29/08/2013 15h18 - Atualizado em 29/08/2013 15h43

PhotoImage Brasil: Nikon aposta na variedade e lança seis novas câmeras

Renato Bazan
por
Para o TechTudo

O PhotoImage Brasil continua de portas abertas em seu segundo dia, em São Paulo, e hoje voltamos para conferir as novidades da Nikon. Diferente do cenário da Canon, a gigante japonesa preparou um estande mais tradicional, mas nem por isso menos interessante: para quem estiver interessado em testar as dezenas de modelos de câmeras diferentes.

Confira a galeria de fotos do PhotoImage Brasil 2013

Estande da Nikon no PhotoImage Brazil (Foto: TechTudo/Renato Bazan)Estande da Nikon no PhotoImage Brasil 2013 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)

Como no resto da feira, a Nikon reserva um espaço para um longo ciclo de palestras que abordam desde o uso correta dos softwares de câmeras compactas até dicas para um ensaio de fotomodelismo de sucesso, todas dadas por expoentes da fotografia. De novidade, a empresa traz 6 câmeras novas para essa edição do PhotoImage, 4 compactas e 2 DSRL – todas produzidas nacionalmente e previstas para chegarem ao mercado em setembro. Você as confere abaixo.

Família CoolPix – Compactas

Nikon CoolPix S3500 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)Nikon CoolPix S3500 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)

CoolPix S3500 - A menor das novidades vem equipada com um CCD de 20 megapixels com zoom óptico de até 7x, com mais 4x via zoom digital – equivalente a uma lente 26-182mm. Possui redução de vibração e autofoco digital, como outras da linha, e grava vídeo em HD (720p) a 30 quadros por segundo. Seu diferencial no formato, bastante reduzido, se reflete também no preço: quando for lançada no Brasil, custará apenas R$ 499.

Nikon CoolPix S9500 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)Nikon CoolPix S9500 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)

CoolPix S9500 - Um pouco mais arrojada, a S9500 abandona o CCD em favor de um CMOS de 18,1 Megapixels, bem mais adequado para fotografias em ambientes escuros. Sua lente alcança zoom óptico de 22x, equivalente a uma lente 25-550mm, e é beneficiada por sistemas de estabilização de imagem e autofoco digital. Gravações em vídeos chegam a 1080p em 30 quadros por segundo. Além dos efeitos criativos comuns, a câmera vem com uma antena Wi-Fi e um localizador GPS embutido no corpo, que permite ao usuário taggear sua fotos na localização onde e em que direção foram tiradas e compartilhá-las com computadores e celulares sem a necessidade de fios. Mesmo quando está em stand-by, a câmera pode ser localizada por um aplicativo em outros aparelhos. No Brasil, ela custará R$ 999.

Nikon CoolPix P520 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)Nikon CoolPix P520 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)

CoolPix P520 - Compacta avançada, a P520 já começa a lembrar câmeras DSRL por sua lente protuberante, que alcança até 42x de zoom óptico e tem o mesmo fotosensor CMOS de 18,1 Megapixels da S9500. Suas atração principal, além da lente, é o LCD de 3,2 polegadas traseiro, que neste caso é articulado e pode ser girado para maior criatividade no enquadramento. Ainda no setor criatividade, a câmera vem com 19 modos de cena otimizados e grava vídeos em Full HD (1080p) a 30 quadros por segundo. Como o S9500, a P520 tem antena Wi-Fi, mas nesse caso ela é externa e vendida separadamente.

Nikon CoolPix A (Foto: TechTudo/Renato Bazan)Nikon CoolPix A (Foto: TechTudo/Renato Bazan)

CoolPix A – Compacta por fora mas enorme em seus mecanismos internos, a CoolPix A foi definida pelo coordenador de produtos da Nikon, Daniel Rodrigues, como sendo a “segunda câmera do profissional”. Não é para menos, ela parece em muitos sentidos com uma DSRL: usa um fotosensor CMOS do tamanho DX, normalmente associado com câmeras profissionais, sua lente equivale a uma 28mm fixa da família EF, e ela grava fotos em formato RAW, mais tratáveis que JPEGs simples. Tanto seu software quanto seus botões têm enormes similaridades com a construção das câmeras DSRL, inclusive quanto à determinação de ISO, obturador e diafragma no modo Manual, e sua sensibilidade ISO vai de 100 a 6400. Ela alcança até 4 quadros por segundo em captura fotográfica e, na questão de vídeo, grava em 1080p a 30 quadros por segundo com aúdio estéreo. É ainda compatível com uma antena Wi-Fi externa, vendida separadamente, para compartilhamento de imagens. No Brasil, ao ser lançada, custará volumosos R$ 5.499.

Família DSRL

Nikon D5200 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)Nikon D5200 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)

D5200 - Mesmo com a grande variedade de câmeras disponíveis no PhotoImage Brasil, as DSRL da Nikon chamam a atenção em detalhes de conforto: sua pegada é mais macia, seu som de captura mais agradável, sua interface no visor é futurista e atraente. Mesmo ignorando essas coisas, porém, a D5200 é uma câmera de entrada interessante para o mundo das single reflex, pois incorpora o essencial para uma fotografia precisa: um sensor CMOS de 24,1 Megapixels ligado a um processador Expeed 3, veloz e eficiente na captura com pouca luz; compatibilidade com toda a família de lentes Nikkor; banda de ISO 100-6400; sistema de autofoco com 39 pontos, interligado a um sensor RGB de 2.016 pixels para detectar e memorizar padrões de cor para fotos em movimento; sistema preparado para fotos que usem HDR.

Fora isso, a D5200 traz tudo o que as CoolPìx oferecem, com alta velocidade de disparo de até 5 fotos por segundo e gravação de filmes em Full HD a 30 quadros por segundo. Diferenciais interessantes incluem um LCD de 3,2 polegadas articulado, que pode ser girado livremente, e um software de fotografia criativa que traz efeitos como cartunização, otimização para visão noturna e cor seletiva (para criar fotos P&B que mantenha uma faixa de cor).

No Brasil, a D5200 será lançada em kit com uma lente Nikkor 18-55mm f/3.5-5.6 por R$ 3.499.

Nikon D7100 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)Nikon D7100 (Foto: TechTudo/Renato Bazan)

D7100 - Por fim, a DSRL mais avançada a ser anunciada pela Nikon nesse PhotoImage Brasil foi a D7100, equivalente à 70D da Canon e sucessora da D7000. Embora não conte com a tecnologia Dual Pixel CMOS da concorrente, a D7100 representa um avanço sobre a antecessora ao incorporar 51 pontos de autofoco, 15 deles cruzados (para AF em fotos telescópicas). Outra novidade é a função de Balanço de Branco Pontual, que permite ao usuário regular a coloração das fotos ao apontar a câmera para o que considera o branco ideal e acionar a função – praticamente comum em câmeras de vídeo.

O fotosensor CMOS de 24,1 Megapixels é ligado ao mesmo processador Expeed 3 da D5200 para atingir até 6 disparos por segundo, e esses componentes são protegidos por um corpo de magnésio adequado para ambientes mais agressivos. Como a D5200, a D7100 é compatível com toda a linha Nikkor de lentes, tem ISO 100-6400 e traz dezenas de efeitos criativos em seu software.

Nas lojas brasileiras, a câmera mid-range chegará em kit com a lente Nikkor 18-55mm f/3.5-5.6 por R$ 5.999.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares