Placas

01/02/2013 12h45 - Atualizado em 01/02/2013 12h45

Misteriosa GeForce Titan teria mais capacidade do que GTX 690 dual-gpu

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

Alguns rumores pela Internet indicam que a Nvidia pretende lançar uma placa de vídeo. Chamada de Titan, a placa teria poder de processamento superior ao encontrado na GTX 690, placa com duas GPUs e, atualmente, a mais rápida do mundo.

Captura de tela comprovaria o desempenho assombroso da Titan (Foto: Reprodução)Captura de tela comprovaria o desempenho assombroso da Titan (Foto: Reprodução/WCCF Tech)

Quem garante esse vigor impressionante da placa não é nem mesmo a Nvidia, que ainda não se manifestou sobre o assunto. O site WCCFTech garante ter entrado em contato com uma fonte que teve acesso à placa e informou seus resultados em testes de benchmark: a placa simplesmente superou a GTX 690. No 3DMark 11, no teste Extreme Mode, a Titan teria batido a casa dos 7107 pontos, ao passo que, normalmente, uma GTX 690 vai a 6000, no máximo.

A Titan viria ao mercado em uma série para lá de exclusiva, custando cerca de US$ 800 ou US$ 900, aproximadamente R$ 1800 na cotação de 31/01. De tão exclusiva, comenta-se que a série seria fabricada pela própria Nvidia, e não pelos seus parceiros (Zotac, MSI, Asus e EVGA, etc). Quando as primeiras informações sobre a placa surgiram, no fim de 2012, acreditava-se que era uma edição limitada de placas com GPUs GK110, que são montadas nas Tesla K20, usadas pela Nvidia em produtos destinados a supercomputadores.

Atualmente, a informação é de que, na verdade, a Titan será baseada em um design ainda em desenvolvimento pela Nvidia, e que substituiria as placas de vídeo atuais, desenhadas com GPUs Kepler. A próxima geração de placas de vídeo só deverá ser lançada no fim de 2013.

Tem alguma dúvida sobre placa de vídeo? Participe do Fórum do TechTudo!

Via Softpedia

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares