09/10/2014 06h30 - Atualizado em 09/10/2014 10h19

‘Assassin’s Creed Unity esteve em segredo desde Brotherhood’, diz designer do jogo

Matheus Vasconcellos
por
Da BGS 2014

Assassin’s Creed Unity está pronto. Benjamin Plinch, designer principal do game, em conversa com o TechTudo durante a Brasil Game Show 2014 garantiu que o jogo está finalizado. Ele falou sobre as principais novidades e como foram as etapas de produção de um dos jogos que disputam o título de melhor do ano. Assassin’s Creed: Unity será lançado em 11 de novembro para PlayStation 4, Xbox One e PC.

Assassin’s Creed Unity: Season Pass é anunciado, e inclui fase na China

Assassin's Creed Unity - cover (Foto: Divulgação)Assassin's Creed Unity (Foto: Divulgação)

Benjamin revelou que estava guardando segredo sobre o jogo desde o fim de Assassin’s Creed Brotherhood, ou seja, há 4 anos, o jogo está em produção. Durante esse tempo uma nova geração de consoles foi lançada e o poderio de processamento fez com que o jogo ganhasse um novo formato. O upgrade permitiu, por exemplo, que o mapa de AC: Unity tivesse o tamanho de 75% da Paris da Revolução Francesa.

O período foi escolhido por uma série de motivos, entre eles, um pedido dos fãs. Como o jogo foi idealizado e teve sua produção iniciada há quatro anos, fazia mais sentido continuar na Europa. “Ainda nem tínhamos pensado em fazer os jogos que se passam nos EUA quando começamos a produzir o Unity. Os fãs queriam muito um jogo mais agressivo e nós queríamos uma grande cidade para mapear. Foi quando escolhemos Paris.  A Revolução Francesa é um período muito rico para trabalhar. A questão da revolta do povo contra o governo é fascinante”, comenta Benjamin.

Quanto ao fato do game estar mais violento e, conseqüentemente, mais adulto, Benjamin é enfático:  “Não é porque a Ubisoft é francesa que vamos negar: a Revolução foi muito sangrenta e muito agressiva. É horrível pensar que isso aconteceu de verdade, mas não vamos negar. Queremos retratar o período com muita intensidade e realidade”. Para ajudar a localizar Paris no tempo e no espaço, a equipe formada por 20 pessoas, estudou diversos livros de história francesa, analisou e tentou recriar com a maior fidelidade possível o clima e a arquitetura da época.

Assassin's Creed Unity (Foto: Divulgação)Assassin's Creed Unity (Foto: Divulgação)

Um dos pontos fortes de Assassin’s Creed Unity é a customização total de seu personagem. A escolha das roupas no jogo fará uma grande diferença durante o gameplay. Será possível decidir desde armaduras – que deixarão seu personagem mais lento apesar de mais forte – até jaquetas leves para ser mais furtivo. Benjamin fala com orgulho de sua criação: “esse foi o meu trabalho principal na criação do jogo. Gostei muito de participar dessa parte porque eu sempre quis mudar tanto as cores quanto as peças de roupa dos meus assassinos. Quando vi que em Black Flag era possível customizar os navios pensei: Opa! Quero fazer isso no nosso jogo!”.

Além das opções de roupas o jogador poderá escolher armas como machados de guerra, lanças, espadas e armas de fogo. “Ainda vamos ver as combinação mais loucas que poderão ser criadas como uma malha de aço, armaduras medievais e uma espingarda. Todas no mesmo personagem. Vai ser divertido!”, comenta Benjamin.

O que achou do novo Assassin’s Creed: Unity? Comente no Fórum do TechTudo!

 

Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares