Tablet

15/09/2014 15h21 - Atualizado em 15/09/2014 15h21

Google revela primeiros celulares de baixo custo com Android One

Aline Jesus
por
Para o TechTudo

O Google anunciou, nesta segunda-feira (15), na Índia, os primeiros smartphones com o sistema operacional Android One, voltado para aparelhos econômicos. Em parceria com três fabricantes locais, a empresa está introduzindo a plataforma no país com telefones como o anunciado hoje, Karbonn Sparkle V Red, com dual-chip, tela de 4,5 polegadas (480 x 854 pixels), 1 GB de RAM, câmera de 5 megapixels e a versão KitKat do Android.

Celular novo? Veja quais cuidados tomar antes de vender seu Android

Sparkle V Red é um dos aparelhos com Android One (Foto: Divulgação/Google)Sparkle V Red é um dos aparelhos com Android One (Foto: Divulgação/Google)

Anunciado em junho, o Android One visa atingir mais pessoas em mercados emergentes como a Índia, e o próprio Brasil, que deve receber algumas destas novidades, para o uso do sistema. O One é um projeto em que o Google disponibiliza o Android puro para fazer parte de gadgets mais econômicos, e garante que eles estejam sempre atualizados com o sistema mais recente.

Nesta segunda-feira, além do Sparkle V Red, o Google revelou mais dois smartphones já com Android One, que devem começar a ser vendidos ainda hoje. Um deles, inclusive, já entrou em comercialização antes da hora. A loja online Flipkart iniciou a venda do Dream UNO Mi-498, com tela de 4,5 polegadas, processador de 1,3GHz, 1GB de RAM, 4GB de armazenamento interno e câmera de 5 megapixels, por cerca de R$ 250.

Os concorrentes da Apple estão deixando o Iphone para trás? Comente no Fórum do TechTudo

Ao que tudo indica, os lançamentos são apenas os primeiros de muitos, tendo em vista que o Google estaria planejando mais aparelhos em parceria com grandes fabricantes, como Acer, Panasonic, HTC, entre outras. Indonésia, Filipinas e outros países do sul asiático estão no foco neste início de projeto e devem receber o Android One entre o fim deste ano e o meio de 2015.

Com essa iniciativa, a empresa pretende diminuir a fragmentação de seu sistema, que atualmente não é uma plataforma unificada. O objetivo final é evitar que o Android seja muito modificado pelas fabricantes e que não permaneça em versões desatualizadas, continuando presente em um grande número de telefones com maior consistência no serviço oferecido.

Via Engadget e Reuters

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Italo Costa
    2014-09-16T19:27:43

    iae pessoal!!! podem ate min chamarem de burro, mas já lanço no brasil? e si lanço onde compro? pff min ajudem...

  • Fabricio Cordeiro
    2014-09-16T09:17:58

    Se tem uma dica que posso dar a quem é usuário Android é fugir dos aparelhos sem um bom Hardware. Em desempenho nos aparelhos "baratinhos" o SO da Google esta muito a quem do Windows Phone 8.1. Falo por experiencia, tanto com Android, quanto com o WP8.

  • Waldiney Silva
    2014-09-15T19:04:32  

    A Google finalmente viu que as fabricantes não vendiam mais Android, mas apenas modificações, sendo em que muitas o OS praticamente desaparecia! Desde o início o Android deveria ser unificado, com um visual padrão, e quem quisesse algo diferente que fizesse um root ou instalasse uma room. Esperamos pelas melhorias do sistema.

    recentes

    populares

    • Waldiney Silva
      2014-09-15T19:04:32  

      Compra um iphone...

  • Jorge Felipe
    2014-09-15T21:41:21

    R$ 250,00 + R$ 1.000,00 de impostos = R$ 1.250,00 preço mínimo Brasil. kkk

  • Joaquim Ribeiro
    2014-09-15T19:32:50

    Preço na India R$ 250,00, preço no Brasil: R$ 1.799,00.

  • Elton Freitas
    2014-09-15T19:00:36  

    Os aparelhos já são baratos. O que os torna caros são os impostos brasileiros. Esse celular no Brasil não fica abaixo de 400 reais. Viva a inflação

    recentes

    populares

    • Elton Freitas
      2014-09-15T19:00:36  

      ô burro, tributação é bem diferente de inflação...