18/07/2014 10h16 - Atualizado em 19/02/2015 19h40

Mostra de tecnologia chega a RJ e SP com novidades como vitrine 3D

Zíngara Lofrano
por
Da Redação

Vitrine interativa e um gerador de holograma capaz de refletir a imagem de algo que não existe fisicamente no local foram algumas das inovações de um futuro próximo. O evento Pavilhão Amanhã, promovido pelo grupo de companhias europeias LoginPT, apresenta as invenções tecnológicas nesta sexta-feira (18), das 10h às 18h, no Espaço Lagoon, na Lagoa, Zona Sul do Rio de Janeiro. A tenda itinerante de 900 m² estará aberta para o público de São Paulo no dia 30, no Transamerica Expo Center, em Santo Amaro, também das 10h às 18h. A mostra já passou por Portugal, Espanha e Polônia e deve passar ainda por Berlim, Luanda, Maputo e Nassau.

Confira novas tecnologias que podem facilitar a sua vida em breve

Arena do evento de tecnologia, na Lagoa, no Rio de Janeiro (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)Arena do evento de tecnologia, na Lagoa, no Rio de Janeiro. (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)


Nessa quinta-feira (17), a equipe do TechTudo teve uma prévia de alguns dos novos equipamentos, como Ziphius, produzido pela empresa Azorean Aquatic Technologies, e Retail Window, da Ydreams. O Ziphius é um drone aquático capaz de capturar imagens em alta definição. A partir de um smartphone ou um tablet, o usuário controla o aparelho que pode mergulhar em oceanos, inclusive.

O Retail Window consiste em uma vitrine digital. A partir do sistema touchscreen, de tela sensível a toque, o usuário interage virtualmente com os produtos disponíveis na loja de sapatos da marca Eureka. Ao tocar em um ícone para informações do sapato, o usuário descobre o preço, os tamanhos e a quantidade que está disponível.

Vitrine virtual, com reprodução de objetos em 3D (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)Vitrine virtual, com reprodução de objetos em imagem de 3D. (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)


O Vice-presidente do LoginPT, Antônio Costa, sempre foi apaixonado por tecnologia. Em entrevista exclusiva ao TechTudo, o engenheiro de Telecomunicações afirmou que a tecnologia influenciará cada vez mais na vida das pessoas. “A tecnologia está em todos os lugares. Sem ela, não seria possível fazer filmes de 3D, como 'Transformers', por exemplo”, comentou.

Vice-presidente do grupo LoginPT, que reúne empresas europeias (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)Vice-presidente do grupo LoginPT, que reúne empresas europeias. (Foto: Zíngara Lofrano/TechTudo)


Costa acredita que o maior desafio para o mundo da tecnologia é a massificação do uso dos produtos, já que apenas uma parcela da população do planeta tem, por exemplo, acesso a smartphones. O engenheiro ressalta que muitas pessoas ainda não consomem tecnologia por conta do alto preço, da falta de segurança e de diferenças culturais.

Apesar disso, ele continua otimista: “Daqui a 20 anos, um smartphone custará como um cafezinho”. Bem humorado, Antônio Costa ainda brincou dizendo que a preguiça é uma das maiores incentivadoras da criação tecnológica, pois as pessoas estão sempre pensando em algo para diminuir o esforço e simplificar a rotina.

O que a tecnologia ainda precisa inventar? Comente no Fórum do TechTudo.

Durante a conferência para a imprensa, o consultor Anderson Figueiredo levantou questões sobre as tendências tecnológicas do mundo, como a computação em nuvem. Figueiredo aposta que, dentro de alguns anos, empresas e até estatais trocaram os servidores físicos, data centers, por sistemas baseados em "cloud computing", os quais oferecem mais segurança "no sentido de compartilhamento", reduzem custos com equipamento, mão de obra e manutenção.

Além disso, para o consultor, o mundo da robótica já está acontecendo. Ele observa que as empresas estão comprando atualmente outras empresas de variados ramos para dominar todo o mercado: "É a era de comprar de tudo. Vocês acham que o Google comprou uma empresa de drones porque drones são legais? Não. É porque o negócio dá lucro". A multinacional adquiriu, em abril, a startup americana fabricante de drones Titan Aerospace, a qual estava sendo cobiçada pelo Facebook também. O Google ainda está investindo em biotecnologia para a medicina.

*Colaborou com a matéria Larissa Ferrari

 



Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares