Pessoas

12/08/2013 15h46 - Atualizado em 31/08/2016 15h59

Kim Dotcom promete lançar serviço de e-mail encriptado em 2014

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

O fundador do site Megaupload e atual dono do Mega, Kim Dotcom, planeja lançar um serviço de troca de e-mails criptografado. O executivo se inspirou no encerramento dos serviços como Lavabit e Silent Circle, que ofereciam um correio eletrônico focado em privacidade, para oferecer aos internautas algo semelhante. O novo serviço deve chegar em 2014.

Kim Dotcom oferece recompensa para quem quebrar a segurança do Mega.

Kim Dotcom pode investir em uma nova área em breve: serviço de e-mail (Foto: Reprodução/Venture Beat)Kim Dotcom pretende investir em novo serviço de e-mails encriptados (Foto: Reprodução/Venture Beat)

Atualmente, o site Mega, que ocupou o lugar do extinto megaupload, oferece serviço de compartilhamento de arquivos e de armazenamento na nuvem. E, em breve, deverá ganhar um novo recurso, o de e-mails, para ficar ainda mais completo.

Download grátis do app do TechTudo: receba dicas e notícias de tecnologia no Android ou iPhone

Neste tipo de serviço de e-mail, apenas os usuários envolvidos na troca de mensagens possuem as chaves ou códigos necessários para ter acesso aos dados da mensagem. Isso evita que o e-mail seja alvo de leituras automáticas de servidores e garante maior segurança contra a espionagem.

Vikram Kumar, CEO do Mega, é quem está à frente do projeto e foi um dos executivos que mais se posicionou contra o encerramento do Lavabit e do Silent Circle na web. 

“A grande questão é disponibilizar a funcionalidade de e-mail que as pessoas querem não somente para elas, como também para os servidores. A funcionalidade não é impossível, mas é muito, muito difícil”, destacou Kumar, que acredita que esta não é uma tarefa simples.

Para dificultar ainda mais a questão, o Mega pode ter que trocar de servidores em breve. De acordo com o próprio Dotcom, a Nova Zelândia, onde o Mega é armazenado atualmente, pode aprovar novas leis de acesso à informação na Internet. A legislação tornariam a navegação tão ou ainda mais polêmica que nos Estados Unidos, no quesito privacidade.

Via Venture Beat

Quer opinar sobre o assunto? Acesse o Fórum do TechTudo



Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares