador poderoso para jogar os melhores games”, avalia.

“Os consoles são menos importantes para mim do que os jogos. Existem alguns jogos que marcaram época, como Tetris, Doom, o primeiro Halo, Command and Conquer. Portal é o meu jogo favorito do momento, e também não posso esquecer de Minecraft! Quando você olha para este game pela primeira vez é impossível não pensar, o que é isso? Aos poucos o jogo suga o seu cérebro, e você percebe que existe algo de especial. Os caras malvados vem de noite, e isso é assustador.”

Educação

O criador do Atari 2600 acredita que os jogos podem ajudar a educar as pessoas de forma mais rápida, e tem um projeto para isto, o Brainrush Learn Faster. “Os videogames ensinam mais rápido do que qualquer mídia já inventada. Em 5 anos poderemos ensinar até 10 vezes mais rápido”, acredita.

Nolan Bushnell foi aplaudido de pé pelos campuseiros  (Foto: André Fogaça)Nolan Bushnell foi aplaudido de pé pelos campuseiros (Foto: André Fogaça)

Outro projeto de Bushnell ligado a educação é o Xaporia Studios, uma combinação entre um estúdio de games e uma universidade de games, que ele pretende lançar no Brasil em até dois anos. “Até agora o Brasil é reconhecido por uma mulher com frutas no cabelo, acho que podemos fazer melhor do que isto, não é? Eu quero ver jogos brasileiros sendo lançados e fazendo sucesso no mercado. Conversei com desenvolvedores de jogos que estão interessados em ensinar no Brasil, então estou muito otimista.”, disse Bushnell.

No final da sua apresentação, Bushnell respondeu a inevitável pergunta sobre o pedido de falência da Atari. “É muito importante para limpar a Atari. Nos últimos dez anos, ela está uma bagunça, assim como a Infogrames. Eles compram empresa depois de empresa, mas não mantêm os funcionários trabalhando. Esta não é uma boa maneira de fazer negócios. Com o pedido de falência, a Atari se livra da parceira francesa e pode se reerguer sozinha.”

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Velho Madruga
    2013-02-01T07:14:03

    Bushnell é um dos 15 caras mais importantes da história da tecnologia! Atari rulz!

  • Dylan Nascimento
    2013-01-31T21:10:57

    Nossa, eu devia ter assistido a palestra... Devia ter ido para a Campus Party com o filho do meu padrinho... =/ Ele está lá divulgando o minescraft ,um dos maiores sites de locação de servidores de minecraft do Brasil, pelo que ele me disse :)