09/05/2013 15h49 - Atualizado em 09/05/2013 15h50

Computadores da Estação Espacial Internacional passam a rodar Linux Debian

Filipe Garrett
por
Para o TechTudo

A Nasa decidiu abandonar o uso do Windows nos computadores da Estação Espacial Internacional, depois de muitos anos trabalhando com o sistema operacional da Microsoft  A partir de agora, as máquinas usadas no EEI operam o Debian, uma das mais conhecidas distribuições do Linux. Além da mudança na Estação, o R2, robô humanoide da agência espacial, vai ao espaço rodando Linux.

Facilidade de customização do Linux seduziu a Nasa (Foto: Reprodução)Facilidade de customização do Linux seduziu a Nasa (Foto: Divulgação/Nasa)

Keith Chuvala, responsável pelos sistemas de computador da Estação Espacial Internacional, explicou ao site ZDNet que a mudança de sistema operacional nos computadores em órbita se deu pelas necessidades da Nasa em encontrar algo mais estável e fácil de modificar. “Migramos funções-chave do Windows para o Linux, porque precisamos de um SO estável e confiável", explicou. Segundo ele, a ideia é ter um sistema que permita que controle total: "Se precisarmos corrigir algo, basta que adaptemos e façamos nossos consertos”.

Por ser uma plataforma completamente aberta, o Debian (e qualquer outra baseada em Linux), permite que seus usuários façam modificações em seu código-fonte. Em resumo, desde que se tenha a habilidade necessária, é possível usá-lo como base para criar um sistema operacional que se adeque às suas necessidades.

A versão do Debian que foi para o espaço é a 6 - a edição 7 foi lançada no último domingo (5). De acordo com a Nasa, esta variante do sistema tem estabilidade e confiabilidade comprovadas para não dar sustos nas equipes que coordenam o trabalho da Estação Espacial. Ao longo dos anos, embora os computadores em órbita rodassem Windows, a EEI operou distribuições Linux (como a Scientific Linux) nas máquinas que da Terra se comunicam com o laboratório em órbita.

Além dos laptops dos astronautas, o Linux foi escolhido para rodar no R2, o robonauta da agência espacial norte-americana. Ele foi criado para realizar tarefas extremamente perigosas ou aquelas consideradas muito entediantes pelos astronautas.

Tem dúvidas sobre tecnologia? Pergunte no Fórum do TechTudo!

Via ZDNet

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Zebuce
    2013-05-10T11:17:04  

    a vovó em casa que só precisa acessar o e-mail, o cliente da empresa e 99% de usuários não precisam da dor de cabeça do linux, mas obrigado pela informação.

    recentes

    populares

    • Zebuce
      2013-05-10T11:17:04  

      Dor de cabeça? O Linux é mais fácil em tudo, mais fácil de instalar e até achar programas! Exemplo, se vc precisa de uma suite de escritório, no Windows ou vc compra, ou pirateia ou vai ao site do Libre office e baixa, no Linux (Debian neste caso) eu vou no prompt e digito "aptitude install libreoffice" e pronto!

    recentes

    populares

    • Zebuce
      2013-05-10T11:17:04  

      Sem falar nos antivírus que você precisa instalar no Windows!

  • Ana
    2015-06-29T11:33:04

    Acho incrível isso do Linux, de você mesmo ''comandar'' o aparelho que está utilizando. De poder mudar o quanto você quiser, e não precisar gastar para isso.

  • Flávio Pereira
    2013-05-10T08:57:40  

    E ainda tem um pessoal que sai falando besteira, dizendo que Linux não presta.

    recentes

    populares

    • Flávio Pereira
      2013-05-10T08:57:40  

      As pessoas, atualmente, querem tudo pronto. Linux permite que as pessoas façam elas mesmas as modificações necessárias, mas parece que há, entre a maioria das pessoas, um grande medo de coisas novas, de pensar diferente.