19/12/2013 15h30 - Atualizado em 19/12/2013 15h30

Game brasileiro cria sistema que aproveita o alto uso do Facebook

Pedro Zambarda
por
Para o TechTudo

Você jogaria um game que te instiga a descobrir contatos em comum que estão conectados com seus atuais amigos no Facebook? Baseado nesta ideia, a empresa brasileira Fanatee criou o jogo The Missing Link, que se enquadra em um novo tipo de categoria chamada Network Playing Game (NPG). A coluna Geração Gamer conversou com Anthony Eigier (25), um dos fundadores da companhia nacional, que nos explicou como a Fanatee criou o primeiro game tipo NPG.

The Missing Link, jogo brasileiro, está disponível para iOS e brinca com contatos de rede social (Foto: Divulgação)The Missing Link, jogo brasileiro, está disponível para iOS e brinca com contatos de rede social (Foto: Divulgação)

Amizades como um jogo

“Analisamos o mercado e percebemos que, com evolução das redes sociais, existia um espaço para jogos com conceitos novos como do Network Playing Game. Acreditamos que o Missing Link seja um game único no mercado. Existem jogos que utilizam a rede social. No entanto, eles não usam sua rede para transformá-la no próprio game”, diz Eigier. O jogo precisou ser pensado para aproveitar as conexões possíveis com o Facebook de uma maneira intuitiva, sem invadir o espaço já delimitado no site.

Game funciona com conversas entre seus contatos de rede social, como o Facebook (Foto: Divulgação)Game funciona com conversas entre seus contatos de rede social, como o Facebook (Foto: Divulgação)

Para fazer um jogo com alta conectividade, a Fanatee teve uma equipe consideravelmente grande para um jogo mobile, que funciona nos sistemas iOS da Apple, rodando no iPad e no iPhone. “Ao todo, entre a equipe da Fanatee e a de parceiros, participaram 15 pessoas na criação do jogo, durante quatro meses”, explicou Eigier. Uma vez que a ideia estava consolidada com a equipe, a empresa conseguiu desenvolvedores para entregar o projeto rapidamente.

A premissa do game é simples: o jogador conversa com uma pessoa anônima, que é um amigo de um contato dele. No decorrer da conversa, você precisa descobrir a identidade do outro. Isso se dá, sobretudo, pela sua habilidade de extrair informações de seu amigo com dados de um desconhecido. O game depende de um login e de uma senha da sua conta no Facebook.

Aposta no mobile

Anthony Eiger (Foto: Divulgação)Anthony Eiger (Foto: Divulgação)

A Fanatee segue uma tendência da maioria das empresas brasileiras de games e aposta no formato de aplicativo de celular. “O jogo existe somente como um app de iPhone por enquanto. Estamos trabalhando na versão para Android. O diferencial de do Missing Link como NPG é o fato de ser um jogos que não somente usa sua rede de amigos. No Missing Link, a sua rede de amigos é o jogo”, diz o fundador Anthony Eiger.

A aposta no mobile funciona, porque o celular é uma ótima plataforma para dialogar. Mesmo assim, o game não é convencional, mas pode ser uma maneira diferente de se divertir, como são a maioria dos jogos criados especialmente para o Facebook.

The Missing Link aposta no público jovem. Segundo levantamento da .Mobi, mais da metade dos usuários de smartphones tem entre 12 e 34 anos. Dentro da pesquisa, 46% dos entrevistados afirmam que utilizam o dispositivo para jogos e 57% acessam as redes sociais via mobile. Este é o foco da empresa brasileira ao criar o game.

Opine no fórum: quais os melhores jogos para Facebook?


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares