12/10/2014 13h54 - Atualizado em 13/10/2014 19h51

Streets of Rage: curiosidades e polêmicas sobre o clássico do Mega Drive

Dário Coutinho
por
Para o TechTudo

Streets of Rage é uma das séries de Beat’em ups mais cultuadas do mundo dos games. Exclusiva do Mega Drive, seus jogos consistiam em dar sopapos nos malfeitores em bares noturnos. Foi um dos poucos jogos a explorar boa parte do potencial do Mega Drive, principalmente no quesito áudio. Se você é fã da série de “Briga de Rua”, confira conosco as curiosidades mais interessantes desse clássico.

Super Mario, Top Gear: as trilhas sonoras mais marcantes do mundo dos games

Clássico do Mega Drive vive no coração dos fãs da SEGA (Foto: Reprodução)Clássico do Mega Drive vive no coração dos fãs da SEGA (Foto: Reprodução)

Versões diferentes

O processo de localização de Streets of Rage não aconteceu sem pequenas mudanças. No Japão, o nome do jogo é outro, Bare Knuckle: Ikari no Tekken . Mas a versão que sofreu mais mudanças foi a terceira.

Em Street of Rage 3, algumas cutscenes foram cortadas (Foto: Reprodução / SoRonline)Em Streets of Rage 3, algumas cutscenes foram cortadas (Foto: Reprodução)

Em Bare Knuckle 3, a abertura em que Axl Stone soca a tela desapareceu na versão ocidental do jogo. No final feliz com Blaze, apenas um simples desenho sem animação sofreu, obviamente por ser considerado muito sensual, alguns contornos extras para a beleza da moça. Porém, isso não é nada comparado ao que você verá a seguir.

Mais polêmico que Final Fight

Streets of Rage disputa com Final Fight o título de melhor “Briga de Rua” para consoles na geração 16bits. Ambos os jogos tinham rixa até mesmo quando o assunto era polêmica. Assim como a série da Capcom, a franquia da SEGA também foi rodeada de polêmicas e decisões para evitar censura.

Ash era um subchefe com conotação homossexual (Foto: Reprodução / SoRonline)Ash era um subchefe com conotação homossexual (Foto: Reprodução)

A terceira versão do jogo sofreu muitas modificações. Personagens femininas tiveram suas roupas “aumentadas” na versão ocidental do jogo. Mas se você acha que Posion era polêmica, é por que você não conheceu Ash. O sub-chefe do primeiro cenário usava roupas desconcertantes, e fazia várias poses com conotação homossexual. Ele foi retirado da versão americana, mas era possível controlá-lo através de um cartucho com cheats.

Loucademia de Polícia

No primeiro Streets of Rage há alguns furos no enredo do jogo. Segundo o game, os personagens são ex-policiais que resolveram combater o crime com as próprias mãos. Acontece que a idade deles, que segundo o jogo, gira em torno de 21 a 23 anos, eles nem tiveram tempo de exercer a profissão.

Na dúvida, chama a polícia (Foto: Reprodução)Na dúvida, chama a polícia (Foto: Reprodução)

Outra curiosidade relacionada a polícia é o uso da mesma como reforço. No primeiro Streets of Rage, ao pressionar o botão A, a ação congela e um carro da polícia aparece para mandar bala nos inimigos. Um “power-up” inusitado que pouco se viu no mundo dos games.

Lutem até a morte

O primeiro Streets of Rage já guardava algumas inovações para o gênero “beat’em up”. Ao chegar no último chefe, no modo para dois jogadores, o vilão principal da série Mr. X pergunta: “Would you consider becoming my right-hand man?” (Você gostaria de ser meu braço-direito?).

Street of Rage é um dos primeiros jogos onde você pode virar o vilão no final (Foto: Reprodução / Giantbomb)Streets of Rage é um dos primeiros jogos onde você pode virar o vilão no final (Foto: Reprodução)

Se ambos os jogadores responderem sim, lutarão até a morte e não enfrentarão o Mr.X. Esse é o modo de acessar o final “ruim”, no qual um dos jogadores assume o sindicato dos bandidos. Algo inovador para época em que os jogos de “beat’em up” basicamente só possuíam um final. Outros jogos da franquia também tiveram opções de finais diferentes.

Quadrinhos com “Briga de rua”

Na Inglaterra havia, nos anos em que o Genesis (Mega Drive) estava no mercado, uma publicação chamada “The Sonic comics” que trazia várias histórias com personagens de jogos da SEGA como: Sonic, Shinobi, Golden Axe e, é claro, Streets of Rage.

Revista em quadrinhos de Street of Rage não faz sucesso (Foto: Reprodução / SoRonline)Revista em quadrinhos de Streets of Rage não fez sucesso (Foto: Reprodução)

Extremamente obscuras e raras, as revistas em quadrinhos de Streets of Rage possuem histórias um pouco diferentes dos jogos, o que, possivelmente, não agradou muito os fãs. Entretanto, havia muitos profissionais de qualidade colocando seus contornos em Axl e sua turma. Dentre essas pessoas estava Mark Miller, que viria a trabalhar posteriormente em quadrinhos dos X-men.

Trilha sonora conceituada

Compostas pelo talentoso músico Yuzo Koshiro, a trilha sonora dos jogos de Streets of Rage foi aclamada pela crítica e pelo público como uma das melhores. Até mesmo a revista Nintendo Power, que basicamente tratava de jogos da rival da SEGA, se rendeu ao talento do músico: “Koshiro construiu uma base de fãs fiéis por criar algumas das mais memoráveis músicas de jogos eletrônicos nos anos 80 e 90″.

Ao misturar techno, house e outros estilos, Yuzo Koshiro criou um clima único de “Nightclub” que combinava perfeitamente com a temática de Streets of Rage. Yuzo Koshiro também é bastante lembrado pelas composições em outros jogos como ActRaiser e Shenmue.


Final Fight 2 copiou Streets of Rage?

Há diversas semelhanças entre a as capas das versões americanas de Streets of Rage e Final Fight 2 (SNES). Vários personagens que compõem a arte da capa de Final Fight 2 para Super Nintendo são idênticos aos personagens que aparece, dois anos antes, na capa de Streets of Rage. Plágio?

Alguns personagens em ambas as capas são idênticos (Foto: Montagem  / SoRonline)Alguns personagens em ambas as capas são idênticos (Foto: Montagem )

Polêmicas à parte, o que pode ter acontecido pode ser algo bem longe do plágio. Naquela época, o trabalho de produção das artes de capas era terceirizado e muitos artistas trabalhavam para várias empresas. Pode ter acontecido, simplesmente, que alguém produziu a arte da capa para ambos os jogos e utilizou desenhos repetidos.

Streets of Rage 4: Round 1! Fighting Force

Nunca houve uma sequência de Streets of Rage 3. Na realidade, a franquia era mais popular no ocidente do que no Japão. Segundo rumores, a SEGA cogitou comprar um jogo já parcialmente desenvolvido por outra empresa, a Core Design. O jogo em questão ainda estava em desenvolvimento, seu nome era Judgement Force.

Com personagens novos, o game manteria apenas algumas semelhanças na jogabilidade, mas seria um jogo totalmente tridimensional. Porém, segundo rumores, a SEGA desistiu quando o jogo estava perto de ser finalizado. Entretanto, o game foi realmente lançado para PlayStation, Nintendo 64 e PC e recebeu um novo nome, Fighting Force.


Streets of Rage 4: Round 2! Cancelado no Dreamcast

Anos mais tarde, a SEGA começou a trabalhar em ideias para trazer Streets of Rage para o Dreamcast. A empresa criou vários conceitos e até Yuzo Koshiro foi chamado para compor a trilha sonora. A SEGA queria um jogo 3D e precisou esperar uma geração inteira, pois o Saturn não tinha um hardware muito bom para exibir um jogo tridimensional com qualidade superior a concorrência.

No entanto, depois de trabalhar em vários conceitos e até algumas demos (como a que você vê abaixo) a SEGA desistiu do jogo e o projeto foi cancelado. De 2008 a 2012, a SEGA tentou novamente trazer a série Streets of Rage de volta a vida. Com algumas sondagens em outras produtoras como a que produziu Crackdown 2, mas os fãs da série teriam uma boa surpresa.


Remake feito por fãs é alvo da SEGA

Mesmo que Streets of Rage tenha sofrido com a falta de um novo jogo há mais de vinte anos, um grupo de fãs decidiu manter a chama viva com a criação de Streets of Rage Remake. O jogo pode ser considerado uma sequência direta de Streets of Rage 3. Streets of Rage Remake surpreendeu o público com uma jogabilidade precisa, muitas fases e muitos personagens para selecionar.

Alguns personagens em ambas as capas são idênticos (Foto: Montagem  / SoRonline)Alguns personagens em ambas as capas são idênticos (Foto: Montagem)

Quem não gostou nada disso foi a SEGA que tentou evitar ao máximo a distribuição do game, que era gratuita.  Tentando tirar o site da comunidade que desenvolveu o remake, do ar, a SEGA perseguiu os desenvolvedores. Contudo, o jogo já havia vazado para a web e estava disponível em diversos portais de compartilhando. Com o tempo, aparentemente, a SEGA parece ter desistido de processar os desenvolvedores do remake de Street of Rage e o site deles continua online.

Qual jogo antigo merecia um Remake? Opine no Fórum do TechTudo.


Seja o primeiro a comentar

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Se achar algo que viole os termos de uso, denuncie. Leia as perguntas mais frequentes para saber o que é impróprio ou ilegal.

recentes

populares

  • Ruan Almeida
    2018-08-28T21:53:02

    A Sega acaba de surpreender a todos e anunciar Streets of Rage 4!!!

  • Lucas Santos
    2016-06-09T21:34:28  

    Ganhei essa fita quando tinha 6 anos, em 1998. Era minha unica fita do Master System. então só jogava esse jogo e o Sonic que vinha na memória. Bons tempos.

    recentes

    populares

    • Lucas Santos
      2016-06-09T21:34:28  

      Do Master System?

  • Sérgio Sampaio
    2015-04-04T00:38:59

    Gostei da matéria mas ela possui uns pequenos erros. O protagonista se chama Axel e não Axl. E o Remake é na verdade um compilado da história e das fases dos 3 jogos originais e não uma continuação direta de SoR3. A Sega sabia da existência do remake durante todo o processo de criação que durou 8 anos. Só foram pedir para que o jogo não fosse publicado uma semana após o lançamento da versão final 5.0. A Sega ainda aproveitou que o nome do jogo estava em evidência e lançou na semana seguinte o Streets of Rage 2 original para smartphones, sem nenhuma das inovações que apareceram no remake.

  • Jefferson Alcantara
    2014-10-12T16:52:48  

    Muito bons jogos!!!! Joguei muito!! Hj voto em Aécio 45!!!

    recentes

    populares

    • Jefferson Alcantara
      2014-10-12T16:52:48  

      Você sempre muda de assunto assim radicalmente?

    recentes

    populares

    • Jefferson Alcantara
      2014-10-12T16:52:48  

      Alex Santos Não!! Rss Somente em época de eleição e quando se faz necessário não perpetuar um grupo no poder!! Alternância sempre!!

  • Roberto Lima
    2014-10-12T15:08:56  

    Que tosco o dreamcast !! E pensar que era considerado da categoria do play 2 !! Foi bom a sega partir só para os jogos.

    recentes

    populares

    • Roberto Lima
      2014-10-12T15:08:56  

      O video mostra uma demo seu retardado!

    recentes

    populares

    • Roberto Lima
      2014-10-12T15:08:56  

      E quem ta falando do vídeo? Viaja não !!!

  • Lula Molusco
    2014-10-12T17:36:54  

    AINDA BEM QUE SOU DA GERAÇÃO NINTENDO 64 E PLEYSTEXOM. ----NÃO SEI COMO MEU PAI CONSEGUIA JOGAR COM ESSES GRÁFICOS MAL FEITOS. ---------OLHAR PRA ISSO ME DÁ OJERIZA.

    recentes

    populares

    • Lula Molusco
      2014-10-12T17:36:54  

      Tenho 20 anos e sou da geração do SEGA pra frente. Ja joguei os melhores jogos de SEGA, Super Nintendo, poucos de 64 (porque era um video game caro para nós na época), joguei playstation 1 e 2 e agora estou no Xbox. Gostei de todos, cada um na sua época, nenhum foi melhor que o outro, só as espectativas que era mais reduzidas para os games anteriores, ou seja, fiquei feliz com todos

    recentes

    populares

    • Lula Molusco
      2014-10-12T17:36:54  

      Que besta esse comentário! Mesmo que acredite que os jogos atuais são melhores, e boa parte não são, deveria respeitar os precursores! Você acha que os jogos atuais vieram do nada? Os antigos são os alicerces do que temos hj!

  • Rodrigo Leite
    2014-10-13T09:59:16

    por mais que jogamos ps3 ou xbox, pc etc.....não é a mesma coisa,não é o mesmo prazer..... de eject o cartucho assoprar e colocar novamente para funcionar... saudades do velho megadrive, super nintendo, atari, master system etc......

  • Jonas Santos
    2014-10-13T09:54:11

    Parabéns pela reportagem...Cheia de conteúdo sobre um game clássico que marcou os anos 90!

  • Rasputin
    2014-10-13T08:31:36  

    A começar pelo título: Ruas de Violência (Streets of Rage), que já é polêmico, eu considero a franquia toda um jogaço. Prá mim, em termos de música, o SoR 1 é melhor, mas em conteúdo, o SoR 3 não tem igual, entretanto ainda prefiro a franquia Final Fight, que marcaram com personagens que foram aproveitados em outras séries da Capcom como o Cody e Guy em Street Fighter Alfa e Haggar em Saturday Night Slam Masters (jogo de Wrestling excelente).

    recentes

    populares

    • Rasputin
      2014-10-13T08:31:36  

      Rage = Fúria. Consequentemente Streets Of Rage = Ruas de Fúria

    recentes

    populares

    • Rasputin
      2014-10-13T08:31:36  

      Obrigado, Club Gama. Abraço

  • Michael Mendes
    2014-10-13T09:27:54

    foi se o tempo que era só ligar e jogar o game.... qndo comprei meu XboxOne tive que esperar uns 30 min. só pra baixar o software ....!!!

  • Paulo Santos
    2014-10-13T09:16:30

    Jogo épico. Bons Tempos Street Of Rage e suas famosas trilhas e jogabilidades.

  • Raphael Guimaraes
    2014-10-13T08:47:12

    Antes que voces venham aqui falar de politica, deem uma olhada no livro privataria tucana. Vale do rio doce, CSN, Telemar, entre outras foram vendidas e cade a grana? fora que por pouco a petrobras não foi tbm. Quem comanda o Brasil não é o presidente e sim o partido, o presidente é só uma figura. leiam as propostas de cada candidato, o PT tem corrupto? tem? mas os Tucanos tem mais ainda.

  • Mcgregor
    2014-10-13T08:45:40

    Um dos jogos mais legais que ja joguei no Mega Drive, trilha sonora muito boa! Bons tempos! Este Remake que os fans criaram ficou sensacional!

  • David Macêdo
    2014-10-13T01:58:02

    Joguei muito o Streets of Rage.

  • José Sobrinho
    2014-10-12T23:52:55

    Precisamos de mais matérias como essa, chego mim emociono quando vejo jogos da minha infância.

  • Letícia Pigari
    2014-10-12T22:07:17

    Naquela época o gráfico não importava nenhum pouco. EU TENHO UM MASTER SISTEM COM ORGULHO e não troco ele por nenhum video game atual <3.

  • Bruno Hermogenes
    2014-10-12T22:03:19

    agora sim, mandaram bem na matéria... saudades de quando descobri colocar o som da TV no aparelho de som CCE de casa e ficava no sound test ouvindo as musicas na maior altura

  • Aeria Gloris
    2014-10-12T20:01:10

    Até hoje uma das melhores OSTs já criadas para um game.

  • Asdrubal Fuertes
    2014-10-12T18:16:19

    UM EMULADOR É UMA MÁQUINA QUE TRANSFORMA ALGUÉM EM MULA???

  • Paulo Silva
    2014-10-12T18:16:04

    Melhor série Beat em Up que joguei na minha vida! Só lembrando, que a trilogia Streets of Rage, se encontra também no jogo Sonic's Ultimate Genesis Collection para PlayStation 3 e Xbox 360. Assim como outros clássicos, como a trilogia Golden Axe, principais jogos do Sonic do Mega Drive, Vektor Man, Shinobi, Altered Beast e etc...

  • Autor
    2014-10-12T17:14:32

    Ainda hoje jogo no emulador GENS

  • Paraiba 2
    2014-10-12T16:47:10

    Materia Manera!

  • Gustavo Henrique
    2014-10-12T15:38:06

    Jogava demais

  • André
    2014-10-12T15:00:32

    Saudades

  • ROBSON OLIVEIRA
    2014-10-12T14:23:09

    Se lançar para PS3, eu compro...