Sistemas Operacionais

09/05/2013 14h00 - Atualizado em 12/02/2016 14h03

Programador de 12 anos cria app que calcula pontos para passar de ano

Nick Ellis
por
Da redação

O jovem Natan Gorin, de 12 anos, sempre levou jeito para a matemática e, no final do ano passado, começou a ouvir muitos pedidos dos amigos, em uma escola do Rio de Janeiro, para calcular quantos pontos eles precisariam para passar de ano. Tentando evitar cálculos complicados, ele trabalhou nas férias para criar o iBoletim, que faz todo o trabalho sozinho. O aplicativo foi lançado no dia 13 de março na App Store do Brasil e, 30 dias depois, chegou ao número 1 na categoria educação gratuita, que já conta com mais de 25 mil downloads.

O jovem Natan Gorin mostra orgulhoso seu aplicativo (Foto: Divulgação)O jovem Natan Gorin mostra orgulhoso seu aplicativo (Foto: Divulgação)

Para usar o iBoletim, que funciona como um gerenciador, o aluno insere suas notas no iPhone ou no iPad e depois pode consultá-las a qualquer hora, assim como quantos pontos são necessários para atingir a média para passar de ano. Tudo de maneira simples e prática.

Captura de tela do iBoletim Brasil rodando em um iPhone (Foto: Reprodução)Captura de tela do iBoletim Brasil rodando em um iPhone (Foto: Reprodução)

Antes de começar a usar o iBoletim, o aluno precisa escolher qual o sistema de notas adotado (de 0 à 10 ou de 0 à 100), além do tipo e número de períodos e matérias. Caso ele esteja abaixo da média necessária para evitar uma dependência, ou quem sabe até perder o ano, ele pode visualizar quantos pontos precisa tirar para conseguir seu objetivo.

Gorin continua aprimorando o aplicativo, que na versão 1.2 ganhou a inclusão de provas individuais. “A versão 2.0 foi ao ar neste domingo e foi bem aceita. A novidade é a possibilidade de adicionar quantas matérias você quiser. Muitos usuários estavam me pedindo isto”, explica Natan.

Confira o próprio jovem desenvolvedor apresentando seu aplicativo de maneira simpática no vídeo abaixo.

Outros programadores mirins

Além de Natan, outros meninos prodígios especializados em criar aplicativos para iPhone e iPad tiveram destaque recentemente. Entre eles, podemos citar Pedro Franceschi, programador de 15 anos que criou uma forma do Siri funcionar no Brasil mesmo sem o suporte oficial ao português da Apple; Rafael Costa, que apesar de ter apenas 13 anos, já criou mais de 13 aplicativos para iPhone e Android; e o americano Thomas Suarez, programador de aplicativos para iPhone e iPad que palestrou na conferência TEDx em 2011, com apenas 12 anos.

Também vale a pena citar o caso da estudante Maria Caroline Cordeiro, de 17 anos, que criou um chip para informar qual o nível da umidade do solo, e está concorrendo a uma bolsa de R$ 50 mil e uma viagem para as Ilhas Galápagos, além de uma chance de trabalhar no CERN (sigla em francês para Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear).

Outro ótimo exemplo que pode servir de inspiração para Gorin, é o caso do jovem desenvolvedor inglês Nick D'Aloisio, que se tornou um milionário ao criar o aplicativo Summly, vendido ao Yahoo! em março deste ano por US$ 30 milhões.

Clique aqui para baixar o aplicativo iBoletim Brasil.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Joao Silva
    2013-05-10T15:00:45

    Boa idéias surgem dessa maneira, com um problema. O problema não é ele ter que calcular a média dos colegas e sim a necessidade de fazer esse cálculo pra saber o quanto precisa estudar pra passar de ano. O ideal é que todos se esforcem ao máximo para ter boas notas. Boa iniciativa do garoto.

  • David
    2013-05-10T11:50:19

    É legal ele criando aplicativos com apenas 12 anos, porém isso mostra uma vergonha do nosso pais: nossos adolescentes estão ficando cada vez mais burros e preguiçosos. Precisar de um colega ou um app para calcular quanto falta pra passar de ano? Isso é no mínimo vergonhoso não saber fazer essa conta sozinho.

  • Gustavo Lander
    2013-05-10T11:37:28

    Parabéns ao criador, mas é um aplicativo inútil, pois todos sabem que no Brasil tem progressão continuada, pra disfarçar o número de analfabetos nas escolas, e todo mundo passa de ano. logo, não tem pra que calcular nota de nada. O App seria mais legal se falasse "Não se preocupe com isso. você passou de ano. Parabéns!! Vá xingar um professor e ganhar alguns dias de folga da escola enquanto passamos a mão na sua cabeça" que é o que vem acontecendo

  • Wellington Souza
    2013-05-10T10:01:12

    Isso é bom pra estudante Brasileiro mesmo, que sempre fica fazendo as contas pra ver quanto falta pra passar.

  • Jasson Guedes
    2013-05-09T14:29:32  

    o aluno que precisa de um aplicativo pra calcular isso não merece passar de série! kkk mas parabéns ao garoto que criou um aplicativo util.

    recentes

    populares

    • Jasson Guedes
      2013-05-09T14:29:32  

      A questão aqui não é essa. Antes eles jogavam a responsabilidade de calcular várias matérias em cima de um menino. Esse aplicativo serve pra facilitar na hora de calcular. Quase tudo foi criado pra facilitar a vida alheia, algumas coisas desenvolvem uma importância crucial, outras são só coisas que vem a calhar. Realmente é uma coisa útil que ajuda, mas não é algo do qual as pessoas não vivem sem. O mesmo pode se aplicar ao e-mail. Chegou para substituir as cartas, por ser mais rápido e além de ter como mandar pra mais de uma pessoa ao mesmo tempo. São praticidades da vida (:

    recentes

    populares

    • Jasson Guedes
      2013-05-09T14:29:32  

      Rodrigo, quem é você pra falar se eu estudo ou deixo de estudar? Mesmo estudando, eu gosto de monitorar minhas notas, pois me mantém atento cada vez que eu der uma desandada na escola. Eu não sei por que vocês estão tão irritados com esse app. Se não querem usar, pois bem. Ninguém é obrigado, véi. Além do mais, foi uma criança de 12 anos que fez isso, que tal comentar como é legal o fato de ele ser tão novo e conseguir fazer um aplicativo, mesmo que pra vocês seja inútil?