Internet

07/10/2013 07h55 - Atualizado em 07/10/2013 08h25

Como criar sites grátis online com Wix, Webnode e outras plataformas

Milena Pereira
por
Da redação

Ter um site próprio com seu portfólio tornou-se, atualmente, uma necessidade para aqueles que desejam sobressair em um mercado cada vez mais competitivo. É crescente o número de pequenas empresas, instituições e pessoas comuns que recorrem à Internet para divulgarem seus produtos e serviços. Muita gente acredita que criar e manter uma página online seja algo caro e trabalhoso, mas isto não é uma verdade. Confira cinco plataformas fáceis e gratuitas para criar sites básicos, com design moderno e tire suas dúvidas sobre elas.

Sites ajudam a criar páginas de Internet de forma gratuita; conheça Wix, Webnode e outros (Foto: Reprodução/Wix)Sites ajudam a criar páginas de Internet gratuitas; conheça Wix, Webnode e outros (Foto: Reprodução/Wix)

1) Wix.com

O Wix.com é um site em português, muito completo e de uso bastante intuitivo. Nele, o usuário pode optar por ter uma conta grátis ou premium. Na versão premium há uma quantidade maior de ferramentas de gerenciamento e personalização da página – como a criação de um domínio próprio, por exemplo. Entretanto, é possível fazer um bom site utilizando a versão gratuita disponível na plataforma. Logo de início, o Wix disponibiliza um vídeo explicativo para orientar novos usuários a localizar e otimizar ferramentas de edição.

O serviço permite que você escolha entre diversas categorias para criar um site, que por sua vez, se desdobram em centenas de opções de templates específicos. A grande maioria dos designs oferecidos são gratuitos, assim como uma boa parte dos apps importantes. Entre as aplicações grátis mais atraentes destacam-se a de análise de SEO, a de geração QR Code, os ícones para promoção de conteúdo em redes sociais( Facebook e Twitter), entre outros.

Wix (Foto: Reprodução)Opções de criação de site na versão gratuita do Wix (Foto: Reprodução)

2) Webnode.com.br

Com o Webnode, você pode escolher entre quatro versões possíveis de conta: Profissional, Standart, Mini e Grátis. Para ter um site com domínio próprio e livre de propagandas, só é possível com os planos pago. Após fazer a conta, o Webnode pede que você escolha entre três perfis disponíveis: site pessoal (voltado para blogs, galerias de fotos etc ), site de negócios (com vários modelos para micro e médias empresas), e loja virtual (voltado para venda e gerenciamento de produtos online).

Dentro deles, há dezenas de templates para você escolher o que mais gostar e customizar a vontade, alterando cores, fonte, imagens etc. É possível, também, selecionar quais páginas deseja colocar em seu site, como “Sobre nós”, “Galeria”, “FAQ”, “Produtos”, entre outros. Todo tipo de ferramenta de marketing e gerenciamento de página são pagos, e quem optar pelo plano grátis terá seu site com ".Webnode" na URL.

Webnode (Foto: Reprodução)Um template oferecido pela Webnode já com algumas customizações feitas. (Foto: Reprodução)

3) Yola.com

O Yola.com é um site que, na versão gratuita, é indicado apenas para quem deseja ter um projeto bastante simples. A versão grátis oferece a criação de apenas três páginas; para soltar a criatividade e criar sem preocupação com limite de espaço, só adquirindo um dos pacotes pagos. Com o Yola, você pode escolher e catalogar entre diversas categorias de assuntos como “casamento”, “religioso”, “Organizações & sem fins lucrativos”, e “Outros”.

O Yola permite editar o layout do site apenas arrastando e soltando itens, o que torna o processo de criação muito mais fácil. É possível incluir widgets interessantes, como Google Maps, vídeos do YouTube, Formulários, Galeria de Imagens, entre outros. Caso queira publicar uma imagem profissional no site, há uma parceria com o site Fotolia, que disponibiliza mais de 11 mil imagens por preços a partir de US $1.05 (cerca de R$2,35). Mas, para quem não quer gastar, há um banco de imagens próprio do Yola com algumas opções.

Caso as imagens grátis não agradem, o usuário também pode fazer upload de uma imagem própria. Cada template vem com sugestões de textos prontos correspondentes ao tema, o que ajuda muito o usuário que não tem uma ideia muito clara de que conteúdo usar no site.

Yola (Foto: Reprodução)Yola permite criar templates sobre casamento, e já sugere texto pronto para inserir. (Foto: Reprodução)

4) Sitepx.com

No Sitepx não há opção de conta grátis ou paga separadamente. Ele oferece 15 dias grátis para teste e, depois desse prazo, ou o usuário assina uma conta própria no valor de R$9,90 por mês, ou dispensa o serviço. O sitepx permite escolher entre as categorias Site, Blog ou Loja virtual. Seu grande diferencial é oferecer ao usuário uma página com 31 vídeos tutoriais ensinando a criar o seu site. Nesses vídeos, são dadas várias dicas e sugestões interessantes que podem contribuir para o sucesso da sua página na plataforma.

Além das edições básicas de download, é possível fazer alterações no template utilizando CSS ou códigos HTML - muito úteis para aqueles que têm um conhecimento maior sobre web designer. A possibilidade de inserir cadastro com login e senha para limitar o acesso de visitantes a algumas partes do seu site também é um bom recurso gratuito oferecido no site.

Site Px (Foto: Reprodução)Site Px permite alteração manual usando códigos HTML e CSS.  (Foto: Reprodução)

5) Jimdo.com

Jimdo é um site em português e gratuito. No primeiro acesso, o usuário dispõe de um vídeo tutorial que ensina a utilizar as ferramentas disponíveis. Não possui muitas opções de templates nem widgets, mas há funções interessantes e gratuitas como a zona de acesso restrito e a inclusão de itens de e-commerce (vinculado ao PayPal), sem custo adicional.

Jimdo não está entre os serviços mais fáceis de se utilizar para aqueles que são leigos. Embora tenha um número razoável de opções de customização, para que o resultado final fique atraente, é preciso explorar com mais paciência as funcionalidades de edição . Assim como os demais sites de edição de páginas citados, dominínio próprio é só no plano pago.

Jimdo (Foto: Reprodução)Jimdo permite inclusão de serviço do PayPal gratuitamente. (Foto: Reprodução)

Dúvidas sobre tecnologia? Pergunte no Fórum TechTudo!

 


 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Daniel Carvalho
    2016-01-15T20:13:04

    a

  • Carlos Lopes
    2013-10-08T13:46:19

    O Brasileiro é tão c-h-i-n-e-l-o que não têm nem 200 reais para criar um site com um marcador html c-h-i-n-e-l-o, prefere fazer grátis. Por isso 90% das novas empresas quebram, não querem gastar em site, merketing nem consultoria e nem mesmo tem um webmail para atender os seus clientes. Não quero ofender, mas quem faz sites ou blogs nessas empresas são pessoas sem noção de marketing e pobres.

  • With Viny
    2013-10-22T17:21:23

    Eu quando precisei eu comecei com sites gratuitos ! Eu já mais desmereço os sites gratuitos ? E hoje eu tenho um ótimo site e está bombando na internet ! Gloria DEUS por isso ! Á vocês homens sábios um abraço que DEUS os abençoe ! Foi um prazer amigos ?

  • With Viny
    2013-10-22T17:17:28

    Boa Tarde Gustavo Lander,Italo,Eduardo Magliano ? Gostei muito da resposta ? Humilde e Sabia ? Porque esse Zé Ruela do Carlos lopes está falando aznera de mais ? No minimo ele deve ser um web designer frustado e neorótico com o mundo ! Deixa ele na hora que ele pegar um hacker doidão que rastrear o site dele e bagunça o site dele ele vai ser mais humilde? Esse porqueira ? Isso não passa de uma Mapôla e Lacraia ?

  • Italo
    2013-10-08T17:14:50

    As empresas de construção de sites ganham com a divulgação da marca no próprio layout que é escolhido (uma propaganda normalmente na parte superior ou inferior, além do domínio) e com cobranças para incrementar o site, mas é uma boa alternativa para projetos simples, porém não substitui um projeto profissional.

  • Gustavo Lander
    2013-10-07T17:08:13

    Daniel Grilo, mas com todo respeito ao seu trabalho, eu vi o seu Jaba, e o site da sua empresa é bem comum... alias tem uma parte com péssima combinação de letras (fundo preto e letras cinzas) que não facilita muito a leitura. E no teu portfólio tem muito site com uma cara bem "normal". claro que só uma foto do site não mostra as funcionalidades, mas não vi muita diferença entre os "prints" e sites "prontos" como esses citados aqui. E concordo com o Tsidle. Nem todo mundo pode/quer investir em algo completamente profissional. Faz parte.

  • Tsidle
    2013-10-07T16:07:06

    Desculpa aos profissionais, mas faltou o site "snackwebsites" do grupo "snacktools"

  • Wagner Oliveira
    2013-10-07T11:43:06

    O único que salva ai o o WIX, mas nenhum substitui o profissional da área, nem adianta pensar que é tão simples assim criar sites com essas ferramentas, tem que aprender a usar, pra não fazer besteira, e quem pode pagar pra um profissional fazer não quer ficar perdendo tempo com essas ferramentas.

  • Juliano Dill
    2013-10-08T10:10:54

    O correto é procurar um profissional programador web.

  • Eduardo Magliano
    2013-10-07T11:51:52  

    Daniel, discordo totalmente de você. A matéria é muito válida para aquelas pequenas empresas que estão começando e não podem ainda pagar 10 mil reais na elaboração de um site. Se você for um otimo webdisigner nunca faltarão clientes. Não entendo a sua preocupação. E outra... a matéria esta apenas dizendo um serviço que existe! Esses sites ganhão dinheiro da mesma forma que você... Fazendo sites. Porque você não cria uma pagina para criação de sites tbm?! Se você é bom, você não vai ter problemas. Vai ficar rico!

    recentes

    populares

    • Eduardo Magliano
      2013-10-07T11:51:52  

      10 mil em um site? Você fala besteira, com 1000 reias se faz um site profissional, até passa na marcação da w3c em html e css. Quem faz sites nessas empresas nunca vão dar certo na internet.