Fabricantes

26/04/2013 07h00 - Atualizado em 26/04/2013 16h28

IBM desenvolve painel capaz de concentrar a energia de 2 mil sóis

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A IBM está trabalhando em uma tecnologia que promete criar painéis fotovoltaicos capazes de concentrar a energia de 2 mil sóis. Os modelos teriam eficiência de 80% na geração de eletricidade e, curiosamente, seriam capazes de produzir água potável em pequenas quantidades.

Tecnologia barata pode levar a uma nova geração de usinas solares de alta eficiência (Foto: Reprodução)Tecnologia barata pode levar a uma nova geração de usinas solares de alta eficiência (Foto: Reprodução/Extreme Tech)

Em essência, o HCPVT (sigla, em inglês, para Sistema Fotovoltaico de Alta Concentração Térmica) é um enorme espelho em formato parabólico. Ele segue o movimento do sol pelo céu ao longo do dia e concentra a luz do astro em um ponto central, onde pequenos painéis fotovoltaicos geram eletricidade. A principal diferença em relação aos modelos tradicionais está no fato de que os painéis usados pela companhia norte-americana conseguem aproveitar a energia de três comprimentos de onda diferentes, aproveitando não apenas a radiação da luz visível.

A concentração da energia de 2 mil sóis em um ponto relativamente pequeno tenda a causar o  derretimento deste local. Para evitar que as células solares sejam destruídas pelo calor, a IBM criou um sistema de arrefecimento específico, para permitir que os painéis operem mesmo em altas temperaturas. A tecnologia usada, a Aquasar, foi adaptada dos supercomputadores da empresa.

O Aquasar funciona como um sistema de radiadores que circulam chips ou, neste caso, painéis voltaicos. Os microfilamentos por onde a água escorre são inspirados na maneira ordenada pela qual o sistema circulatório humano se distribui pelo organismo. A refrigeração deu tão certo que é capaz de recuperar 50% de calor, o que leva a eficiência do HCPVT à casa dos 80%.

Mais do que isso: ao usar água do mar para o resfriamento, por exemplo, é possível dessanilizá-la, gerando um produto final potável. Ao circular pelos painéis solares, a água sobe a 90º e, depois, por membranas capazes de remover o sal. De acordo com a IBM, cada metro quadrado de painel solar é capaz de produzir entre 30 L ou 40 L. Uma grande instalação de antenas em uma região árida poderia produzir líquido suficiente para saciar a sede de uma pequena cidade.

Não bastassem todas as vantagens da tecnologia HCPVT, a tecnologia desenvolvida teria custo suficientemente baixo para ser uma opção viável para novas instalações de usinas solares. Segundo a empresa norte-americana, todo o projeto foi orientado para usar materiais comuns, como espelhos simples e concreto.

Tem dúvidas sobre tecnologia? Pergunte no Fórum do TechTudo!

Via Extreme Tech

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Yuri Almeida
    2013-05-01T12:24:10

    Jaime, quando fala-se em "concentração de energia de 2000 sóis", considera-se a energia térmica perdida na distância aqui do sol à Terra. Lógico que NO sol a temperatura derreteria tudo, mas aqui na Terra estamos sujeitos ao mesmo sol e nem por isso tudo é fluido. O que compreende-se no texto, é que o novo sistema aumenta incidência de energia proveniente do sol para a placa (ou seja, aqui na terra) na ordem de 2000 vezes. Abraço.

  • Anndrey Francys
    2013-04-29T00:35:29

    Maravilhoso. E eu pensando que a IBM não fazia nada.

  • Caio Faria
    2013-04-26T10:57:34

    Grande salto tecnológico, a "produção" de energia solar vai ficando cada vez mais viável

  • Jaime Pinheiro
    2013-04-26T08:03:59  

    Filipe Garrett, você nunca freqüentou o segundo grau/ensino médio? Meu Deus, vejam esta frase: "A concentração da energia de 2 mil sóis em um ponto relativamente pequeno está PODE causar o derretimento deste local" Cara, nenhum elemento químico fica no estado líquido ou sólido em um único sol e você diz que 2 mil sóis em um ponto pequeno PODE causar derretimento. Você alguma vez esteve em uma aula de física?

    recentes

    populares

    • Jaime Pinheiro
      2013-04-26T08:03:59  

      Jaime, não quero causar polêmicas, mas discordo de você. Primeiro, baseado na física, você sabe que a energia existe em diversas formas. Ele não disse que essa energia dos 2 mil sóis é térmica. No caso de energia elétrica, por exemplo, poderia, sim, ser concentrada em um unico ponto. Além disso, não foi afirmado que essa energia "pode", mas sim que tende ao derretimento, provando que esse fenomeno é esperado. Se a energia fosse térmica, sequer poderia ser dimensionada a 2 mil sóis, visto que um único sol ultrapassa, na supefície, de milhões de gráus Celsius.