04/07/2013 16h40 - Atualizado em 04/07/2013 16h40

'Gráfico não é tudo', defende palestrante sobre games online do Fisl14

Giordano Tronco
por
Para o TechTudo

Apesar de criar games por hobby, o programador Diones de Vargas Dutra tem experiência o suficiente para ministrar uma palestra sobre criação de games para web no Fisl14 (Fórum Internacional do Software Livre). Numa fala rápida – cerca de 30 minutos -, Diones explicou que, atualmente, qualquer um pode fazer um jogo para web… Isto é, desde que tenha paciência e dedicação.

Diones mostra uma réplica sua de Farmville (Foto: Giordano Tronco/Techtudo)Diones mostra uma réplica sua de Farmville (Foto: Giordano Tronco/Techtudo)

Diones explica que, recentemente, os navegadores da internet estão utilizando cada vez mais a capacidade da máquina, o que faz com que games que seriam considerados “pesados” possam rodar tranquilamente numa página da web, sem a necessidade de baixá-lo. Esses jogos normalmente são feitos utilizando uma linguagem chamada JavaScript.

A boa notícia para quem quer criar um jogo em JavaScript é que há muitos softwares para isso. A má notícia é que… bem, há muitos softwares para isso. E alguns devem ser usados em conjunto. Para criar um game em JavaScript, linguagem utilizada pela maioria dos games na Internet, você precisa de ao menos quatros programas: Canvas (para os gráficos); JQuery (constrói as interações); Ajax e Json, para fazer com que ele rode num browser. E isso que estamos falando de jogos em 2D: games em três dimensões exigem outros programas.

"É como um quebra-cabeça: você vai juntando peça por peça para fazer o seu jogo. Por exemplo, para fazer um game como Angry Birds, você precisa do Box 2D, que constrói a física dos objetos", explica Diones, enquanto mostra uma réplica de Angry Birds que ele mesmo fez.

Mas diz que o essencial mesmo é fazer um jogo divertido. "Eu parei no Playstation. Depois dele, não houve mais inovações, apenas melhoraram os gráficos", explica, e diz que, apesar dos browsers atuais conseguirem rodar jogos bastante complexos, os desenvolvedores devem se inspirar nos games do Playstation e no Super Nintendo. "Gráfico não é tudo. Tem que ter a diversão."

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Marlon Matheus
    2013-07-05T11:38:03

    sei....