Computadores

09/06/2014 11h43 - Atualizado em 10/06/2014 17h00

Computador consegue se passar por humano de 13 anos em Teste de Turing

Pedro Zambarda
por
Para o TechTudo

Um dos cinco supercomputadores da Royal Society, em Londres, conseguiu convencer pelo menos 33% dos presentes em um teste realizado pela Universidade de Reading, no Reino Unido, que era um adolescente de 13 anos chamado Eugene Goostman. A máquina é a primeira a passar no famoso “Teste de Turing”, popularizado na década de 1950.

Alan Turing, o pai da computação, é homenageado por Doodle do Google

Eugene Goostman é um super computador, mas conseguiu enganar e se passar por humano em um teste (Foto: Reprodução)Eugene Goostman é um super computador, mas conseguiu enganar e se passar por humano em um teste (Foto: Reprodução)

Eugene foi criado em 2001 na cidade São Petesburgo, na Rússia, por um russo chamado Vladimir Veselov, que hoje vive nos Estados Unidos, e por um ucraniano que mora na Rússia, Eugene Demchenko. Ele seria um adolescente com 13 anos, de acordo com sua inteligência artificial. O teste funcionou justamente nos 60 anos da morte do programador Alan Turing, responsável pelo teste e famoso programador da Segunda Guerra Mundial.

O que é o “Teste de Turing”?

Considerado como “Pai da Inteligência Artificial”, o londrino Alan Turing (1912-1954) desenvolveu um teste, em 1948, que poderia atestar a inteligência de um computador. Se, em uma conversa de cinco minutos, 30% dos entrevistadores duvidassem que a máquina fosse uma máquina e acreditassem que ele poderia ser um humano, o computador poderia ser qualificado como inteligente. Foi isso que aconteceu na Universidade de Reading, com 33% dos entrevistados afirmando que Eugene, de fato, deveria ser uma pessoa.

Quais tecnologias para vestir vocês acham que têm mais potencial? Opine no Fórum do TechTudo.

Turing teve uma importância grande para o desenvolvimento da informática no século 20 (Foto: Wikimedia Commons)Turing teve uma importância grande para o desenvolvimento da informática no século 20 (Foto: Wikimedia Commons)


Um teste reverso de Turing é utilizado na Internet para que humanos provem que o são. Trata-se do CAPTCHA, prova de números e letras criada pelo professor de ciência da computação Luis von Ahn.

É irônico que o teste de Alan Turing tenha dado certo justamente 60 anos após sua morte. Turing ficou marcado pela perseguição em sua homossexualidade e, condenado por uma relação com um homem de 19 anos de Manchester, ele foi castrado quimicamente.

Dois anos depois, morreu por envenenamento de cianeto em uma maçã, que deu origem ao símbolo da Apple, anos depois. Muitos acreditam que foi suicídio. Alan Turing faleceu esquecido, depois de uma carreira reconhecida como programador durante a Segunda Guerra Mundial, decodificando linhas de código alemãs.

Um perdão real na Inglaterra só foi concedido à Turing em dezembro de 2013, após uma longa campanha contra a homofobia que afetou sua carreira.

Via Universidade de Reading

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Raissa Britto
    2014-06-19T21:37:28

    legal