11/11/2013 17h36 - Atualizado em 12/11/2013 08h27

Campus Party tem ingressos esgotados, Internet veloz e R$ 2 mi para startups

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

A Campus Party, maior evento de inovação e tecnologia do mundo, chega em seu sétimo ano no Brasil. A feira, que acontece entre os dias 27 de janeiro e 2 de fevereiro, pela primeira vez, teve os ingressos esgotados faltando mais de 70 dias para o início. Durante o evento no Anhembi Parque, em São Paulo, são esperadas 8 mil pessoas na área de acampamento, além de outras 160 mil na área aberta ao público que recebe visitantes diariamente no local.

Novo código de ética da Black Friday pune loja que não oferece desconto real

CPBR7 já está com ingressos esgotados. Evento acontece em janeiro de 2014 (Foto: Cristiano Sant'anna/Indicefoto)CPBR7 já está com ingressos esgotados. Evento acontece em 2014 (Foto: Divulgação/Campos Party)

A principal novidade desse ano será a Startup&Makers Camp, que pretende selecionar as 300 startups brasileiras mais inovadoras e coloca-las em contato com investidores do setor para ampliar seu negócio. Serão R$ 2 milhões disponíveis para os vencedores do melhor projeto, com possibilidade de aumento do valor nos sete dias de evento em São Paulo.

“Será uma oportunidade única para jovens empreendedores locais. Ao mesmo tempo em que ensinamos pessoas a criarem ideias e produtos como sempre fizemos, vamos ter agora a possibilidade de ajudar aqueles que já têm uma empresa” explica Paco Ragageles, cofundador da Campus Party.

Segundo números da Futura Networks, organizadora do evento, no Startup&Makers Camp da Campus Party México de 2013, 16% das startups conseguiram investidores e 40% dos participantes fecharam vendas durante o evento entre os potenciais clientes presentes.

Além disso, as 300 empresas selecionadas também poderão ser mentoras de equipes de campuseiros (como são chamados os participantes) que pretendem criar suas próprias startups. A Startup&Makers Camp será montada na Open Campus, área gratuita da feira.

A organização do evento também dará atenção especial para pequenas empresas locais que querem entrar no mundo da tecnologia ampliando os seus serviços. Haverá palcos dedicados com conteúdo de comunicação digital, comércio eletrônico, entre outros. Espera-se que cerca de dez mil empresas sejam beneficiadas com a iniciativa agendada para Campus Party 2014.

Nomes confirmados

Além das mais de 500 horas de palestras, 13 temáticas e 13 cenários, a Campus Party 2014 já tem suas principais atrações confirmadas. Bruce Dickinson, vocalista do Iron Maiden, falará aos compuseiros sobre sua experiência como empreendedor na área de aviação – ele é dono de uma escola de formação de pilotos e de uma empresa de manutenção de aeronaves.

Bruce Dickinson mostrará seu lado empreendedor na Campus Party Brasil 2014 (Foto: Reprodução/Campus Party)Bruce Dickinson mostrará seu lado empreendedor na Campus Party 2014 (Foto: Reprodução/Campus Party)

Estão também confirmados Marcelo Ballona, cofundador do site de e-commerce Submarino, Leo Johnson, cofundador da Sustainable Finance, conselheiro em sustentabilidade e colunista de CNN e Washington Post; o economista e psicoterapeuta Maickel Melamed, embaixador da Boa Vontade da ONU na Venezuela; Mark Levalle, vice-presidente de desenvolvimento de negócios e estratégia da PayPal; e Sean Carasso, empreendedor social e fundador do projeto Falling Whistles, que faz uma grande campanha pela paz no Congo.

Desafios

Os já tracionais desafios FI-WARE terão suas finais realizadas na CPBR7 (Campus Party Brasil 7), cujos vencedores ganharão R$ 1,2 milhões em prêmios oferecidos pela Comissão Europeia. As ideias englobam soluções em duas categorias: Cidades Inteligentes e Negócios & Indústria. Podem participar todos os 300 mil campuseiros cadastrados no site do evento, que devem inscrever suas ideias até o dia 20 de dezembro de 2013, pouco antes da feira.

Segundo a organização do evento, os aplicativos devem apresentar um passo importante para uma gestão mais eficiente dos serviços urbanos, para prestação de novos e inovadores serviços nas cidades. As ideias podem também propor melhorias na automação e melhorias de processos de pequenas e grandes empresas. A criatividade será um fator importante.

Infraestrutura

Como de costume, não será disponibilizada conexão Wi-Fi oficial durante o evento, à exceção de hotspots de empresas expositoras. No entanto, a Telefônica-Vivo aumentará a velocidade da Internet via cabo, passando de 30 Gbps na última edição para 40 Gbps.

Já na organização do acampamento, a organização da CPBR7 promete uma estrutura melhor especialmente para barracas individuais e duplas, que deverão acomodar os participantes mais rapidamente, evitando filas grandes e agilizando a entrada no local.

Organização promete acomodação mais ágil em barracas de um e dois lugares (Foto: Cristiano Sant'anna/Indicefoto)Organização promete acomodação mais ágil em barracas de um e dois lugares (Foto: Divulgação/Campus Party)

A segurança será mais uma vez prioridade na Campus Party, portanto notebook e computadores desktop continuarão a ser identificados com uma etiqueta pessoal. Apesar de algumas reclamações em 2013, portáteis como tablets e celulares não serão etiquetados.

“As pessoas devem saber que aparelhos pequenos como tablets e smartphones são de uso pessoal, então devem tomar cuidado da mesma maneira que em locais públicos com muita gente", afirmou Ragagele. "Não podemos identificar todos os aparelhos, senão também teríamos que colocar um policial atrás de cada um para garantir a segurança do evento, o que não é o caso, mesmo porque a taxa de furtos é muito pequena”, completou o fundador.

Confira a programação completa da CPBR7 no site oficial do evento campus-party.com.br.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Cândido Sales
    2013-11-12T09:30:12

    muito bom essa feira é o bicho