Internet

30/06/2014 11h53 - Atualizado em 30/06/2014 13h50

Facebook responde reações negativas sobre manipulação de feed de 600 mil

Thiago Barros
por
Para o TechTudo

Um dos coautores do experimento que manipulou secretamente os feeds de usuários do Facebook, enfim, se pronunciou sobre o caso. Integrante da divisão de núcleo de dados científicos do Facebook, Adam Kramer postou em sua página na rede social uma grande nota em relação ao assunto. Segundo ele, tudo ganhou uma proporção muito maior do que deveria na experiência com os 600 mil perfis.

Cinco dicas ajudam a proteger sua privacidade nas redes sociais; veja lista

Facebook Computador Home (Foto: Anna Kellen Bull / TechTudo)Facebook foi criticado após pesquisas que manipularam feed de 600 mil pessoas (Foto: Anna Kellen Bull / TechTudo)


O caso trouxe à tona, novamente, a questão da privacidade dos usuários no Facebook e de como a rede social utiliza os dados das pessoas, gerando um grande desconforto nas redes sociais no último final de semana. Segundo Kramer, não era para tanto.

“A razão pela qual fizemos este estudo é porque nos importamos com o impacto emocional que o Facebook causa nas pessoas que utilizam o nosso produto. Achamos que seria importante investigar a preocupação de pessoas em ver posts felizes, o sentimento de quem se sente excluído e as pessoas que se influenciam pela negatividade dos outros”, explicou.

O estudo sobre possíveis depressões foi feito de uma maneira polêmica. Pesquisadores editaram os feeds de notícias (a coluna central do Facebook) de 689,003 usuários, por uma semana, em janeiro de 2012. Suas páginas passaram a demonstrar conteúdos direcionados pelos estudiosos, para que eles pudessem fazer análises sobre o comportamento dos usuários – sem a autorização dos mesmos.

Legalmente, o Facebook pode fazer isso, já que os usuários aceitam dar seus dados para estudos como este no momento em que criam um cadastro no site. No entanto, questionou-se bastante a ética por trás da pesquisa, já que a manipulação do feed foi realizada sem um pedido sequer aos usuários que foram utilizados como cobaias.

Kramer postou esclarecimento no Facebook (Foto: Reprodução/Facebook) (Foto: Kramer postou esclarecimento no Facebook (Foto: Reprodução/Facebook))Kramer postou esclarecimento no Facebook (Foto: Reprodução/Facebook) (Foto: Kramer postou esclarecimento no Facebook (Foto: Reprodução/Facebook))


“Nossa meta nunca foi deixar ninguém triste. Entendo porque algumas pessoas têm preocupações sobre isso, estamos muito tristes pela maneira como a pesquisa foi descrita e o furor que causou”, desculpou-se Kramer.

Via Facebook

Como cancelar o Unfriend Alert do Facebook? Veja no Fórum do TechTudo.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares