25/06/2014 13h08 - Atualizado em 29/09/2014 17h14

Google I/O 2014 revela o Android One, Android L e conecta carros e TVs

Melissa Cruz Cossetti
por
Da redação

O Google I/O 2014 revelou novidades para os usuários de Android e outros vários produtos Google nesta quarta-feira (25), incluindo o lançamento do projeto Android One, o Android L e várias soluções para TV, carros e relógios conectados à sua plataforma de software. A conferência anual para desenvolvedores do gigante tech tem como palco o Moscone Center, em São Francisco, na Califórnia; confira.

Conheça o Android Wear e saiba o que esperar dos relógios inteligentes

Google revela novidades para o Android e outros produtos (Foto: Marcelo Azambuja e Danilo Bardusco / TechTudo)Google revela novidades para o Android e outros produtos no Google I/O 2014 (Foto: TechTudo)





1 bilhão de Androids

Sundar Pichai, vice-presidente do Google para o Android, deu as boas vindas aos milhares de internautas e desenvolvedores que acompanhavam o Google I/O 2014 no Moscone Center e também online, incluindo um grupo em São Paulo, no Brasil. Já esperado, o tema de abertura foi smartphone.

Hoje mais de 1 bilhão de pessoas estão usando o Android. Nesse universo, mais uma sequência de números assustadores: 93 milhões de selfies, 1,5 trilhões de passos, 100 bilhões de "checadas" ao celular. Segundo Pichai, aparelhos com Android estão agora dominando 62% do mercado de tablets.

Android One

Tudo isso, para apresentar o Android One e justificar os investimentos do Google em hardware. O gigante apresentou um novo aparelho celular, fabricado na Índia, como mais uma iniciativa de smartphone Android de baixo-custo. Ou seja, um smartphone Google, com Android puro, como Nexus.

Android One, o novo smartphone do Google (Foto: Reprodução / Google)Android One, o projeto do Google para produzir smarts baratos (Foto: Reprodução / Google)







Com características simples, o primeiro smartphone a fazer parte do projeto Android One foi mostrado com a seguinte configuração: dual-chip, entrada para cartão microSD (aumenta espaço de armazenamento), tela de 4,5 polegadas e rádio FM.

Android L

Ainda com Pichai no palco, o Google mostrou o Android L, ou "L Developer Preview", como chamou. Muito responsivo e cheio de camadas, funcionando bem e universalmente no telefone, tablet ou computador - referindo-se ao que chamou de Design Material para Android L e Chrome - o sistema apresenta mudanças na tipografia, nos espaços em branco, nas superfícies e até na paleta de cores. 

Android Lollipop, ou 'L Developer Preview', é apresentado no Google I/O (Foto: Reprodução / Google)Android Lollipop, ou 'L Developer Preview', é apresentado no Google I/O (Foto: Reprodução / Google)



"Nós trabalhamos juntos - Android, Chrome e todo mundo no Google - para formar uma visão consistente para as plataformas mobile, desktop e mais", explicou Matias Duarte, vice-presidente de design. Isso significa que é o fim dos cantos quadrados e das cores primárias. Tudo é novo.

Como deixar o smartphone com Android mais seguro? Veja no Fórum do TechTudo.

Com animações fluidas, coloridas e agradáveis, o Android L traz, no discador, um efeito de "espalhar", ou "ripple touch", só visto, até agora, em algumas ROMs. Mostrando que o Google não está dormindo diante das customizações. "O trabalho ainda está acontecendo e vamos começar a liberar as novidades para os desenvolvedores aos poucos", disse Dave Burke, diretor de engenharia.


Há mudanças também no acesso às notificações, direto da tela de bloqueio, ainda mais dinâmico. O Google parece ter mudado a forma como as notificações são priorizadas, similar ao serviço do Gmail.

Acesso às notificações direto da tela de bloqueio no Android L (Foto: Reprodução / Google)Acesso às notificações direto da tela de bloqueio no Android L (Foto: Reprodução / Google)


Outras novidades estão na autenticação e no uso de gadgets inteligentes. O sistema entende e interage com o ambiente. Se alguém emparelhar um relógio Bluetooth, ele abrirá automaticamente. Mas, se o usuário não reconhece o wearable, o sistema mostra logo a tela de bloqueio.

Android L no CPU

Segundo Burke, chips ARM, x86, MIPS, de todos os tipos, serão suportado pelo projeto L. Isso quer dizer que o sistema vai rodar bem em qualquer CPU sem qualquer problema de compatibilidade. O Android Extension Pack, também anunciado pelo executivo, é a plataforma que pretende diminuir a distância de processamento entre o desktop e os smartphones e tablets. Sobre hardware, com o novo modo de economia de bateria, o usuário ganha até 90 minutos de carga a mais no aparelho.

Project Volta promete reduzir o consumo de bateria no Android L (Foto: Reprodução/Google) (Foto: Project Volta promete reduzir o consumo de bateria no Android L (Foto: Reprodução/Google))Project Volta promete reduzir o consumo de bateria no Android L (Foto: Reprodução/Google)


Android Wear

Usando um LG G Watch na demo do Projeto L, o Google mostrou como o sistema vai funcionar em relógios e prover soluções e respostas rápidas. Suave, basta arrastar para os lados e ter acesso aos cards do Google Now. E o melhor, apagando uma notificação do relógio, ela some do celular também. 

O LG G Watch, com o projeto do Android L (Foto: Reprodução / Google)O LG G Watch, com o projeto do Android L (Foto: Reprodução / Google)


Para iniciar, basta dizer "Ok, Google", e tudo funciona com sincronização em real time, notificações, anotações, agenda ... O "L" no relógio permite ainda que você tenha acesso a dados de seus outros gadgets, como configurações e tempo de bateria. Tudo para reduzir a necessidade de usar o celular.

O sistema mostra a hora da viagem, a previsão do tempo no destino, o bilhete de embarque no avião, o fuso horário em sua cidade natal, os mapas para onde o usuário vai e até a sua frequência cardíaca. 

Relógio da Samsung é à prova d'água (Foto: Reprodução / Google)Relógio da Samsung é à prova d'água (Foto: Reprodução / Google)


O LG G Watch vai estar disponível ainda nesta quarta-feira, na Google Play Store (certamente, só para os Estados Unidos) assim como o Samsung Gear Live e o Moto 360, segundo o Google. Ainda de acordo com o gigante tech, todos os aparelhos mostrados no evento são a prova d'água. 

Android Auto

O Android também chegou ao volante. Patrick Brady, outro diretor de engenharia do Google, se apresentou para falar de carros. Brady lembra que há um grande número de acidentes de trânsito por causa da insistência das pessoas em usar celulares enquanto dirigem, tornando a direção perigosa.

Android Auto une todas as informações necessárias para o motorista (Foto: Reprodução / Google)Android Auto une todas as informações necessárias para o motorista (Foto: Reprodução / Google)


Com o Android Auto, o objetivo é unir todas as informações necessárias para o motorista: navegação, comunicação e música em uma central, tudo ativado por voz. O preview foi mostrado em um cockpit.

A interface da central multimídia é baseada em cards, no melhor estilo Google Now. Simples de operar, o Android Auto funciona como um tablet, com uma afinada função de voz. Já podem ser usados apps como Pandora, TuneIn, Spotify e há mais de 40 novos parceiros no Open Auto Alliance.

Android TV

O Google resolveu dar ao sistema de TV o mesmo nível de atenção que os smartphones e tablets sempre receberam de seus desenvolvedores. Com uma interface simples, com poucas camadas e bem intuitiva, tem suas principais funções ativadas por voz. Além disso, há interação direta com o smartphone Android, tudo é controlável também via smartwatch, por meio de aplicativo.

No Android TV tudo é ativado por voz (Foto: Reprodução / Google)No Android TV tudo é ativado por voz (Foto: Reprodução / Google)


É muito fácil enviar o conteúdo de seu smartphone ou tablet para o Android TV. Em uma rápida demo, foi possível ver um executivo levar os games de seus gadgets para a televisão. É possível também usar o Android TV como um Chromecast, já que ele também suporta a plataforma.

Segundo o Google, toda a linha de smart TVs de fabricantes como Sharp, Sony e Philips serão vendidas com Android TV. Os aparelhos Razer, Asus e outros também vão rodar o mesmo sistema.

Chromecast

Foi mostrado ainda o Backdrop, o novo ambiente do Chromecast. Ele transforma sua TV em um grande porta-retratos virtual. Adiciona suas fotos pessoais como papel de parede quando o Chromecast não estiver sendo usado para filmes ou música e funciona com aparelhos iOS (iPhone) e Androids.

O novo ambiente do Chromecast é chamado de Backdrop (Foto: Reprodução / Google)O novo ambiente do Chromecast é chamado de Backdrop (Foto: Reprodução / Google)


O Google I/O também trouxe algumas novidades em funções. Rishi Chandra, diretor de desenvolvimento do gadget, anunciou uma nova e também esperada função: o usuário não precisa mais estar na mesma rede do aparelho para controlá-lo. Porém, há preocupação com segurança. É preciso um PIN para autenticar a transmissão. A nova função, porém, chega só no final do ano.

Além disso, chegará o espelhamento de conteúdo na TV, em que se abre a câmera e ela espelha para a tela, em tempo real, o conteúdo visualizado. É possível espelhar desde fotos até a câmera ao vivo.

Chromebook

Pichai relembrou o Cr-48, primeiro protótipo, três anos atrás, e citou que atualmente há oito grandes empresas fabricando 15 modelos de Chromebooks. Cheio de novidades, o computador em nuvem do Google ganhou funções como desbloquear um smartphone de maneira remota, como faz um smartwach, por exemplo. Os notebooks também, assim com os relógios inteligentes, passam a espelhar notificações do Android como mensagens, alertas de redes sociais, ligações e nível da bateria.

O Chromebook espelha as notificações de seu Android (Foto: Reprodução / Google)O Chromebook espelha as notificações de seu Android (Foto: Reprodução / Google)





O Google também estrá trazendo a edição de arquivos do Office nativa para o serviço de nuvem. O usuário não preicsa mais converter formatos para trabalhar, basta salvar os documentos como Word. 

Google Drive

O Google Drive, nuvem do Google com aplicações de edição, já alcançou a marca de 190 milhões de usuários ativos. Para celebrar o sucesso, o Google desenvolveu o Drive for work: um Google Drive com dados encriptados. A ideia é oferecer total segurança e armazenamento ilimitado por US$ 10 ao mês.

Drive for work: um Google Drive com dados encriptados e armazenamento ilimitado (Foto: Reprodução / Google)Drive for work: um Google Drive com dados encriptados e armazenamento ilimitado (Foto: Reprodução / Google)



Google Fit

A executiva Ellie Powers, responsável pelo Google Play, mostrou o Google Fit, uma espécie de rival do HealthKit, da Apple, que foi anunciado no último WWDC. Asus, Adidas, HTC, INtel, LG e Nike são alguns dos parceiros do Google para unificar dados em uma única plataforma de fitness. 

O Google Fit tem como objetivo a unificação de dados (Foto: Reprodução / Google)O Google Fit tem como objetivo a unificação de dados (Foto: Reprodução / Google)





Google Play Games

Powers também mostrou o First, um perfil de gamer que muda de acordo com os jogos preferidos e resultados do usuário. Ele traz a função de salvar jogos na Google Play Games, muito esperada pelos donos de Androis. Agora, é possível continuar partidas em diferentes aparelhos e gadgets.

Google Play Games: será possível continuar jogos em diferentes aparelhos (Foto: Reprodução / Google)Google Play Games: será possível continuar jogos em diferentes aparelhos (Foto: Reprodução / Google)



Desenvolvedores e SDK

Os kits SDK, que significa Software Development Kit, ou kit para desenvolvimento de software, estão disponíveis a partir de hoje para todos os desenvolvedores interessados. Menos o do Google Fit.

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Leandro Santos
    2014-06-25T23:53:54  

    Não sei se é porque gosto dos produtos da Apple mas também curto algumas coisas do Google, mas acho as apresentações tão fracas. Muita coisa e as vezes perde o foco. Sinceramente acho que o Google deveria cortar a distribuição do Android para outras fabricantes e passar a produzir o seu próprio hardware. O que ferra o Android e desenvolvedores são as N versões que temos para desenvolver para o Android, prefiro trabalhar com a Apple a qual sei que tenho que desenvolver um aplicativo para rodar em uma ou no máximo (raramente isso acontece) duas versões, já Android não!

    recentes

    populares

    • Leandro Santos
      2014-06-25T23:53:54  

      Leandro Santos, cara eu sou desenvolvedor também e atualmente desenvolvo apenas para Android. Mais tenho interesse de desenvolver para iOS e WP. O problema do iOS é ter mac book q é muito caro, mais estou tentando adquirir um fora do país. Agora sobre vc diz desenvolver para Android, te garanto que é super fácil. Pelo menos meus aplicativos funciona em qualquer versão e tamanho de tela(smartphone ou tablet) sem nenhum problema de layout. Existe vários recursos que em um mesmo layout funcione tanto para smartphone e tablet, um desses recursos é fragments.

    recentes

    populares

    • Leandro Santos
      2014-06-25T23:53:54  

      show de bola Victor! Com certeza você vai conseguir comprar sim seu Macbook. A respeito de desenvolver, acredito (pelo menos pra mim) ser muito mais rentável hoje desenvolver para iOS do que Android, pelo menos é o que vejo para algumas empresas e conhecidos. Até eu já rentabilizei algumas coisas com esses desenvolvimentos para iOS.

  • Monsenhor Razão
    2014-06-25T19:15:04  

    O sistema operacional americano Android é bom, o que não presta são as porcarias dos aparelhos asiáticos. A Samsung, Sony, LG, Motorola, HTC e xing-lings estão estragando a imagem do sistema da americana Google. Os asiáticos só sabem fazer bem arroz e pastel.

    recentes

    populares

    • Monsenhor Razão
      2014-06-25T19:15:04  

      Cala a boca sua mula! Todos os smartphones na atualidade, exceto alguns indianos, russos e romenos, são produzidos pelos asiáticos, seu burro!

    recentes

    populares

    • Monsenhor Razão
      2014-06-25T19:15:04  

      Victor Alexandre Lenovo comprou é asiática e fim de papo. Aliás, são todos asiáticos, são todos produzidos lá, quer vocês gostem ou não.

  • Marcelo Oliveira
    2014-06-25T22:44:55  

    Tomara que o novo sistema seja realmente mais fluido e sem necessidade de tanto processamento, megas e mais megas de RAM. Estabilidade também. Pois algo que o iOS tem de sobra, é estabilidade. Mas o que me chama mais atenção na Google, é essa preocupação em compatibilidade e não se importar quem usa iOS, Windows Phone e etc, como mostrado no Chromecast.

    recentes

    populares

    • Marcelo Oliveira
      2014-06-25T22:44:55  

      E porque o Google se importaria com quem usa Windows Phone ou iOS? Está pegando o boi que eles ainda desenvolvem alguma coisa compatível com essas plataformas. Porque se você dependesse de alguma coisa que da Lixosoft ou Apple para Android, tu estaria ferrado.

    recentes

    populares

    • Marcelo Oliveira
      2014-06-25T22:44:55  

      Se alguem depende é o android, a microsoft licencia quase 70% das patentes que o android usa. Eles ganham dinheiro sem fazer força. O google so ganha grana com os serviços e publicidade.

  • Diego Hidalgo
    2014-06-26T08:58:04

    E o Nexus 6?

  • Diego Hidalgo
    2014-06-26T08:53:20

    E o Nexus 6 que era o mais aguardado nada! O jeito é se contentar com o 5...

  • Chora Urubu
    2014-06-26T08:33:19

    Não mostraram nada de novo... Apple já tem tudo isso a muito tempo

  • Ronaldo Rico
    2014-06-25T17:18:32

    Show de tecnologia, está na hora de sair algo para suprir as famosas baterias, isso ainda é um cativeiro para os smartphones. Aguardo uma tecnologia de bateria solar sustentada por qualquer luz, não acham que está na hora?

  • Aleksandro Martins
    2014-06-25T16:53:42

    O Google sempre mostrando algo interessante no I/O , isto é muito bom !!!!!