Internet

28/08/2014 15h25 - Atualizado em 28/08/2014 15h52

Windows Phone Store tem mais de 1.500 aplicativos suspeitos removidos

João Kurtz
por
Para o TechTudo

Mais de 1.500 aplicativos de Windows e Windows Phone foram removidos da Windows Store. A medida foi tomada após o problema ocorrido com o player de vídeo VLC, que possuía mais de 200 clones maliciosos. Para acabar com o transtorno, a Microsoft fez mudanças nos requerimentos de certificação de aplicativos em sua loja virtual.

Como fazer o Google Chrome funcionar no Windows 8

Windows Store removeu aplicativos por conta de segurança (Foto: Reprodução/Aline Jesus)Windows Store removeu aplicativos por conta de segurança (Foto: Reprodução/Aline Jesus)







Em publicação no blog oficial do Windows, a companhia diz ter levado o feedback dos usuários a sério e modificou os requerimentos para publicação de novos apps. De acordo com as novas regras, os programas devem ter nomes que indiquem com clareza a funcionalidade, possuir um ícone que os diferenciem de outros aplicativos e ser arquivado em categorias que correspondam a seu uso.

A revisão da loja ainda está acontecendo, mas já mostra resultados. A pesquisa pelo VLC, por exemplo, que antes mostrava 209 itens, agora mostra 112 e o programa original é o primeiro da lista. Além disso, não existe mais nenhum clone malicioso capaz de confundir o usuário.

Número de resultados de busca pelo VLC caíram pela metade após expurgo (foto: Reprodução/Windows Store)Número de resultados de busca pelo VLC caíram pela metade após expurgo (foto: Reprodução/Windows Store)

Todas as lojas de aplicativos precisam balancear a qualidade e o número de alternativas de apps disponíveis, aponta a Microsoft. “Isto abre brechas para que pessoas tentem enganar o sistema com títulos ou descrições incorretas. Nós tentamos criar e aplicar políticas fortes e transparentes na loja, mas entendemos quando os usuários reclamaram que era difícil encontrar os aplicativos que estavam procurando”, informou a empresa.

As novas políticas já estão sendo aplicadas a todos os novos aplicativos enviados às lojas do Windows e do Windows Phone. Ao mesmo tempo, a Microsoft está revendo os itens já disponíveis em busca de apps que não estão de acordo com as novas regras.

Qual o melhor antivirus para instalar no windows 8? Veja no Fórum do TechTudo.

A empresa aponta que encontrou muitas violações nas quais os desenvolvedores não planejavam enganar os usuários. Alguns fabricantes concordaram em fazer as alterações necessárias e as remoções só ocorreram com aqueles que não foram receptivos.

“A maioria dos desenvolvedores de apps que violaram nossas políticas tinham boas intenções e concordaram em fazer as mudanças necessárias quando foram notificados. Outros foram menos receptivos, fazendo com que nós removêssemos mais de 1500 apps até agora”, diz a nota da Microsoft.

A empresa também avisou que vai ressarcir quaisquer gastos de usuários com aplicativos enganosos. Além disso, disponibiliza um e-mail (reportapp@microsoft.com) para que usuários e desenvolvedores reportem casos de apps falsos.

Via Blog do Windows e The Next Web

* Colaborou Aline Jesus

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares