05/09/2014 12h22 - Atualizado em 09/09/2014 13h12

Intel lança na IFA processador Core M, com menor arquitetura do mundo

Taysa Coelho
por
Para o TechTudo

A Intel realizou uma conferência na IFA 2014 para apresentar seu novo processador com arquiterura de apenas 14 nanômetros. Chamado de Intel Core M, a CPU foi criada pensando no atual mercado de computadores conversíveis e cada vez mais finos. Ele é o primeiro a ter essa dimensão: o anterior da fabricante tinha 22 nanômetros. A novidade permite que fabricantes criem aparelhos sem cooler com espessura de até 9mm.

Confira as novidades da IFA 2014

Vice-presidente da Intel mostra tamanho de novo processador Intel Core M (Foto: Divulgação/Intel)Vice-presidente da Intel mostra tamanho de novo processador Intel Core M (Foto: Divulgação/Intel)

De acordo com Kirk Saugen, vice-presidente do grupo Intel, o processador Intel Core M reduz o consumo de bateria do dispositivo, melhora o processamento de  imagem, torna o gadget mais potente e descarta a necessidade do uso de coolers para dissipar o calor.  O foco são os computadores cada vez mais finos, que podem ser transformados em tablets - e os próprios tablets em si, é claro.

O processador permite aumentar a performance do computador em 50% e acelerar o processamento gráfico em até 40%, se comparado com o chip Core de quarta geração da companhia. A CPU, que melhora a vida útil da bateria dos dispositivos, aguenta até oito horas de vídeo, sendo esse número 20% superior ao modelo citado acima.

O Core M estará disponível em três versões: com mais de 2.0 GHz tem os modelos M-5Y10 e 5Y10a e para quem quer mais desempenho, acima de 2.6 GHz, há o Intel Core M-5Y70. Esse último é o top de linha da série e também está disponível com a tecnologia vPro da Intel, que é voltada para as empresas e ajuda a proteger dados, identidade dos usuários e acesso à rede.

Todos as versões são compatíveis com processador gráfico HD 5300 e têm suporte a DirectX 11.2, OpenGL 4.2 e OpenCL 2.0. Telas com resolução Ultra HD são suportadas através de entrada HDMI a 24 Hz, abrindo a precedentes para que tablets e PCs ultrafinos tenham telas com essa qualidade. A plataforma inclui ainda suporte para áudio de alta qualidade, segunda geração de Wi-Fi 802.11ac e um dock sem fio que permitirá usar a tecnologia WiGif desenvolvida pela empresa.

A Intel comparou ainda um aparelho considerado como mais fino do mercado em 2010, um ultrabook genérico, a um produto ultrafino com o Core M, tomando com exemplo um notebook 2-em-1. O computador atual é mais fino e leve, apresenta a performance de CPU duas vezes melhor e de gráficos sete vezes superior.

Além disso, a bateria dura duas vezes mais e como dispensam o uso de coolers, é mais silencioso e aquece menos. Já os tablet ganharam, de quatro anos para cá, melhoria em três vezes em navegação na web e na performance gráfica.

A companhia afirmou ainda que a nova CPU chega ao mercado em outubro deste ano. Mas isso não significa que eles vão descontinuar oas modelos atuais: Core i3, i5 e i7. A quinta geração dos processadores será anunciada no ínício de 2015 e, de acordo com a empresa, será voltada para ultrabooks e notebooks de alta performance.

Placa-mãe e carregamento sem fio

Além dos processores, a Intel aproveitou a conferência para apresentar outras novidades. Uma das mais surpreendentes foi a menor placa-mãe do mundo, que "bateu" o hardware da própria fabricante, apresentado na IFA 2013. A peça é simplesmente 60% menor do que a antecessora, feito realizado em um curto espaço de tempo, e que atende à atual demanda de PC mais finos e placas também cada vez menores.

Menor placa-mãe do mundo agora é 60% menor que hardware que detinha o título (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Menor placa-mãe do mundo agora é 60% menor que hardware que detinha o título (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)


A empresa também apresentou novidades no campo da tecnologia wireless. A empresa já havia apresentado o desejo de acabar com os fios do computadores e gadgets até 2016 e reafirmou a posição na apresentação, com a tecnologia WiDi (ou Wireless Diplays). Ela consiste em um receptor de vídeo menor e mais barato do que os que já estão presentes no mercado. Ele será compatível com aparelhos Android e Windows e permitirá transferir conteúdos via wireless. A ideia é que em um futuro próximo diversos tipos de aparelho, como impressora 3D, estejam interconectados sem o uso de cabos.

Placa-mãe da Intel segue a tendência de hardware cada vez mais reduzido (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)Placa-mãe da Intel segue a tendência de hardware cada vez mais reduzido (Foto: Fabrício Vitorino/TechTudo)


Também foi exibido o protótipo que permitirá carregar qualquer aparelho sem o uso de fios, apenas através da aproximação. O dispositivo foi colocado em cima da mesa e quando um tablet foi posicionado perto, ele reconheceu o aparelho e começou a recarga. O mesmo aconteceu quando um notebook foi colocado perto do gadget.

Além disso, a Intel anunciou que está trabalhando na assistência de voz para PCs. Durante a apresentação, Saugen, inclusive brincou: "Vocês viram o filme 'Her'? Ainda não estamos lá, mas estamos trabalhando para isso". No longa, um homem se apaixona pela assistente de voz de sua máquina por compreendê-lo melhor do que as pessoas a sua volta. De acordo com o vice-presidente, as marcas associadas são Samsung, Asus, HP, Acer, Lenovo, Toshiba e Dell.

*Colaborou Fabrício Vitorino, direto da IFA, em Berlim, Alemanha

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares