Impressora 3D

25/11/2013 17h02 - Atualizado em 26/06/2014 12h20

Smartphone modular da Motorola usará peças feitas em impressoras 3D

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

A Motorola firmou um acordo com a fabricante de impressoras 3D Systems para trabalhar no Project Ara, para o desenvolvimento do primeiro smartphone feito em módulos. A iniciativa confirma que as partes do aparelho serão construídas em impressoras 3D, o que deve revolucionar a maneira com que lidamos com os gadgets móveis.

Fundador do Google lança guia para quem quer abandonar iPhone e ir pro Android

Project Ara, smartphone modular da Motorola, terá suas partes feitas com impressoras 3D e poderão ser encomendadas em casa (Foto: Divulgação)Project Ara, smartphone modular da Motorola, terá suas partes feitas com impressoras 3D e poderão ser encomendadas em casa (Foto: Divulgação)

A 3D Systems estaria trabalhando na fabricação de uma máquina que possa trabalhar com vários tipos de materiais e construir partes do dispositivo da Motorola. Elas poderiam, então, ser encomendadas por quaisquer usuários, da mesma maneira como já acontece com diversos produtos feitos em plástico por impressoras 3D.

A Motorola seria capaz, portanto, de levar a estratégia de personalização do Moto X a um passo inimaginável na história da indústria, já que nos EUA é possível encomendar o smart com cores e gravações personalizadas. Com o uso de materiais impressos, comprar um telefone seria tão fácil quanto entrar em um site e montar seu aparelho, eliminando a barreira do representante de vendas local.

Já ouviu falar na Impressora 3D Metamaquina2? O que você acha dela?

Além disso, o Google, atual proprietária da Motorola, estaria planejando criar um ecossistema baseado em hardware aberto, nos mesmos moldes do Android. Inicialmente, pessoas com conhecimento técnico poderão até criar seus próprios aparelhos com o sistema operacional da empresa, e, em uma etapa posterior, a tecnologia estaria aberta para qualquer interessado.

A 3D Systems foi a primeira a lançar uma impressora 3D, nos anos 1980, e atualmente tem um modelo sendo comercializado no Brasil pela empresa Robtec: o Cube, que custa cerca de R$ 7 mil. Seu equipamento destinado à construção de smartphones, no entanto, ainda é apenas um projeto e deverá levar alguns anos para se tornar realidade.

Via TechHive.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares