18/03/2014 11h49 - Atualizado em 18/03/2014 11h49

Hearthstone: testamos a versão para iPad que traz novidades para o game

Renato Bazan
por
Para o TechTudo

Hearthstone: Heroes of Warcraft para iPad será lançado em pouco mais de uma semana. A Blizzard convidou o TechTudo para conferir a nova versão do game. Em termos de design e polimento, o jogo impressiona por se aproximar muito do que é oferecido no PC, com os mesmos menus e animações, produzidos num caprichado português do Brasil. O tabuleiro, as cartas, as regras, nada muda. Confira nossas impressões:

Hearthstone Heroes of Warcraft: confira dicas para mandar bem no game

Hearthstone: Heroes of Warcraft (Foto: Divulgação)Hearthstone: Heroes of Warcraft (Foto: Divulgação)


De fato, desconsiderando os comandos por toque e alguns poucos sacrifícios gráficos necessários, pode-se dizer que Hearthstone é exatamente o mesmo no PC e no iPad. Algumas da maiores tradições da Battle.net permanecem intactas nessa nova versão: para segurança dos usuários, será possível utilizar o autenticador para efetuar login, seja ele chaveiro ou aplicativo de celular, os amigos e o progresso feitos no jogo em uma máquina passam para outra; as informações de perfil são importadas diretamente para dentro do jogo.

É surpreendente, nesse sentido, que Hearthstone consuma uma quantidade de dados tão pequena – mesmo numa conexão 3G de baixa qualidade, o iPad consegue rodar o jogo sem travamentos (depois de um longo carregamento inicial em cada partida).

A versão de tablet conta com uma inovação conveniente, que detecta outros aparelhos numa rede Wi-Fi que estejam rodando Hearthstone e cria uma ponte de comunicação direta no caso de os dois aparelhos entrarem num duelo. Ela incorpora certo elementos de jogabilidade mobile: um aparelho que entrar em modo de descanso, por exemplo, não encerrará automaticamente um jogo, mas o fará pausar dos dois lados.

Os controles por toque caíram extremamente bem em Hearthstone. Chega a ser mais natural jogá-lo no tablet que no PC (Foto: TechTudo/Renato Bazan)Os controles por toque caíram extremamente bem em Hearthstone. Chega a ser mais natural jogá-lo no tablet que no PC (Foto: TechTudo/Renato Bazan)

Todos os dias, os jogadores terão três desafios diferentes para conseguir gold mais fácil, incentivando-os a retornar diariamente. E para quem gosta de conversar, o aplicativo tem um comunicador interno de dar inveja em muitos jogos "AAA".

Os planos para a expansão de Hearthstone são ambiciosos. Além da versão para iPad, que sai durante o mês de março, a Blizzard trabalha atualmente equipes de transposição tanto para Android quanto para Windows Tablet, e prometem levar o jogo até mesmo para as pequenas telas dos celulares. Todos esse projetos, no entanto, ainda não tem data definida, e dependerão da demanda dos jogadores. Mas a intenção é levar o jogo para “todas as telas que conseguirmos”.

A Blizzard não tem pressa com relação aos seus planos de expansão do conteúdo de Hearthstone. No setor de novas cartas, ela irá se pronunciar durante o evento americano PAX East (11 a 13 de abril), quando anunciará as primeiras novas cartas. No setor de campeonatos, André de Abreu, diretor de relações públicas da Blizzard na América Latina, explica: “O nosso foco, até agora, é fazer o melhor jogo que conseguirmos".

Captura da tela do iPad mostra o texto das cartas em português do Brasil (Foto: Reprodução/Blizzard)Captura da tela do iPad mostra o texto das cartas em português do Brasil (Foto: Reprodução/Blizzard)

André diz que ainda não sabe como a comunidade vai receber o jogo e não sabe como eles irão aprofundá-lo. "Não dá pra dizer que faremos um campeonato assim ou assado. O que sabemos é que apenas um jogo bem aceito pelo público terá importância como competição, e que esse não é nosso objetivo inicial". Como consolo, ele lembra que o lançamento do conteúdo será sempre simultâneo no exterior e no Brasil.

O jogo, como na versão de PC, é gratuito para download e tem todos os itens compráveis com dinheiro obtido nas partidas, com o uso de dinheiro real restrito à aceleração na aquisição de novas cartas.

No Brasil, os preços para a compra de pacotinhos de cinco são os seguintes: para dois booster packs, o jogador paga R$ 6,50; para sete, R$ 22; para quinze, R$ 44; para quarenta, R$ 110. Ao menos por enquanto, todas as compras só poderão ser feitas na loja virtual do jogo. Nenhuma forma de venda física existirá.

Qual seu baralho favorito no Hearthstone? Opine no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Eric Andersen
    2014-04-17T16:31:09

    Joguei a versão do Ipad, sensacional, muito bem feito. parabéns Blizzard.

  • Claudio Silva
    2014-03-18T19:41:14

    jogo em casa em quase todo meu tempo livre do trampo, estudo e mulher, algumas vezes nas folgas por 3 ou 4 horas, espero poder jogar logo no android, dentro do metrô ou ônibus!!!