Lançadores e buscadores

30/01/2014 18h28 - Atualizado em 23/11/2017 20h04

'Todos acham que pagamento online é simples', alerta diretor do PayPal

Melissa Cruz Cossetti
por
Da Campus Party 2014

O mercado de pagamentos eletrônicos virou tendência no Startup & Makers Camp da Campus Party 2014. O setor exige forte preocupação com segurança, como explica o diretor global de desenvolvimento de redes do PayPal, John Lunn. A empresa trouxe para a sétima edição da Campus Party o PayPal Hackathon e testes com o Check In, serviço de pagamento móvel em lojas físicas que está sendo implementado no Brasil em alguns estabelecimentos.

Acompanhe a cobertura completa da Campus Party no TechTudo

Diretor global de desenvolvimento de redes do PayPal, John Lunn (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)Diretor global de desenvolvimento de redes do PayPal, John Lunn (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)


Segundo Lunn, o PayPal se preocupa não apenas em realizar os pagamentos móveis, mas também com toda a experiência de compra, incluindo agilidade, praticidade e, principalmente, a segurança dos dados.

"Aparecem pelo menos dez concorrentes do PayPal, por ano. Todos acham que fazer pagamentos é muito simples, até que começa a dar errado", conta. "Você pode perder milhões e milhões de dólares numa falha", diz.

Serviço de "Check In" da PayPal é um dos atrativos da Campus Party (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)PayPal preza pela segurança de dados dos usuários (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)



Questionado sobre o investimento em segurança, Lunn afirmou que é determinante para a confiança do consumidor ter experiência no mercado. Para o executivo, o principal diferencial do PayPal, há quinze anos no mercado, é investir fortemente em segurança, determinante para o futuro de startups que querem oferecer esse tipo de serviço, alvo de interceptações.

Check In é atração no estante da Campus Party

O Brasil é o primeiro país da América Latina a receber o Check In, com o aplicativo. Ao fazer um pagamento em uma loja física, o sistema registra o usuário, capta dados direto do PayPal, sem precisar usar cartão de crédito ou dinheiro. Na Campus Party, é possível "pagar", de forma simbólica, por dois serviços: massagem e pipoca. Os campuseiros podem fazer testes usando o aplicativo de pagamento móvel no estante da PayPal.

PayPal (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)Serviço de "Check In" da PayPal é um dos atrativos da Campus Party (Foto: Melissa Cruz/TechTudo)




Segundo Lunn, a empresa investiu no Check In porque é simples, não é uma transação complicada em lojas físicas e é uma ótima experiência. "A parte mais chata da comprar é pagar, ainda mais quando a fila é grande. O Check In melhora a experiência de compra, de enfrentar fila, pagar com cartão ...", explica.

Ainda de acordo com o diretor, o comércio eletrônico está crescendo e competindo com o varejo físico de forma agressiva. "Quando você compra online, a loja virtual capta todas as informações necessária para ajudar na compra, suas preferência, e outros detalhes. Com o Check In, a loja física passa ater esse dados também", argumenta, em favor do aplicativo.

"Da mesma maneira que o online consegue oferecer o produto exato que o consumidor gosta, o varejo físico pode oferecer também", explica. O Check In está sendo testado em São Paulo, na rede Suplicy Cafés, em um projeto piloto como primeiro parceiro de loja física da PayPal no Brasil.



Você vai participar da Campus Party 2014? Comente no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares