Internet

24/01/2014 16h06 - Atualizado em 24/01/2014 16h06

Bug do Google Agenda põe estranhos em seus eventos privados

Milena Pereira
por
Para o TechTudo

Os usuários do Google Agenda devem ter cuidado com a forma como nomeiam seus eventos, pois há o risco deles serem compartilhados com outros usuários. Em uma tentativa de interpretar de forma inteligente os nomes dos eventos, parece que o Google também anda convidando automaticamente a pessoa cujo nome é mencionado no título,  fazendo isso inclusive sem notificar ao criador do evento.

Gmail: evite receber e-mails de estranhos a partir de contatos Google+

google (Foto: google)Bug do Google Agenda põe estranhos em seus eventos privados (Foto: Divulgação/Google)


Recentemente, o usuário Terence Eden criou um evento no calendário para lembrar-se de pedir um aumento ao seu chefe. Como usou o nome do chefe na linha de assunto, o Google Agenda, sem avisar ao usuário, inseriu o evento no calendário do tal chefe levando ambos a uma situação constrangedora.

Segundo Eden, que foi o primeiro usuário a reparar o problema, o erro não acontece quando se cria um evento via aplicativo móvel, existindo apenas na versão web. Sobre isso, o Google afirmou que “é ciente do problema com a Agenda e está trabalhando ativamente para corrigi-lo” e disse ainda que “a questão tem um impacto mínimo sobre a segurança de nossos usuários”.

Problema de segurança ou não, trata-se, de fato, de um comportamento que afeta negativamente aos usuários; assim, enquanto o Google não resolve a falha, há uma “correção” que pode ajudar: basta escrever o nome das pessoas não aceitando a complementação automática oferecida pela aplicação, que associa ao e-mail do usuário.

Fonte: The Verge e Droidlife

Qual a solução para navegador Google Chrome desligando involuntariamente o PC? Veja no Fórum do TechTudo.



Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares