Jogos de aventura

28/02/2013 08h05 - Atualizado em 28/02/2013 08h05

GTA completa 15 anos, relembre o polêmico clássico

Felipe Vinha
por
Para o TechTudo

A famosa série GTA (Grand Theft Auto) completa 15 anos nas Américas em fevereiro. O controverso game da produtora Rockstar foi lançado em 1998 nos Estados Unidos e pegou muita gente de surpresa. Afinal, jogos que permitiam praticar roubos de carros, agressões a pedestres e ser um legítimo fora da lei não eram comuns na época.

Primeiro GTA completa 15 anos (Foto: Reprodução)Primeiro GTA completa 15 anos (Foto: Reprodução)

A verdade é que GTA quebrou barreiras desde seu primeiro título. A série estreou um gênero próprio e mostrou que sabe se reinventar a cada novo capítulo. Enquanto o primeiro título inaugurou, de certa forma, o “gênero sandbox”, como o conhecemos hoje, os capítulos seguintes expandiram este conceito.

Liberdade em todos os momentos

O conceito de liberdade, marca registrada da franquia, já era uma das bases primordiais desde o primeiro GTA. O jogador tinha a possibilidade de fazer o que bem desejasse – seguindo a história do jogo ou apenas explorando a grande cidade que lhe servia de cenário. A ampla noção de causa e consequência trazia uma experiência bastante viciante, incitando a curiosidade dos jogadores.

"O que vai acontecer se eu fizer isso?". Esse tipo de dúvida mantinha o jogo interessante por horas e horas, despertando a necessidade de testar as regras e forçar os limites do game. Se roubar carros e atirar em pedestres acionava a polícia, que tal confrontá-la ao invés de simplesmente fugir? Se existe um mapa explorável, por que não atravessá-lo de um lado ao outro de carro? Desta forma, GTA ajudou a modificar a maneira com que os jogadores interagiam com os games, inspirando mudanças em diversos outros gêneros a partir de então.

GTA e sua perseguição policial (Foto: Reprodução)GTA e sua perseguição policial (Foto: Reprodução)

Um histórico polêmico

Prova da força que a liberdade tinha era que problemas na jogabilidade, história ou gráficos pouco importavam para o público. O conceito de poder ser um ladrão de carros, um fugitivo da polícia e viver perigosamente era o que interessava de verdade. Afinal, fazer isso na vida real é proibido, mas quem vai te impedir em um mundo virtual e sem limites?

Como não poderia ser diferente, o jogo gerou uma série de polêmicas ao longo dos anos e algumas se estendem até hoje. O ex-advogado norte-americano Jack Thompson, por exemplo, é uma figura bem conhecida pelos fãs da série por causa de sua interminável cruzada contra GTA, sempre alegando o quão prejudicial é o game.

GTA tinha gráficos simples, mas agradava (Foto: Reprodução/MobyGames)GTA tinha gráficos simples, mas agradava (Foto: Reprodução/MobyGames)

Desenvolvimento demorado

Inicialmente batizado de Race and Chase, o jogo começou a ser desenvolvido em 1995, quase 20 anos atrás. O projeto já envolvia perseguições de carro, mas ainda sem o ambiente de mundo aberto. Com o tempo, o nome mudou e a ideia também.

Apenas um ano depois, já em 1996, Grand Theft Auto havia recebido um novo nome e sua proposta polêmica estava definida, ainda que não tenha sido lançado de imediato. Seus idealizadores, os irmãos Dan e Sam Houser, resolveram ter um tempo extra de “polimento”, para que o jogo fosse lançado de forma perfeita.

Há divergências sobre a data de lançamento do jogo. Enquanto a produtora Rockstar Games alega que ele chegou às prateleiras em outubro de 1997, os sites GameSpot e IGN datam o lançamento em fevereiro e março de 1998, respectivamente. De qualquer forma, o game já se tornou um grande clássico e merece nossa devida homenagem.

Até hoje essa tela aterroriza os fãs (Foto: Reprodução/GameSpot)GTA demorou para ser lançado, mas fez história no mundo dos games (Foto: Reprodução/GameSpot)

Inspirações mil

Até hoje GTA é alvo de inspiração para outros jogos. Recentemente, o game Retro City Rampage, lançado para PC e PS3, trouxeum  forte apelo e semelhança ao primeiro jogo da série da Rockstar – até mesmo no visual “das antigas” e na jogabilidade, com a câmera vista de cima.

Mesmo dentro da Rockstar, a série GTA continua servindo como parâmetro para gerar outros títulos. Além das óbvias sequências – GTA San Andeas, GTA 4, GTA 5 e por aí vai -, a saga deu origem a jogos diferentes, mas que seguem jogabilidade e conceito bem parecidos, como Red Dead Redemption e Bully.

Após inúmeras sequências, polêmicas e inovações, o primeiro GTA ainda é lembrado pela legião de fãs conquistada ao longo dos anos. O jogo merece ter sua importância reconhecida e seu lugar garantido entre os grandes clássicos dos games.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Raul Bittencourt
    2013-02-28T10:38:13  

    navarone bigscore livelong

    recentes

    populares

    • Raul Bittencourt
      2013-02-28T10:38:13  

      Arma, dinheiro e vida

  • Laerte Renck
    2013-02-28T08:28:42  

    Gosto muito de GTA, mas essa câmera dos GTAs de PS1 era muito tosca, se era para jogar um jogo desse tipo no PS1 eu optava pelo Driver 1 e o 2, mas quando chegou no PS2 se tornou realmente uma grande franquia.

    recentes

    populares

    • Laerte Renck
      2013-02-28T08:28:42  

      Driver sempre foi lixo!

    recentes

    populares

    • Laerte Renck
      2013-02-28T08:28:42  

      concordo com o Laerte. não era à toa que driver fazia mais sucesso na época

  • Mengaço
    2013-04-28T22:08:38

    Comecei a jogar desde o 1 e sempre adorei o game ... ainda dá saudosismo quando vejo estas imagens ... o fato de quererem proibi-lo tornou o GTA uma lenda.

  • Augusto Ribeiro
    2013-02-28T14:38:15

    Legais demais. Joguei muito! Possuem valor! "Respect is everything!" Hehehehe!

  • Amauri Silva
    2013-02-28T11:07:46

    o mais engraçado desse jogo era quando matava os bonecos eles voavam batiam na tela da tv kkkkk