04/09/2013 08h39 - Atualizado em 04/09/2013 08h48

Privacidade, liberdade e neutralidade abrem debates no III Fórum da Internet

Karla Soares
por
Para o TechTudo

A privacidade, liberdade de expressão e neutralidade na rede foram alguns dos temas discutidos do III Fórum da Internet no Brasil que começou nesta terça-feira (03/09), em Belém. Unânimes, os participantes e debatedores defenderam a limitação no uso dos dados pessoais dos usuários da rede e a divulgação clara do uso que é feito com estas informações.

Veja fotos do primeiro dia do III Fórum da Internet do Brasil!

O professor da Universidade Federal do ABC e representante do terceiro setor do CGI.br, Sergio Amadeu da Silveira, acredita que os dados pessoais – os chamados rastros digitais – dos usuários atualmente são valiosos ativos econômicos fornecidos espontaneamente sempre que alguém navega na Internet ou preenche um perfil em rede social. “Tudo o que você faz na Internet deixa rastros, é impossível fazer algo e não deixar rastros”, afirma.

O professor Sergio Amadeu da Silveira (centro) defende a limitação no uso das informações dos usuários da Internet (Foto: Divulgação)O professor Sergio Amadei da Silveira (centro) defende a limitação no uso das informações dos usuários na Internet (Foto: Divulgação/Fórum da Internet no Brasil)

Para o representante do CGI.br, os casos de espionagem por parte do governo norte-americano trazidos à tona após as denúncias do ex-agente Edward Snowden acontecem porque a Agência Nacional de Segurança (NSA, em inglês) dos Estados Unidos conta com a cooperação de grandes empresas muito utilizadas pelos usuários de todo o mundo.

“Empresas como Google, Facebook e Microsoft possuem uma enorme massa de dados que nós entregamos prazeirosamente”, analisa.

Apesar de corporações como o Facebook negarem a entrega de dados, Amadeu enfatiza que a rigidez da lei antiterror norte-americana adotada após os atentados de 11 de setembro de 2001 obriga as empresas a fornecer informações de seus usuários.

“A lei antiterror dá poderes para que qualquer cidadão seja espionado na Internet”, explica.

Para evitar essa invasão de privacidade, o sociólogo ressalta a importância da aprovação do Marco Civil da Internet – atualmente em tramitação na Câmara Federal, em Brasília.

“As pessoas começaram a perceber a complexidade do problema e que precisam ser informada do uso de seus dados de forma clara”, finaliza.

O III Fórum da Internet no Brasil acontece até quinta-feira (5) na capital do Pará. Nesta quarta (4) acontece o Seminário WSIS+10, que tem como proposta a apresentação dos principais resultados da Cúpula da Sociedade da Informação e temas correlatos à governança da Internet. O evento encerra na quinta-feira com a plenária que apresentará os relatórios dos debates nas trilhas.

Quer saber se serviços de pagamento online são seguros? Veja no Fórum do TechTudo!

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares