10/10/2014 15h32 - Atualizado em 26/02/2015 10h52

Jogamos The Order 1886: um dos games mais esperados para PlayStation 4

Emanuel Schimidt
por
Da BGS 2014

The Order: 1886 é um dos jogos mais aguardados para PlayStation 4. Com o lançamento previsto para o dia 20 de fevereiro de 2015, o game promete disputar o título de um dos melhores do próximo ano. Durante a Brasil Game Show, os jogadores tiveram a chance de testá-lo.

‘The Order 1886 leva o jogador a uma atmosfera de cinema’, diz diretor do game

The Order: 1886 pode ser testado durante a BGS 2014. (Foto: Reprodução/Emanuel Schimidt)The Order: 1886 pode ser testado durante a BGS 2014. (Foto: Reprodução/Emanuel Schimidt)


Expectativa enorme

The Order: 1886 é um jogo bastante esperado, já que está sendo desenvolvido com o apoio do estúdio Santa Mônica, da Sony, o mesmo da franquia God of War. O estande apresentava quatro estações, um número desproporcional, porém, em relação à curiosidade dos visitantes.

Logo no começo do evento, o estande do jogo lotou. Por conta disso, os organizadores precisaram fechar a fila, após 1h da abertura da BGS 2014. Isso porque o último jogador só ia conseguir fazer o teste por volta das 21hs, quando a feira deveria ser encerrada. Apesar disso, pela empolgação de quem fez o teste, o demo foi surpreendente.

E quanto ao teste?

O demo é o mesmo apresentado na E3 deste ano. Com cerca de 10 minutos, o jogador enfrentava dois tiroteios e assistia algumas animações que contavam um pouco da história.

The Order 1886: rifle de termite era uma das duas armas disponíveis na demonstração da BGS. (Foto: Divulgação)Rifle de termite é uma das duas armas disponíveis em The Order 1886. (Foto: Divulgação)

Apenas duas armas estavam disponíveis: uma pistola e um rifle de termite. Aparentemente, a intenção de obrigar a usar a termite era mostrar um pouco dos gráficos e das armas criadas especialmente para o game. Em outro momento, o jogador precisa ajudar a um companheiro, arrastando-o para fora da linha de tiro.

Ambos os tiroteios se mostraram bastante inofensivos, sem representar um desafio real para o jogador. Isso, porém, pode ser resolvido facilmente regulando o nível da inteligência artificial. Outro problema detectado foram as mortes genéricas, com os personagens tendo movimentos não condizentes com o local atingido. Marc Turndorf afirmou que, na versão final, os movimentos vão variar de acordo com a lesão sofrida.

A animações comprovam o discurso de que o game leva o usuário a uma atmosfera de cinema. A qualidade da dublagem em português é mediana. 

The Order 1886: ação na demonstração exigia resgatar companheiro ferido. (Foto: Divulgação)Em The Order 1886, o jogador precisa resgatar o seu companheiro ferido. (Foto: Divulgação)

As animações dão também algumas pistas de como vai ser o game. Quando um dos personagens é ferido, por exemplo, ele pode tomar um líquido regenerativo. Além disso, o nome de possíveis protagonistas também são citados.

The Order: 1886 apresenta uma direção de arte realmente fantástica: detalhes de roupas, armas e cenários são alguns exemplos dos diversos elementos visuais. O jogo promete marcar a primeira geração dos games que realmente usam todo o poder do PS4.

The Order: 1886 oferece arte com muitos detalhes. (Foto: Divulgação)O game oferece uma direção de arte com muitos detalhes. (Foto: Divulgação)







Conclusão

Com um teste de 15 minutos, não se pode decretar o sucesso da versão final do game. Apesar disso, o demo mostra todo o potencial do jogo. O mundo que está sendo criado promete ser bastante rico. Provavelmente, The Order: 1886 deve seguir a linha dos Assassin’s Creed, com a história da “Ordem” sendo contada em diferentes períodos da história.

Você pretende ir na Brasil Game Show 2014? Opine no Fórum do TechTudo.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares