Internet

05/09/2014 08h44 - Atualizado em 05/09/2014 08h45

Twitter deve criar conversas em grupo e mudar algoritmo do feed

Gabriella Fiszman
por
Da Redação

O Twitter vai fazer mudanças na plataforma em mais uma tentativa de atrair novos usuários ao microblog. Segundo o chefe financeiro da rede social, Anthony Noto, melhorias nos recursos de pesquisa e conversas em grupo podem ser as próximas atualizações da rede do pássaro azul. Além disso, o Twitter pretende mudar seu algoritmo, para mostrar ao usuário tuítes "mais importantes".

Truque permite ‘burlar’ o Messenger e usar o chat do Facebook; confira

Twitter pode acabar com o @ (Foto: Divulgação)Twitter anuncia possíveis mudanças; veja o que muda (Foto: Divulgação/Twitter)


Noto acredita que existe uma enorme quantidade de informação na timeline dos internautas, mas que talvez não estejam sendo exploradas da melhor forma possível. Para ele, se o usuário não entrar no app várias vezes ao longo do dia, pode perder conteúdos relevantes que acabam enterrados no feed. 

"Colocar a informação interessante na frente do usuário no momento em que ele estiver com a rede conectada, pode ser um jeito de organizar melhor sua página de notícias", ao falar em mudanças. 

O objetivo da mudança é organizar melhor as mensagens e separar os tuítes interessantes dos que não têm relevância para o usuário. Mas, segundo Noto, tudo será feito de forma gradual. "Os usuários não vão acordar um dia e encontrar sua linha do tempo completamente classificada por um algoritmo", explica. 

Como colocar emoticons nos comentários do Twitter? Veja no Fórum do TechTudo. 

Conversa em grupo

Mas, parece que as atualizações não param por aí. O microblog sugeriu ainda a possível criação de conversas em grupo. Atualmente, só é possível enviar uma mensagem direta para uma conta de cada vez, mas a ideia é que isso mude. 

"Se eu tuitar sobre um jogo de futebol e dois amigos meus da faculdade me responderem, eu posso não querer ter essa conversa na frente do meu chefe e de muitos outros usuários. Poderia levar isso para um ambiente privado", explica. "Mas, em vez de falar apenas com uma pessoa por vez - como acontece hoje - eu poderia falar com vários em particular", argumenta Noto. 

Via The Wall Street Journal 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares