Internet

30/10/2013 17h38 - Atualizado em 30/10/2013 17h47

Facebook testa sistema que rastreia movimento de mouse do usuário

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

O Facebook está testando uma nova tecnologia que permite rastrear os movimentos do mouse dos usuários, informou um executivo do site. Dessa forma, será possível identificar o comportamento das pessoas na rede mesmo que elas não cliquem em posts e anúncios.

Girafas? Entenda por que seus amigos estão usando essas fotos no Facebook

Facebook monitora movimento do mouse dos usuários no site (Foto: Pond5)Facebook monitora movimento do mouse dos usuários no site (Foto: Pond5)

Na prática, você não precisará mais acessar ou clicar em links, fotos, vídeos e jogos para que o Facebook saiba que você interagiu (ou quase) com um certo conteúdo. Somente ao rolar a página e parar o cursos sobre um determinado post, a rede social saberá o que interessa mais a você dependendo, por exemplo, do tempo em que você visualiza um texto ou uma foto.

Está por trás dessa investida o que se chama de Marketing Comportamental, que procura entender como o consumidor se comporta segundo diversas variáveis de gosto e afinidade por tipos de assunto e conteúdo. Com esse recurso, a rede social vai colher dados ainda mais precisos sobre as interações que os usuários têm com seus amigos e suas páginas favoritas

A equipe de análise de dados do Facebook poderá então analisar o perfil das pessoas com riqueza de detalhes, possibilitando a criação de novos recursos e serviços que atendam melhor as necessidades dos usuários ou seus desejos.

Além disso, a rede social conseguirá aprender a direcionar anúncios de maneira mais assertiva e, consequentemente, agregar valor a suas vendas de publicidade – o que certamente levanta, outra vez, uma questão de privacidade.

O chefe do grupo de análise de dados do Facebook, Ken Rudin, disse ao The Wall Street Journal que o Facebook poderá no futuro coletar informações que comprovam que o cursor do mouse de alguém passou sobre um anúncio, por exemplo. "Não posso prometer que vamos usar. Nós provavelmente saberemos mais sobre isso nos próximos dois meses", afirmou.

É importante lembrar, no entanto, que o Facebook não é o primeiro a usar esse tipo de software. O site de banco de imagens Shutterstock, por exemplo, usa um código que permite identificar quanto tempo o usuário deixa o mouse sobre uma imagem antes de adquiri-la. Segundo o CEO do Shutterstock, o recurso serve para melhorar a experiência no serviço.

O Facebook ainda não sinalizou se vai realmente utilizar a nova tecnologia, ou se os testes servem para algum outro propósito. Mas, sabe-se que, como o site mais acessado em vários países do mundo, ele já detém mais dados do que consegue analisar. O recurso de rastreio do  mouse poderá ser uma maneira de organizar informações e entender melhor os usuários.

Via Wall Street Journal

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Daniel Benicio
    2013-10-31T22:37:48

    Um pouco sem necessidade, essa nova tecnologia do Facebook.

  • Natanael Saulo
    2013-10-31T00:14:27

    Acho invasivo, não concordo.