Computadores

30/01/2013 12h09 - Atualizado em 30/01/2013 12h09

Supercomputador criado com mais de um milhão de núcleos bate recorde

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A Universidade de Stanford, nos EUA, ultrapassou a marca de 1 milhão de cores de processamento em um supercomputador. O IBM Blue Gene/Q Sequoia suporta exatos 1.572.864 núcleos de processadores, que funcionam em conjunto com 1.6 petabytes de memória. A supermáquina é usada para simulações complexas do comportamento dos fluídos e os dados são muito úteis para a indústria aeronáutica.

Supercomputador IBM Blue Gene/Q Sequoia quebrou recorde  (Foto: Reprodução)Supercomputador IBM Blue Gene/Q Sequoia quebrou recorde (Foto: Reprodução/ExtremeTech)

Uma das principais aplicações do volume de informações colhidas a cada simulação do supercomputador é fornecer subsídios a engenheiros para que eles criem motores de aeronaves mais silenciosos. Como as turbinas de aviões atuais funcionam, basicamente, sugando e expulsando ar, que é um fluído, os dados extremamente precisos permitem que novos designs e aprimoramentos nas turbinas sejam testadas dentro do computador. Assim, não há a necessidade de desenvolver protótipos. Além disso, vale lembrar que não é possível entrar dentro de uma turbina para vê-la em funcionamento.

Pesquisadores resolveram problema causado por grande volume de dados

Em termos de computação, há uma tendência a achar que mais é melhor. Mais memória, mais núcleos, mais processadores tenderiam a aumentar a capacidade de um sistema. Contudo, quando se fala na casa do milhão e meio de núcleos de processamentos, problemas começam a mostrar que, nem sempre, muito mais é melhor.

Supercomputadores funcionam quebrando porções matemáticas de problemas complexos. Cada pedaço dos cálculos pesados realizados pela máquina é endereçado a um grupo de processadores, que computa os dados e entrega os resultados no dispositivo de saída. Esse princípio faz com que soe natural que o supercomputador com 1,5 milhão de processadores seja melhor do que aquele com 500 mil.

No entanto, até o IBM Blue Gene/Q Sequoia de Stanford ser desenvolvido, havia um problema: surgia um gargalo de dados quando o computador chegava a um valor próximo de 1 milhão de processadores. Tantos núcleos funcionando a altas velocidades geravam um volume de dados tão grande que o sistema chegava a um bloqueio. Isso acontecia porque os softwares que operavam máquinas com milhões de núcleos não eram refinados o suficiente para dar vazão a tanta informação.

Em Stanford, esse problema foi resolvido com uma complexa reengenharia diretamente no código do software e no processamento dos dados. O resultado proposto foi o CharLES, um tipo de sistema operacional, digamos assim, capaz de aproveitar todo o poderio dos 1,5 milhões de cores do supercomputador.

Tem alguma dúvida sobre processador? Entre no Fórum do TechTudo!

Via Extreme Tech

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Sonia Witiuk
    2013-02-06T08:46:50

    Será quesistema operacional Z/os ou talves VSE/ESA ,acho bcos no Brasil irá comprear em breve !

  • HERINGTON MAULAZ
    2013-02-02T07:29:12

    Isso não é nada! Conheço um supercomputador com aproximadamente 100 bilhões de núcleos.

  • Allan Silva
    2013-01-31T11:16:17

    Será que roda CS??

  • Manoel Lemes
    2013-01-30T22:17:10

    Preciso de um desses pra jogar kkkkk

  • William Tamburi
    2013-01-30T17:07:56

    Sério? "entrar dentro de uma turbina para vê-la em funcionamento". Mas será possivel 'entrar fora' né? Estagiários...

  • William Tamburi
    2013-01-30T17:06:07

    Ainda verei o dia que esse poder de processamento estará na palma de nossa mão. O primeiro computador que usei tinha memória em KB o HD tinha menor capacidade que um CD... :-)

  • Japonesaichi
    2013-01-30T16:00:48

    Será que roda o Excel? Meu i5 tá tão lento que estou pensando em trocar por este.

  • Jorge Cardoso
    2013-01-30T14:06:30

    Ta ai um computador que roda crysis 3 no very high

  • Gilberto Silva
    2013-01-30T12:26:42

    Ah!! que saudades do meu DX-66 , isto sim que era máquina.

  • Diego Policarpo
    2013-01-31T08:38:48  

    Roda o Windows XP?

    recentes

    populares

    • Diego Policarpo
      2013-01-31T08:38:48  

      Não, como todo supercomputador que se preze, roda Linux, o Red Hat Enterprise Linux.