26/02/2013 15h45 - Atualizado em 26/02/2013 15h45

Garoto de 13 anos gerencia startup de games para smartphones

Marcos Nepomuceno
por
Para o TechTudo

A maioria das crianças que já nasceram na era digital usam celulares e outros gadgets portáteis para se divertir. Mas o menino Jordan Casey achou que seria mais divertido desenvolver os games do que simplesmente jogá-los. Aos 13 anos, o garoto já é a mente criativa de uma startup promissora, a Casey Games.

Jordan Casey, aos 13 anos, já faz sucesso com sua startup de games portáteis (Foto: Reprodução/JWT)Jordan Casey, aos 13 anos, já faz sucesso com sua startup de games portáteis (Foto: Reprodução/JWT)

Quatro anos atrás, Jordan, que vive em Waterford, na Irlanda, aprendeu sozinho a linguagem de programação de computadores lendo livros, assistindo vídeos e participando de fóruns na internet. Dois anos depois, fez a mesma coisa para entender como se criava jogos eletrônicos.

Sua primeira criação foi o jogo “Alien Ball”, que logo depois ganhou uma versão para iPhone, chamada “Alien Ball vs. Humans”. Essa foi sua estreia comercial e ainda hoje é seu título mais baixado, tendo ficado por algum tempo no topo do ranking de downloads da Apple Store irlandesa, em 2012.

Ainda no ano passado, durante sua participação no Festival de Cannes, Jordan ganhou um concurso realizado pela agência brasileira Fabrica para desenvolver um aplicativo especial de dia das crianças, batizado de “Save The Day”. Além de Cannes, Jordan vem participando de eventos de peso como o TEDx, o que já o faz ser visto como menino prodígio.

Por causa da idade, Jordan ainda não pode assumir seu próprio negócio oficialmente. Seus pais o ajudam na parte burocrática como diretores da empresa, a Casey Games. “A gente tenta manter o equilíbrio entre essa empreitada e o fato de ele ainda estudar, sua idade. Uma vez que o dever de casa está feito, ficamos felizes de vê-lo se divertir e produzir ao mesmo tempo”, conta a mãe de Jordan, Louise Casey.

O que se deve fazer para se tornar um programador? Confira as dicas dos usuários no Fórum!

Com os pés no chão, Jordan garante que não vai largar os estudos e já pensa alto. “Ainda sou muito novo para ter meu próprio escritório, então é melhor não crescer muito os negócios. Mas quando estiver mais velho, quero expandir. Meu objetivo é criar a mais divertida empresa e com jogos de qualidade do mercado”.

Via Venture Beat

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Emerson Santos
    2013-02-26T17:22:49

    Em paises com governos serios , os alunos alem de terem boas escolas tem acesso facil a importacao de livros estrangeiros sem contar com o acesso a informatica de ultima geracao... O futuro sera ditado pela tecnologia , nossas criancas contudo so conhecem facebook . Nao vejo nada demais um guri num pais desses fazer essas coisas , se pudessemos ter aqui as mesmas condicoes que ele tem no pais dele ... ai seriamos nos a aparecer nas noticias.

  • Alexandre Moreira
    2013-02-26T16:45:58

    obrigado galera!

  • Tiago Vaz
    2013-02-26T16:21:48

    só jogo chato.

  • Cleyton Senna
    2013-02-26T16:17:30

    O nerd de hj é o cara rico de amanhã...

  • Danilo Abelvolks
    2013-02-26T17:28:22  

    lá não tem funk por isso!..

    recentes

    populares

    • Danilo Abelvolks
      2013-02-26T17:28:22  

      Prevejo um bombardeio de funkeiros no teu comentário!

  • Aline Silva
    2013-02-26T16:49:25  

    Só podia ser da Gryffindor *_*

    recentes

    populares

    • Aline Silva
      2013-02-26T16:49:25  

      10 pontos para Grifinória!

    recentes

    populares

    • Aline Silva
      2013-02-26T16:49:25  

      Rony ?? é ele mesmo??? kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk