Internet

18/03/2014 14h29 - Atualizado em 18/03/2014 14h29

Facebook melhora reconhecimento facial e chega quase ao nível humano

Milena Pereira
por
Para o TechTudo

Identificar rostos é uma tarefa relativamente simples para humanos, mas tem sido um desafio para computadores. Muitos desenvolvedores com o Facebook têm investido na busca por um mecanismo capaz de cumprir tal função com eficiência. A última novidade da rede social vem do projeto  “Deep Face”, cuja tecnologia foi capaz de alcançar 97,25% de precisão no reconhecimento de faces em fotos.

Vírus no Facebook usa falso vídeo de avião desaparecido em novo golpe

DeepFace reduz em 25% a chance de erro no reconhecimento de faces. (Fonte: Divulgação/Facebook)DeepFace reduz em 25% a chance de erro no reconhecimento de faces. (Fonte: Divulgação/Facebook)

Segundo publicação feita por membros da equipe de pesquisa do Facebook, o projeto funciona em quatro etapas: detectar, alinhar, representar e classificar. Todo processo é feito através do emprego de modelagem facial 3D, o que permite uma representação neural profunda dos rostos em nove camadas.

“Esta rede profunda envolve mais de 120 milhões de parâmetros usando várias camadas ligadas localmente (…) Assim, preparamos um grande conjunto de dados faciais e rotulamos quatro milhões de imagens faciais pertencentes a mais de quatro mil identidades, sendo que cada identidade tem uma média de mais de mil amostras”, analisam os pesquisadores.

O DeepFace conseguiu reduzir em até 25% os erros nas identificações faciais, o que aproxima bastante a capacidade de identificação feita pelo computador (agora, de 97,25% chance de acerto) a uma feita por humanos (que é de 97,53%).

Identificação facial feita pelo DeepFace é bastante próxima a alcançada por humanos. (Foto: Divulgação/Facebook)Identificação facial feita pelo DeepFace é bastante próxima a alcançada por humanos. (Foto: Divulgação/Facebook)


A novidade do Facebook de fato representa um avanço significativo na área de softwares de correspondência de rostos, e demonstra o poder de uma nova abordagem para a inteligência artificial, conhecida como “Deep learning” (aprendizagem profunda, em português).

Como recuperar uma conversa do Facebook? Veja os comentários no Fórum do TechTudo.

Esse tipo de aprendizagem tem sido uma grande aposta tanto do Facebook quanto de seus concorrentes. Essa área de AI (Inteligência Artificial) envolve software que usam redes de neurônios simulados para aprender a reconhecer padrões em grandes quantidades de dados.

Yaniv Taigman, membro da equipe de AI do Facebook, acredita que o Deep learning pode ajudar a empresa e aposta no sucesso da novidade. “Nós nos aproximamos bastante do desempenho humano", afirma ele sobre o novo software.

Atualmente, o reconhecimento facial tem sido usado para identificar pessoas em fotos publicadas pelos usuários e sugestões de marcações de amigos nas mesmas imagens na rede social.

Via Facebook,  MIT e The Verge.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Alan Vicente
    2014-03-19T08:36:42

    uma boa forma de achar de desaparecidos ou identificar pessoas e verificar seu histórico seja este publico é claro.