Internet

06/05/2014 16h27 - Atualizado em 06/05/2014 16h27

Symantec, fabricante do Norton, crê que ‘antivírus está morto’; entenda

Paulo Alves
por
Para o TechTudo

Um executivo da Symantec, fabricante do programa Norton, causou polêmica esta semana ao declarar: “o antivírus está morto”. Segundo o vice-presidente sênior de TI, Brian Dye, está cada vez mais difícil impedir que hackers invadam computadores domésticos e empresariais, o que poderá forçar toda a indústria a mudar de estratégia: focar na solução em vez da atualmente ineflicaz prevenção da invasão.

Falha em logins com OAuth são menos graves que o HeartBleed; entenda

Symantec vê mercado resistente a antivírus como o Norton (Foto: Divulgação/Symantec)Symantec vê mercado resistente a antivírus como o Norton (Foto: Divulgação/Symantec)

Estimativas da Symantec apontam que programas antivírus atuais são capazes de detectar somente 45% dos malwares adquiridos pelos usuários na Internet ou via dispositivos de terceiros como pendrives USB. Além disso, as ameaças capturadas têm seu código modificado constantemente pelos cibercriminosos, o que torna novas detecções do mesmo vírus quase impossíveis quando camuflados.

Esse cenário estaria mudando até o comportamento dos usuários. “Se os clientes estão preferindo detectar e responder à se proteger, o crescimento virá de detectar e responder”, explica o executivo ao se referir ao mercado de softwares antivírus, que vem diminuindo e provocando quedas no faturamento da empresa de segurança.

Qual é o melhor antivírus grátis? Confira no Fórum do TechTudo. 

Por isso, a Symantec acredita que a melhor estratégia de combate aos hackers seja investir em sistemas de detecção e remoção de ameaças já instaladas, tanto em PCs quanto em data centers empresariais. Além disso, a companhia pretende investir mais em ferramentas secundárias, como gestores de senha, anti-spam e scan de sites em busca de links maliciosos.

No entanto, apesar dos antivírus não conseguirem mais trabalhar sozinhos, a empresa garante que soluções como o Norton Security Scan não serão descartadas. No limite, a Symantec pode estar indicando que, no futuro, antivírus poderão ser instalados gratuitamente nas máquinas, deixando para outro tipo de software a tarefa de remover os malwares em definitivo e gerar receita para a indústria.

Via Wall Street Journal

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Ivan Campos
    2014-05-06T22:12:07  

    Sou técnico e ao meu entender que um antivírus seria bom se fosse aquele que não deixasse esses tals de ADWARES da vida ser instalado.... Igual LOLIPOP, MOBOGEINE, BAIDU, HAO123 entre outras porcarias que deixam o pc mais que lento !!!

    recentes

    populares

    • Ivan Campos
      2014-05-06T22:12:07  

      Poise mas são usuários comuns... E usuários comuns são 90% dos usuários de computadores... Eu e vc são minoria, somos pessoas que tem um conhecimento mais aprumado, eu mesmo tenho um Kaspersky na minha maquina da loja só para verificação de arquivos de cliente, no meu note nem necessito, quem procura um antivírus PAGO são aqueles que tem pouco conhecimento !!!

    recentes

    populares

    • Ivan Campos
      2014-05-06T22:12:07  

      E tem mais, hoje a maioria dos cybercriminosos são exatamente as mesmas empresas de anti-virus, porque elas precisam manter seus produtos a venda e com lucros, e a última investida foi o tal sequestro de senhas dos usuários, isso permitiu que as mesmas tivessem um lucro enorme com seus upgrades, e mais coisas vem por ai, porque a ganância do ser humano e por consequência das empresas não tem limite, logo se fugir o bicho, se correr o bicho come, salve o wikileaks que deu um norte para que possamos acabar com tudo isso, mas está perdendo a força infelizmente.