Internet

15/05/2013 14h56 - Atualizado em 15/05/2013 18h56

Google anuncia atualização do Google Play; entenda as mudanças

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

Música e jogos. Estes foram os principais destaques na apresentação das novidades do Google Play durante a conferência Google I/O 2013 nesta quarta-feira (15). A companhia anunciou atualizações e novos recursos para a loja virtual do Android, dentre os quais está um serviço de streaming musical e uma central de jogos. Conheça as mudanças.

Google Play ganha filtro para apps só para tablets (Foto: Reprodução)Google Play ganha filtro para apps só para tablets (Foto: Reprodução)

Google Play de cara nova nos tablets - A principal mudança de visual e de usabilidade na loja virtual do Android se deu nos tablets. Foram apresentados recursos interessantes como recomendações de aplicativos feitos para tablets, além de dicas que são personalizadas de acordo com os gostos do usuário e de seus contatos. O design sofreu pequenas alterações, que também serão disponibilizadas na versão web.

GooglePlay Game (Foto: Divulgação)GooglePlay Game (Foto: Divulgação)

Google Play Games: Uma das novidades mais aguardadas no I/O era a confirmação da Play Games, uma central de gerenciamento de jogos do Android. E as novidades para os gamers são as seguintes: agora será possível salvar o progresso de jogos na nuvem - para ser acessado por qualquer dispositivo -, comparar seu progresso com usuários de todo o mundo e com os amigos do Google Play, um sistema de troféus e, é claro, jogos multiplayer e cooperativos.

Os aplausos durante a apresentação da novidade foram muitos, porém, acabaram sendo substituídos por gargalhadas e um certo desconforto quando a exibição do multiplayer no palco sofreu bugs e não aconteceu. No geral, entretanto, o saldo foi positivo, e a previsão é de que o serviço já esteja disponível a partir desta quarta para alguns usuários.

Google Play Music (Foto: Divulgação)Google Play Music (Foto: Divulgação)

Google Play Music All Access: Outro serviço bastante especulado e que foi confirmado no evento foi o streaming musical do Google. Não foram dados muitos detalhes sobre o serviço, mas ele funcionará de maneira parecida com concorrentes como o Spotify e o Rdio. Entre os recursos estão reprodução de músicas em múltiplos dispositivos, criação de listas e o “listen now”, que é a execução imediata dos arquivos online.

Usando a plataforma do Google Play Music, ele combinará as músicas que você já tem no seu aparelho e a coleção do Google. Ele custará US$ 9,99 (cerca de R$ 20) por mês, porém, quem assiná-lo até junho ganhará um desconto e pagará somente US$ 7,99 (R$ 16). Além disso, a companhia disponibilizará um período de testes grátis por 1 mês. Ainda não há, porém, previsão de chegada do serviço aos usuários brasileiros.

Google Play Services ganha recursos: O Google Play Services recebeu novas APIs e recursos bem interessantes para os desenvolvedores de aplicativos. Entre eles estão um sistema que identifica se o usuário está andando, pedalando ou dirigindo, outra que facilita o uso de serviços de geolocalização, além de melhorias no Cloud Messaging e no login em aplicativos por meio do Google+.

Em relação aos programas que tem suporte ao Google+, uma novidade interessante e bem funcional foi apresentada: ao fazer login em uma determinada página web que tenha um app para Android com os dados da sua conta Google, ele baixará automaticamente o app para seu dispositivo. As notificações em dispositivos Android registrados com a mesma conta também serão simultâneas.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Guilherme Ribeiro
    2013-05-16T05:53:09

    Que otimo, salvar o progresso do jogo na nuvem era o que faltava para neste sistema.

  • Rafael Cruzeiro
    2013-05-15T17:57:22

    Apresentar o "filtro pra tablet" como uma novidade é brincadeira. Isso deveria existir desde sempre! Como pode eu, com meu tablet, ter receio de baixar um app por não saber se ele foi desenvolvido pra phone ou pra tablet? Po**a, Google!