05/08/2013 11h24 - Atualizado em 05/08/2013 12h01

Ataques a dispositivos Apple crescem 200%, diz estudo; saiba se proteger

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

Alerta para os usuários Mac: ataques aos dispositivos da "maçã" cresceu 200%, segundo levantamento da Kaspersky Lab. Sempre reconhecidos como produtos seguros no mercado, os dispositivos da Apple viraram alvo da vez. Ainda de acordo com a empresa de segurança online, o número de ataques phishing usando endereços similares ao Apple.com disparou de 2012 para cá e, atualmente, está em cerca de 200 mil tentativas/dia.

Já seguiu o @TechTudo_oficial no Instagram?

Ataques a dispositivos da Apple só crescem, segundo pesquisa (Foto: Reprodução)Ataques a dispositivos da Apple só crescem, segundo pesquisa (Foto: Reprodução)

A pesquisa foi feita pela Kaspersky Lab utilizando como base os usuários que têm o seu software de antivírus instalado em seus computadores. Em 2011, o número era de cerca de mil ações diárias. Atualmente, é de 200 mil. Um crescimento impressionante. Para os hackers, o objetivo é de roubar dados dos usuários, como o Apple ID.

“Um dos métodos mais populares para fazer com que o usuário seja direcionado a um site falso são os spams que espalham os links para as páginas de phishing. A página que o destinatário é direcionado a partir dessas mensagens geralmente imita as páginas oficiais do site da Apple com muita precisão e todo o conteúdo é redirecionado para apple.com”, explica a Kaspersky.

O golpe é simples: os usuários mal intencionados criam algumas páginas semelhantes à Apple.com, seja em URL ou no visual e funcionamento, e fazendo com que os internautas acreditem que são oficiais. Assim, eles acabam acessando estes sites e inserindo dados que são enviados não para a Apple, mas sim para os golpistas virtuais. Para evitar estes ataques, é possível tomar alguma precauções.

“Para garantir a segurança da conta os usuários podem ativar a autenticação de dois fatores do Apple ID, adicionando um código de verificação de quatro dígitos que é enviado para um ou mais dispositivos confiáveis. Este processo de verificação em duas etapas torna o acesso não autorizado ou as alterações da conta no site My Apple ID impossíveis e impede que compras sejam feitas por terceiros. Porém nada disso adiantará se o usuário fornecer seus dados bancários a um cibercriminoso. Portanto, ao receber uma mensagem em nome da Apple, tenha cuidado: vale a pena checar com o suporte técnico para ter certeza de que a mensagem é legítima. Além disso, o usuário deve evitar acessar todos os links incluídos em tais mensagens, é melhor digitar o endereço do site na barra de endereços. Seguindo estas regras simples, o usuário pode manter seus dados seguros e evitar ser vítima dos golpistas”, afirma a empresa de segurança.

Tem alguma dúvida sobre segurança? Comente no Fórum do TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Eduardo
    2013-08-05T13:57:08

    isso era de se esperar após a popularização do sistema, bem não se mostrou assim tão segura.

  • Danilo Lima
    2013-08-05T13:48:54

    E depois o Android é o sistema vulnerável!!

  • Wagner Andrade
    2013-08-07T12:58:02

    KkKKKkk,,, ainda tem gente que acredita nessa reportagem! Bom! A bola da vez é o Sistema Android, esse sim tem milhares de virus, pois é um sistema aberto.

  • Gustavo Emerich
    2013-08-05T14:31:49  

    Se aumentou de 1 mil pra 200 mil por dia não aumentou 200%, aumentou 20000%

    recentes

    populares

    • Gustavo Emerich
      2013-08-05T14:31:49  

      Ê uma aula particular de matemática... Estuda mais um pouco aí filhão.