Sistemas Operacionais

05/02/2013 09h59 - Atualizado em 17/02/2014 12h35

Google oferece US$ 3,14 milhões para quem quebrar segurança do Chrome OS

André Fogaça
por
Para o TechTudo

O Google costuma oferecer uma recompensa em dinheiro para qualquer usuário capaz de romper a segurança de seu navegador, o Google Chrome. Desta vez, o gigante das buscas decidiu investir US$ 3,14 milhões – aproximadamente R$ 6,24 milhões – na segurança do seu sistema operacional, o Chrome OS. O valor será destinado para o concurso Pwnium, que acontece em Vancouver, Canadá, em março.

Novo Chromebook tem boa performance e preço baixo (Foto: Divulgação) (Foto: Novo Chromebook tem boa performance e preço baixo (Foto: Divulgação))Chrome OS está disponível em alguns notebooks(Foto: Divulgação)

O prêmio, que é a representação do número pi (3,14159…), não será entregue integralmente para apenas uma pessoa que provar a existência de falhas no sistema operacional que funciona em alguns notebooks. Cada problema temporário encontrado paga US$ 110 mil, cerca de R$ 218.700. Já falhas que afetam o sistema, mesmo depois de sua reinicialização, darão ao hacker US$ 150 mil (aproximadamente R$ 300 mil). Todo o processo deve ser provado em um notebook Samsung 550, com conexão apenas via WiFi.

Este valor pode soar bastante elevado, mas a quantia paga para cada usuário que irá trabalhar para deixar o sistema mais seguro compensa para o Google. Além disso, com este prêmio, é muito mais provável que o usuário não espalhe a notícia da falha, antes de sua solução.

O Google conta com um setor responsável pela segurança de todos os seus produtos, mas com usuários externos também trabalhando com grande empenho, o sistema operacional se torna mais seguro. Este é um fator importante para a adoção do produto pelo consumidor final.

Via Neowin

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Flávio Souza
    2013-02-06T10:53:54  

    Eles não aprenderam a lição!!! Quando lançaram o Chrome Browser, disseram que não tinha brechas. Hackers foram lá e descobriram algumas. Agora acham que o Chrome OS não tem brechas? Vão ter de pagar 6 milhões rapidinho. Detalhe sou usuário Linux faz 12 anos e não vivo em um mundo de fantasias achando que não existem vírus para Linux, muito menos acho que ele seja impenetrável. É mais difícil de acontecer, mas não é impossível.

    recentes

    populares

    • Flávio Souza
      2013-02-06T10:53:54  

      Acho que você não leu a notícia né, Flávio Souza. Não fique só com a manchete sensacionalista e entenderá.