Notebook

21/02/2014 08h48 - Atualizado em 21/02/2014 08h48

Dell será a primeira fabricante de PCs a adotar o carregamento sem fio

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

O carregamento sem fios vai finalmente chegar aos ultrabooks. Isso porque a Dell, uma das maiores do segmento, se uniu à Alliance for Wireless Power (A4WP) para criar o padrão Rezence, específico para computadores. Até então, somente smartphones e outros dispositivos menores suportavam a tecnologia em grande escala.

Saiba como funciona o sistema de carregamento sem fios de smartphones

Dell será a primeira fabricante de PCs a implementar carregamento sem fios em seus produtos (Foto: Divulgação/Dell) (Foto: Dell será a primeira fabricante de PCs a implementar carregamento sem fios em seus produtos (Foto: Divulgação/Dell))Dell será a primeira fabricante de PCs a implementar carregamento sem fios em seus produtos (Foto: Divulgação/Dell)


A nova capacidade de carregamento sem fios poderá alimentar baterias de 20 a 50 watts, similar às encontradas em Ultrabooks. Segundo a A4WP, a nova tecnologia permitirá, inclusive, que aparelhos celulares possam ser carregados por meio do computador somente ao coloca-los sobre a carcaça do laptop.

“O desenvolvimento da tecnologia de ressonância magnética irá melhorar a experiência do cliente quando se trata de carregamento sem fio, levando esse recurso a mais casas e negócios no próximos anos”, explicou o vice-presidente de tecnologia da Dell, Glen Robson.

Ainda não há previsão de lançamentos de produtos Dell com carregamento sem fios, mas a A4WP exibirá seus projetos mais recentes durante a MWC 2014, que começa na próxima segunda-feira (24), em Barcelona.

Carregador solar para smartphones realmente funciona? Veja os comentários no Fórum do TechTudo.

Via Rezence e Engadget

 


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares