23/10/2014 15h49 - Atualizado em 23/10/2014 19h25

Facebook lança Rooms, app que permite falar 'anonimamente' em fóruns

Raquel Freire
por
Para o TechTudo

O Facebook lançou hoje (23) o Rooms, sua primeira ferramenta que permite postagem anônima. O app funciona como um fórum de discussão, possibilitando que o usuário entre em salas sobre temas diversos e se identifique apenas com nickname. O serviço não requer conta no Facebook nem endereço de e-mail; ele usa sistema de convite baseado em código QR, onde os usuários tiram fotos ou screenshots do código para entrar na sala.

Apple libera iOS 8.1 para iPhones e iPads; conheça as novidades

Rooms é o app do Facebook com fóruns de discussão (Foto: Reprodução)Rooms é o app do Facebook com fóruns de discussão (Foto: Reprodução)

O app é projetado para fazer com que os usuários construam uma comunidade baseada nos interesses em comum, diferentemente do Facebook, em que os compartilhamentos são definidos pelo círculo social. A ideia é dar maior liberdade para falar sobre temas específicos, sem abarrotar o feed de notícias dos amigos. A ausência do nome verdadeiro contribui para conversar sobre os assuntos de forma mais independente.

Vale ressaltar que o serviço detém a identificação do usuário, que apenas não precisa expor o nome para os demais. Dessa forma, ele se distancia um pouco do que foi especulado no início do mês pelo The New York Times, embora de fato permita discutir como em fóruns.

Apesar de não ser necessário, os membros podem associar um endereço de e-mail à conta do Rooms, o que permite recuperá-la em caso de perda ou troca do dispositivo móvel. São eles que enviam o QR-code da sala para convidados. Essa característica de cada sala ter seu código QR dá flexibilidade à popularidade dos grupos. É possível criar um 'room' fechado, enviando o código para poucas pessoas, ou imprimir e divulgar amplamente, para que qualquer um possa localizar a sala e aderir.

Cada sala conta com um ou mais moderadores, que têm poder de banir membros. Uma vez expulso da sala, o dispositivo fica permanentemente proibido de acessá-la. Os moderadores também conseguem definir o apelido para a sala, estipular classificação etária, adicionar imagem como pano de fundo e até selecionar um emoji para substituir o "like" nas postagens.

O Facebook aplicará suas regras de uso padrão no Rooms. Se algum post ou sala tiver discurso de ódio, assédio moral, ameaças, spam, nudez ou outro comportamento perturbador, o aplicativo poderá excluir mensagens, membros ou mesmo a sala inteira.

O que acharam do novo iOS 8? Comente no Fórum do TechTudo

A aplicação foi construída por Josh Miller e sua equipe da Branch Media, startup adquirida pelo Facebook em janeiro. Ao portal TechCrunch, Miller descartou comparações como apps como o Secret. De fato, ele pode abrigar salas com a função de confidenciar segredos, ao mesmo tempo que agrega outras com objetivos completamente diversos, como leitura, discussões política e grupos de apoio de doenças.

O co-fundador da Branch disse ainda que o sucesso do Rooms não será avaliado pelo número de usuários. A ideia é que o fórum mobile cresça lento, mas com um público fiel que poste conteúdo relevante. Até o momento, o serviço só está disponível para iOS e em poucos países de língua inglesa, como Estados Unidos e Inglaterra. Uma versão para Android está prevista para o início de 2015.

Via TechCrunch


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares